Connect with us

Eventos

Hopi Hari lança edição comemorativa de 20 anos da Hora do Horror

Publicado

em

Duas décadas de sustos no País Mais Divertido do Mundo se materializam em uma única temporada, a partir do dia 3 de setembro. A Hora do Horror 20 anos: Déjàvu traz de volta às terras de Hopi Hari todas as criaturas que atormentaram os sonhos dos visitantes em edições anteriores. Este ano, a maior atração de horror da América Latina retorna com novidades, entre elas, uma programação iniciada ainda durante o dia e um percurso noturno aterrorizante.

Representar a jornada que o Parque traçou desde sua primeira edição em 2002, O Medo Nunca Foi Tão Real, envolve muito empenho, como explica o diretor artístico de Hopi Hari, Rogério Barbatti: “Uma grande produção vem se construindo ao longo dos últimos três meses e, desta vez, temos o objetivo de conectar todas as histórias das edições anteriores em formatos que respeitem nossos protocolos anticovid-19. Mesmo assim, arquitetamos uma experiência totalmente imersiva, buscando aproveitar os espaços e recursos que o Parque já tem, de maneira criativa.”

Para proporcionar essa vivência, Hopi Hari assume o papel de ‘País Mais Assustador do Mundo’, a começar pelas fachadas. O Imigradero dá um pontapé inicial para o sentimento de nostalgia envolver o público, com elementos de anos passados, por exemplo, o Dragão do Castelo, da edição de 2013, intitulada Era Uma Vez. Enquanto o Sol brilha no céu, shows temáticos marcam as regiões do Parque. No Saloon Show de Wild West, na hora do almoço, acontece o Horror Live Show – Amor de Sangue, uma apresentação ao vivo com clãs de vampiros que relembram as trilhas sonoras da Hora do Horror em meio a um enredo cheio de reviravoltas.

A criançada poderá se divertir no Klapi Klapi Show, em Infantasia, com a bruxinha Harikadabra e os seus padrinhos abóboras na Helloween Hari. Depois do show, além das sessões de fotos, as travessuras tomam as lojas e atrações do Parque. Mas, a viagem ao passado não para por aí. As lembranças voltam a pulsar os corações dos visitantes, em um percurso especial, realizado depois que o Sol se põe. Nele, será possível viajar por meio de portais mágicos, que levam o visitante às arrepiantes criaturas de cada edição da Hora do Horror. Durante este trajeto, realizado à pé, será possível encontrar um ser também muito especial.

A HISTÓRIA Os fios de todas essas narrativas são tecidos para dar forma a uma ‘criatura-guia’, batizada como Vidutus. Este ser, híbrido e mitológico, é resgatado de lendas antigas, ora como a personificação das trevas, ora como um espírito justiceiro. Sua primeira aparição foi relatada em 84 d.C., quando um camponês teve seu corpo quase todo queimado enquanto dormia. O homem sobreviveu e confidenciou, depois, a um amigo, ter visto, em meio às chamas, um ser de buracos fundos no lugar da boca e dos olhos, sendo consumidos por parasitas.

A coincidência é que, 20 anos antes desta fatídica noite, o camponês havia escapado do grande incêndio que consumiu Roma. O relato foi registrado em um livro ocultista e permaneceu na sombra do esquecimento por muito tempo. Anos depois, outro livro de uma sociedade esotérica das antigas Antilhas registrou o nome ‘Vidutus’ em suas escrituras. Desta vez, o ser foi retratado como uma divindade da justiça, que ceifa almas daqueles que fugiram de seu inevitável destino ou não aprenderam o que deveriam.

Ambos papéis desta criatura se ligam aos sentimentos que esta Hora do Horror quer despertar ao chamar-se Déjàvu. Vidutus funde passado e presente e, nesta confusão de memórias, sejam elas reais ou meras ilusões da mente humana, faz com que momentos tenebrosos voltem à tona. Então, os portais se abrem, e a trilha de pesadelos sem fim começa.

A construção de tão peculiar personagem veio de um longo processo: “Já de início, criamos um ser que representasse toda atração, com o poder de manipular o tempo e as lembranças. Mas ainda não sentíamos a sensação que queríamos trazer. Foi aí que, em um debate com nossa equipe criativa, procuramos palavras relacionadas às memórias, sensações ou algo que parece já ter sido visto. Daí nasceu o nome Déjàvu. A partir daí, Vidutus caracterizou esse conceito. Ele poderá ser visto em qualquer parte da Hora do Horror. O papel dele é se infiltrar nas mentes humanas e torná-las prisioneiras de um eterno ‘Déjàvu dos horrores’”, explica Barbatti.

COVID-19 Sustos e nostalgia são as sensações mais esperadas para esta edição da Hora do Horror, porém, o Parque também quer uma diversão segura. Então, todos os protocolos anticovid-19 serão seguidos e, se necessário, adaptados ao modelo da atração.

O Presidente do Parque, Alexandre Rodrigues, detalha: “Nós continuamos atendendo os protocolos do Governo do Estado, além de nossas próprias medidas. Ao chegar, como de costume, a temperatura é aferida e o uso de máscara é obrigatório durante toda visitação. Os pontos de álcool continuam disponíveis e, para a Hora do Horror, planejamos corredores com grades para a limitação do público. Para os personagens, a caracterização conta com máscara de proteção. Lembramos também que a responsabilidade é de todos. Se todos fizerem sua parte, todos poderão aproveitar ao máximo.”

TEMPORADA A Hora do Horror 20 anos: Dèjávu acontece de sexta a domingo, e em feriados, de 3 de setembro até 28 de novembro. Os shows temáticos iniciam a partir das 13h30, e toda sua programação pode ser consultada logo na entrada do Parque (sujeito a alterações). O percurso noturno, que relembra toda a história da atração, abre às 18h30, finalizando às 20h30. Todas as informações sobre Passaportis podem ser conferidas neste link. Vale lembrar que o Hopi Hari não se responsabiliza por Passaportis adquiridos fora de seus canais oficiais de vendas.

Sobre o Parque Temático Hopi Hari

Localizado no interior paulista, próximo a Região Metropolitana de Campinas, o Parque Temático Hopi Hari conta com infraestrutura completa para receber famílias, escolas, excursões turísticas e amantes de parques de todo o país. Ao todo são cinco regiões temáticas, distribuídas em 760 mil metros quadrados. Além disso, conta com um dos teatros mais modernos de São Paulo (Theatro di Kaminda) e a mais rápida montanha-russa da América do Sul (Montezum) e ainda oferece mais de 40 atrações para todas as idades, mais de 20 pontos de alimentos e bebidas (incluindo comida vegana), enfermaria, sanitários, fraldários, área para amamentação e estacionamento para cinco mil veículos.

SERVIÇO
Hora do Horror 20 anos: Déjàvu
Data: 3 de setembro a 28 de novembro
Sessões: de sexta a domingo e em feriados, shows temáticos a partir das 13h30 e percurso noturno às 18h*
Horário de funcionamento do Parque: Clique aqui
Central de Vendas: (11) 4210 4000
Serviço de Atendimento: (11) 4290 0333
Local: Hopi Hari – Rodovia dos Bandeirantes, km 72, Moinho, Vinhedo (SP) – Mapa aqui

https://www.hopihari.com.br/temporada/PreHoraHorror

*Sujeito a alterações

Eventos

Orquestra Sinfônica de Indaiatuba faz concerto presencial da série O Brasil e o Mundo

Publicado

em

Apresentação cria um diálogo entre as obras de Mozart e José Maurício Nunes Garcia; a entrada é gratuita

Orquestra Sinfônica de Indaiatuba realiza, no dia 26, o segundo concerto da temporada O Brasil e o Mundo, que celebra a conexão de artistas mundiais e regionais. A apresentação Universo Clássico: Mozart e José Maurício Nunes Garcia acontece às 20h, na Sala Acrísio de Camargo, no CIAEI (Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba), e recebe os solistas Adonhiran Reis e Gabriel Marin.

Wolfgang Amadeus Mozart e o Padre José Maurício Nunes Garcia habitaram universos muito diferentes, mas tinham um estilo clássico comum. Enquanto Mozart teve um marco na sua trajetória musical com a obra Sinfonia Concertante, escrita para violino, viola e orquestra, Nunes Garcia conseguiu a alcunha de ‘Mozart Brasileiro’, por ser um dos maiores nomes da música clássica nacional na primeira metade do século 19. Sua obra é, majoritariamente, sacra e para o espetáculo da Sinfônica será apresentada a Abertura em Ré, uma de suas poucas peças instrumentais.

O concerto tem direção artística e regência do maestro Paulo de Paula e conta com a participação de dois solistas na Sinfonia Concertante: o violinista Adonhiran Reis, que é professor de violino da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e tem presença garantida nos principais festivais do Brasil e exterior como França e Alemanha; e o violista Gabriel Marin, que já foi chefe de naipe das violas da OSB por seis temporadas além ter atuado em outras orquestras como as sinfônicas da Paraíba, Sergipe e Campinas e a Orquestre D’Auvergne, da França.

COMO ASSISTIR? O concerto Universo Clássico: Mozart e José Maurício Nunes Garcia têm entrada gratuita, mas é preciso reservar os lugares por meio do preenchimento de um formulário online, que está neste link. É possível reservar no máximo cinco entradas por pessoa das 300 disponíveis – devido à capacidade de público do teatro em número reduzido, em razão do covid-19. 

Vale lembrar que é obrigatório o uso máscara e o respeito ao distanciamento durante toda a atração. No dia do concerto, aqueles que quiserem contribuir podem fazer a doação de um litro de leite longa vida. O CIAEI – Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba fica na avenida Engenheiro Fábio Roberto Barnabé, 3665, Jardim Regina, Indaiatuba (SP).

TRANSMISSÃO Para quem não conseguir ingressos ou não puder comparecer na apresentação presencial, o concerto será transmitido no dia 30 de setembro, às 20h, no canal do YouTube da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba, disponível neste link.

O BRASIL E O MUNDO As nuances desta série se entrelaçam em um rico diálogo entre a música universal e a regional. Cada um dos três concertos mescla, de uma maneira muito própria, obras reconhecidas, pertencentes ao repertório clássico universal, com peças que transmitem e se reverenciam à cultura brasileira. Assim, o Brasil e o mundo são colocados em perspectiva por meio de uma experiência enriquecedora.

A viabilização desta temporada é fruto do reconhecimento do trabalho da Orquestra.  Em novembro de 2020, a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba recebeu o Prêmio Histórico de Realização em Música, pelo Governo do Estado de São Paulo. Por ter conquistado o 1º lugar na premiação, após avaliação técnica de uma comissão especializada. Estes recursos estão sendo investidos nos projetos deste ano, incluindo a série de apresentações O Brasil e o Mundo.

Além de Universo clássico: Mozart e Padre José Maurício Nunes Garciaintegram este conjunto os espetáculos Bach e Villa-Lobos: de mestre para mestre, que aconteceu em agosto no formato online, e Erudito e Popular. A realização da série O Brasil e o Mundo é da Associação Mantenedora da Orquestra de Indaiatuba (AMOJI), em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de Indaiatuba.

Orquestra Sinfônica de Indaiatuba – Vídeo clique aqui

SERVIÇO
Série o Brasil e o Mundo – Orquestra Sinfônica de Indaiatuba
Concerto: Universo Clássico: Mozart e José Maurício Nunes Garcia
Solistas: Adonhiran Reis (violino) e Gabriel Marin (viola)
Data: 26 de setembro
Horário: 20h
Onde: Sala Acrísio de Camargo (CIAEI – Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba), avenida Engenheiro Fábio Roberto Barnabé, 3665 – Jardim Regina, Indaiatuba (SP)
Reservasclique aqui

ONLINE Com canções praieiras ou sambas baianos, toda a influência e brasilidade do compositor baiano Dorival Caymmi se faz presente no concerto da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba – intitulado Caymmi. A homenagem, que aconteceu presencialmente na sexta-feira (10) no CIAEI (Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba), ganha uma sessão online, transmitida neste domingo, 19, às 20h, no canal da Orquestra no YouTube

A apresentação traz no repertório canções como Samba da Minha TerraMarinaSaudade da Bahia e O Bem do Mar. A direção artística é do maestro Paulo de Paula, e os arranjos são de Emanuel Massaro. Dividem o palco com a Sinfônica, os cantores Gustavo Spínola e Camila Foroni, além da banda Vila Jazz

Continue Lendo

Eventos

Taubaté recebe a segunda edição do “Festival do Torresmo”

Publicado

em

Evento tem entrada franca e acontece entre os dias 17 e 19 de setembro

Entre os dias 17 e 19 de setembro, a cidade de Taubaté, recebe, pela segunda vez na região, o “Festival do Torresmo””.

O grande festival pretende movimentar a região e deixar o aroma irresistível da novidade. O evento acontece no Estacionamento do Via Auto Shopping – Avenida Dom Pedro I, 7231 – Estoril – Taubaté.

Os visitantes poderão se deliciar com o que tem de melhor da proteína suína como: joelho de porco, leitão pururuca, costela suína, pernil, panceta e as mais variadas opções de torresmo.

Além dos variados food trucks, o chef Adan Garcia participará do festival com o que há de melhor e mais inusitado quando falamos de carne suína, entre eles o torresmo mineiro, torresmo de rolo, torresmo recheado, entre outras delícias.

Para acompanhar as comidas, nada melhor do que uma boa bebida..Opções não faltarão e prometem agradar pessoas de todos os gostos.

E para os amantes do típico doce espanhol, as opções empolgam. Do tradicional churros de doce de leite ao morango com Nutella, entre outras combinações.

A entrada e as atrações culturais são gratuitas para toda a família. Os alimentos que forem consumidos são pagos a parte. Os preços dos lanches e pratos variam entre R$ 10,00 e R$ 50,00. Para as crianças será montado um amplo Espaço Kids e no evento os “pets” são bem-vindos.

Vale ressaltar que o Festival seguirá os protocolos no combate ao Covid-19, com o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social. A organização é da Focus Produções e Eventos.

Serviço:
Festival de Torresmo em Taubaté
Dias e horários: de 17 a 19 de setembro das 12h às 22h
Local: Estacionamento do Via Auto Shopping
Endereço: Avenida Dom Pedro I, 7231 – Estoril – Taubaté
O evento aceita todos os cartões de débito e crédito
Espaço Kids e Pet Friendly
Preço médio: de R$ 10,00 a R$ 50,00
* Entrada Gratuita

Continue Lendo

Eventos

Grupo musical de percussão Turuntuntun faz concerto presencial gratuito nesta quarta-feira (15/09)

Publicado

em

Para evitar aglomerações, evento será transmitido também pela internet

Os percussionistas do grupo musical Turuntutun, um dos integrantes do CEMM (Centro de Educação Musical Municipal) da Prefeitura de Hortolândia, apresentam-se gratuitamente, nesta quarta-feira (15/09), às 20h, em formato híbrido: presencial e também online, com transmissão simultânea via internet. Nesta nova fase da pandemia do Coronavírus, os grupos da Secretaria de Cultura voltam gradativamente a se apresentar, porém com quantidade reduzida de público e respeitando todos os protocolos de segurança.

Há 25 lugares disponíveis para a apresentação presencial, que acontecerá na Sala Maestro Eleazar de Carvalho, localizada no interior do CEMM, na Rua Vicente Palhão, s/n°, no Jardim Santa Cândida (rua de baixo do supermercado). Quem prefere acompanhar de casa mesmo, basta acessar a página da Banda Municipal no Facebook: www.facebook.com/bandahortolandia.cem.

O programa do concerto terá as seguintes músicas: Anthony Korf – Blue Rhythm Quintet, Heinz V. Moisy – Galloway Drumcall, Ney Rosauro – Suíte Popular Brasileira/ 1º Movimento Baião, Leonard Cohen – Hallelujah e Bituca – As Baquetas.

Confira as orientações para assistir ao concerto em segurança, presencialmente:

•  O ingresso deve ser retirado 15 minutos antes do horário do concerto.

• Obrigatório uso de máscara.

• Serão seguidos os protocolos sanitários para a entrada e de distanciamento.

• Não será permitida a entrada após a lotação estabelecida.

Continue Lendo

Populares