Saúde & Beleza

Dicas de alimentação saudável para atletas amadores

alimentação saudável para atletas amadores

Que tal conferir algumas dicas de alimentação saudável para atletas amadores? Lembre-se que, com o aumento da prática de atividades físicas, é essencial fazer ajustes na dieta para melhorar o desempenho, a disposição e resultados. Atualmente, é claro o crescimento dos eventos para atletas amadores, como corridas ao ar livre, assim como a procura pelo esporte.

Porém, na hora de construir sua rotina alimentar, não é ideal se basear em dietas de atletas profissionais. De acordo com a nutricionista do GoodBom Supermercados, Gláucia Renata Balardini, as dietas de atletas profissionais são muito mais restritivas.

“Na modalidade profissional, a alimentação é moldada especificamente para cada esporte e objetivos a serem alcançados. Ela também depende muito do momento e do calendário de campeonatos, sendo construída com a restrição total de vários produtos.  No caso do esporte amador, é possível montar um cardápio bem mais flexível.”

Pensando nisso, a especialista separou algumas dicas para ajudar à adaptações na dieta para quem está aderindo às práticas de exercícios regularmente.

Dicas de alimentação saudável para atletas amadores

Mantenha-se sempre hidratado

A hidratação é um pilar essencial no mundo esportivo. Ela vai além do simples alívio da sede e é decisiva para o desempenho e a recuperação muscular.

“Durante a prática esportiva, o corpo perde muito líquidos através do suor, especialmente em dias quentes ou durante exercícios intensos. Diante disso, para manter-se hidratado, é recomendado ingerir água ou isotônicos para repor o líquido perdido com o suor. Essa estratégia não apenas melhora o desempenho atlético, mas também previne problemas como cãibras e fadiga”, esclarece a nutricionista.

Inclua alimentos anti-inflamatórios na dieta

Treinos exaustivos, com alta intensidade, podem causar um estresse oxidativo no corpo  o que pode aumentar o risco de lesões musculares, desencadeando um processo de inflamação em todo o organismo. Alimentos com ação anti-inflamatória são bons aliados na jornada de um atleta amador. Algumas alternativas são: sardinha, salmão, abacate, cebola, alho, gengibre e cúrcuma.

Conte com os carboidratos

O carboidrato, popularmente conhecido como um vilão das dietas, é uma fonte indispensável de energia, principalmente em treinos intensos. A substância ajuda não só na disposição, mas também acelera a recuperação muscular, retarda a fadiga e ajuda a preservar o sistema imunológico. Portanto, é necessário tê-lo como parte da alimentação, mesmo em busca de perder peso”, conclui a especialista.

A alimentação, como peça fundamental, deve ser adequada de acordo com o objetivo de cada atleta, e o corpo de cada pessoa. Diante disso, é sempre recomendável procurar um profissional da nutrição para tirar todas as dúvidas e ter uma dieta personalizada.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98