Drogas e celulares foram enviadas via Sedex para sentenciados

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que, na tarde de quarta-feira, 9, houve duas apreensões na Penitenciária Odete Leite de Campos Critter, Hortolândia II, em ambas os ilícitos estavam escondidos em bolachas.

O primeiro flagrante ocorreu por volta das 14h, quando agentes penitenciários faziam a revista das correspondências encontraram um relógio Smartwatch com uma tela para substituição, supostamente enviados pela avó de um sentenciado.

Em seguida, encontraram em outra correspondência 12 balas com maconha e outras 44 contendo cocaína, além de uma placa de aparelho celular, que teria sido enviada pela mãe de outro detento.

Diante do ocorrido, foi feito um boletim de ocorrência na Delegacia de Hortolândia e a unidade prisional instaurou procedimento disciplinar para averiguar se os presos, que receberiam as encomendas, tiveram participação no ocorrido.

Artigo anteriorFleury Campinas contrata Recepcionista
Próximo artigoSemáforos recém-instalados na região do Lago da Fé já estão funcionando