Connect with us

TV, Cinema e Teatro

Confira os indicados ao Oscar 2021

Publicado

em

Os indicados ao Oscar 2021 já foram nomeados e, como já era de se esperar, os serviços de streaming tomaram conta desta lista. Ou seja, por bem ou por mal, a Academia precisou rever seus conceitos para que a premiação mais conhecida e glamorosa da Sétima Arte pudesse ocorrer.

Bacurau, excelente projeto brasileiro que tinha chances na categoria Melhor Filme Estrangeiro, ficou de fora. Os destaques vão para Mank, dirigido por David Fincher, com 10 indicações e Minari, Nomadland, Meu Pai, Judas e o Messias Negro, Os 7 de Chicago e O Som do Silêncio, com seis indicações cada.

Outros dois apontamentos importantes vão para:

  • A nomeação póstuma de Chadwick Boseman como Melhor Ator em A Voz Suprema do Blues (o ator que faleceu em 28 de agosto do ano passado, após luta contra o câncer);
  • É a primeira vez que a indicação de Melhor Direção conta com duas mulheres.

Segue a lista dos indicados:

Melhor filme

“Meu pai”

‘”Judas e o messias negro”

“Mank”

“Minari”

“Nomadland”

“Bela vingança”

“O som do silêncio”

“Os 7 de Chicago”

Melhor atriz

Viola Davis – “A voz suprema do blues”

Andra Day – “Estados Unidos Vs Billie Holiday”

Vanessa Kirby – “Pieces of a woman”

Frances McDormand – “Nomadland”

Carey Mulligan – “Bela vingança”

Melhor ator

Riz Ahmed – “O som do silêncio”

Chadwick Boseman – “A voz suprema do blues”

Anthony Hopkins – “Meu pai”

Gary Oldman – “Mank”

Steve Yeun – “Minari”

Melhor direção

Thomas Vinterberg – “Druk – Mais uma rodada”

David Fincher – “Mank”

Lee Isaac Chung – “Minari”

Chloé Zhao – “Nomadland”

Emerald Fennell – “Bela vingança”

Melhor atriz coadjuvante

Maria Bakalova – “Borat: fita de cinema seguinte”

Glenn Close – “Era uma vez um sonho”

Olivia Colman – “Meu pai”

Amanda Seyfried – “Mank”

Yuh-Jung Youn – “Minari”

Melhor ator coadjuvante

Sacha Baron Cohen – “Os 7 de Chicago”

Daniel Kaluuya – “Judas e o messias negro”

Leslie Odom Jr. – “Uma noite em Miami”

Paul Raci – “O som do silêncio”

Lakeith Stanfield – “Judas e o messias negro”

Melhor filme internacional

“Druk – Mais uma rodada” (Dinamarca)

“Shaonian de ni” (Hong Kong)

“Collective” (Romênia)

“O homem que vendeu sua pele” (Tunísia)

“Quo vadis, Aida?” (Bósnia e Herzegovina)

Melhor roteiro adaptado

“Borat: fita de cinema seguinte”

“Meu pai”

“Nomadland”

“Uma noite em Miami”

“O tigre branco”

Melhor roteiro original

“Judas e o Messias negro”

“Minari”

“Bela vingança”

“O som do silêncio”

“Os 7 de Chicago”

Melhor figurino

“Emma”

“A voz suprema do blues”

“Mank”

“Mulan”

“Pinóquio”

Melhor trilha sonora

“Destacamento blood”

“Mank”

“Minari”

“Relatos do mundo”

“Soul”

Melhor animação

“Dois irmãos: Uma jornada fantástica”

“A caminho da lua”

“Shaun, o Carneiro: O Filme – A fazenda contra-ataca”

“Soul”

“Wolfwalkers”

Melhor curta de animação

“Burrow”

“Genius Loci”

“If anything happens I love you”

“Opera”

“Yes people”

Melhor curta-metragem em live action

“Feeling through”

“The letter room'”

“The present”

‘”wo distant strangers”

“White Eye”

Melhor documentário

“Collective”

“Crip camp”

“The mole agent”

“My octopus teacher”

“Time”

Melhor documentário de curta-metragem

“Collete”

“A concerto is a conversation”

“Do not split”

“Hunger ward”

“A love song for Natasha”

Melhor som

“Greyhound: Na mira do inimigo”

“Mank”

“Relatos do mundo”

“Soul”

“O som do silêncio”

Canção original

“Fight for you” – “Judas e o messias negro”

“Hear my voice” – “Os 7 de Chicago”

“Husa’vik” – “Festival Eurovision da Canção: A saga de Sigrit e Lars”

“Io sì” – “Rosa e Momo”

“Speak now” – “Uma noite em Miami”

Maquiagem e cabelo

“Emma”

“Era uma vez um sonho”

“A voz suprema do blues”

“Mank”

“Pinóquio”

Efeitos visuais

“Problemas monstruosos”

“O céu da meia-noite”

“Mulan”

“O grande Ivan”

“Tenet”

Melhor fotografia

“Judas e o messias negro”

“Mank”

“Relatos do mundo”

“Nomadland”

“Os 7 de Chicago”

Melhor edição

“Meu pai”

“Nomadland”

“Bela vingança”

“O som do silêncio”

“Os 7 de Chicago”

Melhor design de produção

“Meu pai”

“A voz suprema do blues”

“Mank”

“Relatos do mundo”

“Tenet”

TV, Cinema e Teatro

O que esperar de Mercenários 4?

Publicado

em

Os Mercenários é uma franquia de sucesso e que, ao longo de três filmes, arrecadou mais de 780 milhões de dólares pelo mundo. Protagonizado por astros do cinema de ação como Sylvester Stallone, Jason Statham e Dolph Ludgren, ganhará o quarto episódio.

O carismático Terry Crews está fora da sequência, que terá adição de Megan Fox, Andy Garcia, 50 Cent e Tony Jaa. Mas o que esperar do projeto? Seria esta a redenção após o fracasso de crítica de Os Mercenário 3? Com filmagens previstas para outubro de 2021 (este atraso foi devido à situação do Covid 19), será dirigido por Scott Waugh (Need for Speed: O Filme).

Éder de Oliveira e Alessandro Oliveira dão seus pitacos, fazem previsões e relembram suas experiências com os filmes brucutus dos anos 80 e 90, ao longo de 45 minutos de podcast.

Vem com a gente e, caso queira entrar em contato para sugestão de filmes e notícias a serem debatidos, mande um email para [email protected].

Ouça o podcast na íntegra acessando

Continue Lendo

TV, Cinema e Teatro

Galinha Pintadinha lança nova série pelo YouTube Originals

Publicado

em

Com estreia marcada para 18 de setembro, Crescendo com a Galinha Pintadinha é a mais nova produção da marca e terá 13 episódios

A Galinha Pintadinha está sempre se reinventando e originando novas produções voltadas para o seu principal público: as crianças. Crescendo com a Galinha Pintadinha é a mais recente produção da marca, feita em parceria com o YouTube Originals. Serão 13 episódios, com estreia global em 100 países e 3 idiomas (português, espanhol e inglês). Famílias do mundo inteiro vão poder curtir e aproveitar mais um conteúdo da Galinha Pintadinha – ou, como se diz no México, da Gallina Pintadita, ou ainda da Lottie Dottie Chicken, como é  chamada nos Estados Unidos. 

A estrela da nova série é a Galinha Pintadinha Mini, personagem que envolve o público com narrativas e atividades educativas. O conteúdo, além das boas histórias, conta com músicas e brincadeiras, divertindo, animando e colaborando para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais das crianças. A Galinha Pintadinha também tem compromisso com a valorização da cultura brasileira, resgatando elementos tradicionais de nossa música e do folclore, o que também vai estar presente em Crescendo com a Galinha Pintadinha.  

Os episódios da nova série serão publicados semanalmente aos sábados ou às sextas-feiras. O trailer está disponível neste llink: https://youtu.be/azJUcHqjkBk.

A Galinha Pintadinha nasceu e cresceu dentro do YouTube, sendo hoje o maior canal de animação infantil brasileiro, com mais de 27 milhões de inscritos. Está na lista dos dez maiores canais nacionais da plataforma. Coleciona grandes sucessos, como os vídeos Upa Cavalinho, com 1,8 bilhão de visualizações, e Dona Aranha, com 1,2 bilhão.

A parceria com o Youtube Originals é resultado de 12 meses de trabalho e contou com diversos profissionais, incluindo consultores em educação infantil, roteiristas, animadores edubladores. Mas o principal mesmo vem a partir do dia 18 de setembro: o público.

“Este projeto foi muito especial para nós por vários motivos. É a primeira produção que fizemos em parceria com o YouTube Originals. Contamos com a ajuda de novos colaboradores de roteiro, animação e som, do Brasil e do exterior, além de um time especialista em educação, que nos guiou por temas importantes para os pequenos em fase pré-escolar. A Galinha Pintadinha Mini e sua turma é o nosso formato preferido para contar histórias com a personagem. Estamos muito contentes com este lançamento porque preparamos nos últimos anos cada pedacinho do desenho animado com muito carinho, e estamos ansiosos para que as crianças aprendam e se divirtam muito com eles”, explica Juliano Prado, sócio-criador da Galinha Pintadinha.

Continue Lendo

TV, Cinema e Teatro

Lá Casa de Papel tem novos episódios

Publicado

em

Que La Casa de Papel divide opiniões, isso é fato. Uns amam, outros odeiam, mas não há como ficar inerte a este fenômeno. Em entrevista dada a mim, o ator Enrique Arce, que interpreta Arturo, relembra da época do lançamento e diz que “a série foi um fracasso na Espanha e não aconteceu nada. Depois a Netflix viu, gostou e comprou. E aí o sucesso na América Latina e na Europa se deu ao mesmo tempo”.

E são eles, os personagens, que fazem toda a diferença nesta temporada. Pois, com um roteiro lotado de dramalhão e sem pé nem cabeça (há planos em cima de planos em cima de outros planos, todos feitos enquanto Berlim ainda era vivo), ficaria difícil segurar a obra se não houvesse um fascínio do espectador para com este grupo de assaltantes de bom coração.

São cinco episódios de 40 minutos a uma hora e que parte exatamente dos acontecimentos finais da temporada anterior. Com orçamento robusto, as cenas de ação enchem os olhos e vão se intensificando – o embate contra um grupo de elite é de tirar o fôlego.

Fica evidente que a série se estendeu demais, que precisa ser encerrada (e isso deve acontecer a partir de 3 de dezembro deste ano) e que Álvaro Morte (o Professor), Pedro Alonso (Berlim, sempre em flashbacks) e Úrsula Corberó (Tóquio), são a trinca deste universo.

Ah… e prepare o coração para um grande acontecimento, que pegará você desprevenido.

Por Éder Pessôa

Redator Freelancer

Portfólio: https://ederopessoa.wixsite.com/redatorfreelancer

Continue Lendo

Populares