TV, Cinema e Teatro

Deadpool 2 (8,0)

Deadpool 2 tem um dono e atende pelo nome de Ryan Reynolds! Sim meu amigo, o filme é dele e ele se sente muito a vontade ali. O problema é que os coadjuvantes ficam meio de lado e poucos tem a chance de conseguirem desenvolver melhor seus personagens. Mas ainda assim, a sequência da entrevista para escolherem o time que integrará a X-Force é hilariante, assim como 90% das piadas. Mas nem todas elas fazem a narrativa andar para frente, pois a obrigatoriedade de inserirem essas gags o tempo todo prejudica o produto final.

David Leitch substitui Tim Miller a altura e ainda deixa as coreografias de luta mais encorpadas e viscerais (lembrando que Leitch trabalhava como coordenador de dublês em Hollywood). Só não dá pra dizer o mesmo da direção de atores e Josh Brolin sofre um pouco aqui. É verdade que seu Cable tem um visual parrudo, mas falta aprofundamento em seu passado, pois ele parece ser um personagem com muitas camadas.

[SPOILER]

Fique esperto com as aparições rapidíssimas de Brad Pitt como Vanisher e de Stan Lee, que tem seu rosto grafitado no muro de um prédio. Assim como Terry Crews, Bill Skarsgard e toda a trupe da nova geração dos X-Men que fazem uma ponta sensacional.

[FIM DO SPOILER]

E como a receita já foi usada duas vezes e já tenha saturado um pouco, seria interessante acompanharmos um filme da X-Force, ao contrário de outra aventura solo de Deadpool. Com aquele desfecho, abre-se espaço para trabalharem roteiros que dialoguem com viagens no tempo e isso poderá ser um diferencial e tanto.

Obs.: Fiquem espertos pois Deadpool 2 conta com duas das melhores cenas pós-crédito já vistas!

Assista em Hortolândia no CineSystem

Por Éder de Oliveira
Jornalista e criador do site www.cinemaepipoca.com.br

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98