Brasil

Governo esclarece que não haverá cobrança de alunos ricos em Universidades Federais

Greve de professores

De acordo com o Ministério da Fazenda, as iniciativas mencionadas na reportagem “Governo cogita cobrar de alunos ricos em federais e mudar Fundeb para ajustar contas”, publicada pela Folha de S.Paulo, jamais estiveram entre as medidas em análise pela pasta. A nota de esclarecimento foi emitida pela Assessoria Especial de Comunicação Social do Ministério da Fazenda, neste segunda-feira (8).

O Ministério da Fazenda enfatiza que não houve consulta ao órgão por parte do jornal, o que impossibilitou uma manifestação oficial antes da publicação da matéria. A pasta reitera que não cogita cobrar mensalidades de estudantes das universidades federais, nem alterar o Fundeb como parte de medidas para ajuste fiscal.

A reportagem da Folha de S.Paulo, que gerou ampla repercussão, trouxe à tona questões sensíveis envolvendo o financiamento da educação pública no Brasil. Contudo, o Ministério da Fazenda reforça que tais ações não fazem parte de suas estratégias ou propostas em curso.

O esclarecimento do Ministério visa corrigir as informações divulgadas e evitar a propagação de dados incorretos que possam causar confusão ou desinformação entre a população.

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98