Um homem de 40 anos foi preso pela polícia militar na noite de ontem depois de atear fogo na casa onde ele morava junto com a esposa, uma mulher de 46 anos. O caso aconteceu no jardim Paranapanema, em Campinas, onde os dois são casados há seis anos e o homem que é um porteiro, segundo a PM, é alcoólatra, já a mulher, ela é podóloga.

O homem teria passado no bar e quando ele voltou para casa ele estava sem a chave, tinha perdido a chave do portão e estava trancado. Ele discutiu com a mulher e começou toda uma discussão.

O homem pegou um galão de álcool que tinha lá na garagem e aí jogou no cômodo e ateou fogo e logo na sequência a mulher conseguiu escapar e ela não teve ferimentos, segundo um policial, ela chegou a receber um soco mas passa bem.

O corpo de bombeiros foi para lá controlou o incêndio a pm chegou um pouco depois e aí só estava o homem, e já na casa e ele pegou três facas e começou a dizer que iria se matar ele chegou a cortar a raspar a faca no braço por isso ele teve ferimento e a negociação dele com os policiais para ele se render e se entregar durou cerca de 15 minutos.

Os policiais conduziram o homem à Segunda Delegacia de Defesa da Mulher de Campinas, e ele vai responder por injúria, incêndio, ameaça e violência doméstica.