Connect with us

Campinas

Mulheres respondem por 51,29% da População Economicamente Ativa em Campinas e Região

Publicado

em

Índice reflete o impacto do gênero feminino no mercado de trabalho e incentiva a busca pela equanimidade no tratamento e condições de trabalho para ‘elas’

A celebração do Dia Internacional da Mulher, no próximo dia 8 de março, chega mostrando que, definitivamente, a situação das mulheres no mundo mudou radicalmente. Elas estão por aí, trabalhando, reivindicando, empoderando-se, provando que a equidade de gênero é mister em uma sociedade que se pretende justa, igualitária e pacífica. O mercado de trabalho assiste a um verdadeiro “boom” nos últimos anos, com a presença maciça ‘delas’ em todos setores e segmento.

O número de mulheres economicamente ativas não para de crescer. Segundo estimativas do departamento de Economia da Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), este ano, 2020, ‘elas’ já representam praticamente a metade da População Economicamente Ativa (PEA) no Brasil: índice de 51,29% para o gênero feminino e 48,71% para o masculino.

E em Campinas e região, não poderia ser diferente. Os mesmo índices aplicados na Região Metropolitana de Campinas (RMC) resultam e 1.066.400 trabalhadoras e 1.012.300 trabalhadores (cálculo aplicado à PEA e não à população). Em Campinas, 382.100 do gênero feminino e 367.100 do masculino, conforme avaliação feita pelo Departamento de Economia da ACIC. Isso, por si só, confirma a importância e impacto da força de trabalho feminina na sociedade contemporânea.

Publicidade

Também são ‘elas’ que nos últimos 15 anos lideram os lares brasileiros, e, nesse período, o total da participação de mulheres mais que dobrou, com um crescimento de 105%, representando 40,5% das residências do País. Eram 14 milhões em 2001 e, em 2015, somavam 28,9 milhões. Nesse mesmo período, o número de famílias brasileiras (de todos os formatos) aumentou 39% no mesmo período.

Os dados fazem parte de uma pesquisa feita pelos demógrafos José Eustáquio Alves e Suzana Cavenaghi, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicada no ano passado no livro “Mulheres Chefes de Família no Brasil: Avanços e Desafios”. Entre os motivos para essa expansão está o maior empoderamento feminino nas últimas quatro décadas, o que provocou maior inserção das mulheres nos estudos e no mercado de trabalho, aponta o estudo.

As atividades mais comum entre ‘elas’ na categoria MEI, por exemplo, são as atividades de tratamento de beleza (95,9%), serviços domésticos (95,6%) e a fabricação de artigos de vestuário (94,8%).

No entanto, um estudo divulgado no final de dezembro de 2019, pela Organização das Nações Unidas (ONU), aponta que as brasileiras têm mais estudo que os homens, porém, a renda ‘delas’ é 41,5% menor que a ‘deles’. E foi pensando em ampliar a visão sobre o empoderamento feminino e a participação da mulher na sociedade que a ACIC criou o Conselho da Mulher Empreendedora (CME), em 2015, busca garantir a participação plena e efetiva das mulheres no mercado de trabalho e nas posições de liderança das organizações, e abrir espaço para a voz feminina em todos os níveis de tomada de decisão, seja na vida pública ou na iniciativa privada.

Publicidade

O CME foi idealizado pela presidente da ACIC, Adriana Flosi, que tomou a iniciativa com base em sua própria experiência profissional. Empresária no ramo de Educação e de Eventos, Adriana foi a primeira mulher a ocupar a presidência da ACIC, em 2010, época em que a entidade completava 90 anos.

O objetivo do CME é impulsionar a cultura empreendedora junto às mulheres, por meio de abordagens de conteúdos pragmáticos, atuais e relevantes para a administração dos negócios. As reuniões são realizadas mensalmente e, desde o seu início, o Conselho já impactou cerca de 2.500 mulheres empreendedoras ou que ocupam cargos de liderança, com mais conteúdos relevantes, tais como inovação, gerenciamento e administração, marketing digital, identidade visual, desenvolvimento web, uso do LinkedIn para negócios, planejamento de marketing para PMEs, gestão de processos, finanças, inteligência emocional e liderança.

Atualmente, além de liderar a ACIC, Adriana também é presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campinas (CDL), vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e vice-presidente da Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp). “A equidade de gênero começa em ‘casa’. Por isso, quando assumi a presidência da associação busquei ocupar metade dos cargos com mulheres. O equilíbrio é que faz os negócios serem melhores para todos, homens e mulheres”, garante Adriana.

E ‘santo de casa’ também faz milagre sim. Atualmente, na ACIC, 60% dos colaboradores são do sexo feminino e, dos cargos de liderança, 60% são ocupados por ‘elas’. “Isso trouxe resultados, pois o quadro de associados cresceu 100% em sete anos”, atesta Adriana.Foto:  Adriana Flosi recebe convidadas no Conselho da Mulher Empreendedora Meeting 2019 (SNE/2019). Crédito: Divulgação.

Publicidade

Campinas

2 milhões de motos são esperadas no “Acelera para Cristo” rumo a Campinas

Publicado

em

motos

Ação evangelística e solidária contará com apoio das prefeituras de São Paulo e de Campinas e deve reunir mais 2 milhões de motos, superando a edição passada, que contou com 1,2 milhões de motociclistas.

O trajeto de 97 km começa às 10h, no Sambódromo do Anhembi, e seguirá em direção à cidade Campinas.

De acordo com os organizadores o evento contará com uma megaestrutura, que inclui: banheiros químicos, quatro ambulâncias, dois guinchos (caso alguma moto quebre na estrada), engradamentos de seguranças, seguranças, três camarins e um palco para as apresentações musicais.

Para participar da motociata é necessário preencher um cadastro disponível no site, clique aqui

Publicidade
Continue Lendo

Campinas

Campinas terá vacinação contra covid sem agendamento nesta quinta e sexta

Publicado

em

Por

Serão cerca de 12,5 mil vagas disponíveis em 44 Centros de Saúde nos dias 3 e 4/02; seis unidades atenderão somente crianças.

A Secretaria de Saúde vai disponibilizar em torno de 12,5 mil vagas sem agendamento para a vacinação contra a covid-19 nesta quinta e sexta-feira, dias 3 e 4 de fevereiro, das 8h às 17h. Serão cerca de 500 vagas para crianças (primeira dose) e aproximadamente 12 mil para adultos (dose adicional e segunda dose adicional para imunossuprimidos que receberam o reforço há quatro meses).

As vacinas serão aplicadas em 44 centros de saúde – seis vão atender exclusivamente crianças e 38 serão destinadas para adultos. Confira quais são as unidades disponíveis no site vacina.campinas.sp.gov.br.

Na segunda-feira, 31 de janeiro, foram abertas mais de 25 mil vagas para adultos e crianças, mas nem todas foram preenchidas. Por isso, haverá o atendimento de demanda espontânea.

Publicidade

As pessoas que fizeram agendamentos devem comparecer às unidades na hora marcada. Os demais serão atendidos mediante distribuição de senhas de acordo com a disponibilidade de vagas de cada centro de saúde.
Os documentos necessários e outras informações sobre a vacinação podem ser consultados no site vacina.campinas.sp.gov.br.

Continue Lendo

Campinas

Livraria da Vila volta a Campinas

Publicado

em

Rede retorna à cidade em nova unidade com projeto inovador e mais de 30 mil itens entre livros, jogos e artigos de papelaria

A Livraria da Vila, que completa 36 anos em 2021, inaugura nesta terça-feira (09/11), uma nova unidade em Campinas (SP). A loja marca o retorno da Rede à cidade, onde esteve presente até 2018. Localizada no Shopping Iguatemi, um dos mais tradicionais da cidade, a unidade conta com aproximadamente 510m2 dedicados à literatura e um mix completo de livros e serviços para atender a todos os públicos.

Essa é a sétima loja inaugurada desde 2020, quando Livraria da Vila iniciou seu plano de expansão. Com a nova unidade a rede passar a contar com 17 unidades, sendo quinze na Grande São Paulo e duas no Paraná.

“No início de 2018 fechamos uma unidade em Campinas, e sempre recebemos mensagens de clientes tristes pedindo nosso retorno. Agora surgiu essa possibilidade no Shopping Iguatemi, um dos mais tradicionais da cidade, e ficamos muito felizes por voltar”, conta Samuel Seibel, Presidente da Livraria da Vila.

Publicidade

Com 30 mil itens entre livros, jogos, brinquedos e artigos de papelaria, o mix de produtos da loja foi desenvolvido especialmente para o público da região. A escolha do acervo se deu a partir de pesquisas e conta com títulos para todos os gostos. Entre os destaques estão livros atuais e fundo de catálogo, desde literatura jovem até grandes clássicos da literatura.

Destaque para obras de não-ficção com títulos em humanidades, negócios, autoajuda e religião. A nova unidade conta ainda com espaço exclusivo para o público infantil. São 75 m2 com mobiliário lúdico e entrada de luz natural dedicados especialmente para a formação de leitores mirins.

“Sempre buscamos um mix entre lançamentos e obras importantes do catálogo das editoras. Pesquisamos o mercado, usamos o know-how das outras lojas, analisamos as tendencias, e montamos um acervo variado para atender o público eclético que frequenta o Shopping”, reforça Seibel. Além do amplo acervo, os consumidores da região contarão ainda com o programa ‘Seu jeito de Ler’, que converte pontos em descontos. “É um plus para incentivar a leitura”, complementa Seibel.

A loja conta ainda com uma unidade da La Guapa Empanadas Artesanais, famosa rede de empanadas artesanais da Chef Paola Carosella. Aconchegante, o espaço de 60m2 oferece diversas opções de empanadas, sobremesas e um excelente café. “Boa comida, bom café e bons livros sempre foi um combo delicioso, e conosco não poderia ser diferente. Une-se a essa equação a paixão e cuidado da La Guapa e da Vila pelos seus clientes, um casamento construído com muito carinho desde que abrimos nossa segunda loja na Vila da Lorena, em 2014”, conta Benny Goldenberg, diretor da La Guapa.

Publicidade

A estratégia da Vila, que inaugurou sete unidades entre dezembro de 2020 e julho de 2021 – Shopping Eldorado, na Zona Oeste, Park Shopping São Caetano, no ABC, Shopping Anália Franco, na Zona Leste, Pátio Paulista¸ no coração de SP, Shopping Maia, em Guarulhos, Shopping Center Norte, na Zona Norte, e Shopping Morumbi, na Zona Sul -, é investir em lojas mais compactas, uma curadoria pensada no cliente e um atendimento feito por vendedores apaixonados por livros- característica tradicional da rede.

Serviço:
Livraria da Vila – Shopping Iguatemi
Endereço: Avenida Iguatemi, nº 777 – Loja 137A1 – Vila Brandina
Horário: Segunda a sábado das 10 às 22h, domingos e feriados das 14h às 20h
Telefone: (19) 2042.4464| WhatsApp da rede: 11 99539-0321

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares