21 de junho de 2024
Saúde & Beleza

“Novo” mosquito transmissor da dengue agora é capaz de se reproduzir em água contaminada

Moradora de Hortolândia

Você sabia que o ‘novo’ mosquito transmissor da dengue pode se reproduzir em água contaminada, como não acontecia anteriormente? É isso mesmo. Em meio aos números alarmantes da doença, os especialistas verificaram essa evolução, que preocupa ainda mais as autoridades e a população em geral.

Para sobreviver ao tempo e às constantes mudanças no ambiente, essa versatilidade é uma característica crucial.

Detalhes sobre o “Novo” mosquito transmissor da dengue

Os especialistas ressaltam que as mudanças no comportamento do mosquito são um fator significativo que contribui para o aumento alarmante de casos de dengue observado recentemente.

Essa habilidade de adaptação é o que torna o Aedes aegypti uma das espécies invasoras mais eficazes do Brasil. Segundo relata o pesquisador da Fiocruz Amazônia, Sérgio Luz, isso facilita sua proliferação e permite a sobrevivência do mosquito em diferentes condições ambientais, assim como o torna um vetor altamente eficiente na transmissão da dengue e de outras doenças.

Diante desse cenário, compreender e monitorar as estratégias de adaptação do Aedes aegypti torna-se essencial para o desenvolvimento de medidas eficazes de controle e prevenção da dengue, visando mitigar os impactos devastadores dessa doença transmitida por mosquitos.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98