A campanha de imunização contra a Covid-19 além de salvar vidas, está ajudando a minimizar a fome de muitas pessoas no Estado de São Paulo, através da Campanha Vacina Contra a Fome do Governo do Estado de São Paulo. Nas unidades prisionais, ela foi implementada pelo Grupo de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (Gqvidass) da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).   

Durante os meses de abril e maio a campanha arrecadou aproximadamente 10 toneladas de alimentos não perecíveis que irá beneficiar diversas famílias e instituições que estão passando por momentos difíceis devido à pandemia.   

Só nas unidades prisionais subordinadas à Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Central (CRC), mais de 2 toneladas de alimentos foram arrecadadas e doadas para entidades filantrópicas. Na região de Campinas, ao todo foram arrecadados 332 kg de alimentos, oriundos da Penitenciária Feminina de Campinas e do Complexo Campinas/Hortolândia.  

134 unidades prisionais do estado de São Paulo participaram do projeto. Cada um dos cinco Centros Regionais de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor ficou responsável em contabilizar e organizar as coletas através das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (Cipa) de cada presídio.   

O intuito em desenvolver a campanha foi aproveitar a comoção e participação em massa dos colaboradores da SAP em uma situação tão pontual como o da vacinação contra a Covid-19, para promover a ação solidária de doação, de empatia e apelo social.