Na tarde dessa terça-feira (02), o prefeito de Campinas informou que vai adotar a fase vermelha no município a partir desta quarta-feira (03), como forma de combate à pandemia do novo coronavírus. 

Apenas o funcionamento das atividades consideradas essenciais por um período de 15 dias será permitida, com reavaliação em uma semana. Deste modo, estabelecimentos como bares, restaurantes, academias, salões de beleza e outros ficarão impedidos de abrir. As aulas, sejam na rede municipal, estadual ou particular, bem como nas universidades também estarão suspensas no período.

As igrejas poderão funcionar até às 20 horas, com limite de público de até 30%. 70% dos funcionários da prefeitura de Campinas vão atuar no modelo de teletrabalho e o acesso ao paço municipal será limitado.

A medida é necessária para evitar um colapso na rede pública de saúde, já que a ocupação de leitos de UTI no município está em 90,69%.