21 de junho de 2024
Policial

Homem se passava por agenciador de modelos para dar golpes

O sonho frustado de jovens modelos que se deixaram iludir por um falso agenciador de modelo. O estelionatário que usava um CNPJ desativado, postava anúncios na internet a fim de conquistar clientes.

Um vez que os contratos eram pagos e assinados, Gustavo Otton fotagrafava os modelos sempre em lugares abertos. Desconfiados do trabalho nunca ser realizado dentro de um estúdio, os clientes resolveram denunciar o homem a polícia até que o golpe ser descoberto.

Cerca de 20 jovens de Hortolândia caíram na farsa.

Fonte: TVB

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98