12 de junho de 2024
Policial

GCM bate viatura e troca tiros durante perseguição em Hortolândia

Durante uma perseguição cinematográfica, a Guarda Civil Municipal de Hortolândia acabou colidindo na traseira do carro perseguido, um Monza furtado. Os agentes perseguiam suspeitos de furto que estavam em um Gol e um Monza, na Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença. Durante a perseguição houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido.

viatura-nova-gm-guarda

De acordo com os patrulheiros, durante a noite de quarta-feira, os agentes foram informados pelo encarregado de obras A. S., de 42 anos, que seu carro, um Monza, havia sido furtado em frente a sua residência, em Hortolândia.

Logo em seguida, os guardas perceberam que o veículo, e um Gol, que segundo testemunhas, estaria dando “cobertura” ao veículo furtado, passaram em frente a sede da GCM, na Rua Odenir Padovani, paralela com a Avenida Emancipação.

Em ação rápida, a GCM saiu da sede com duas viaturas e iniciou uma perseguição. Segundo os agentes, no Jardim Santa Esmeralda, um dos guardas efetuou um disparo de arma de fogo contra o Monza, para tentar Pará-lo, visto que ele não obedeceu a ordem de parada. Para intimidar os agentes, o condutor do Monza parou o carro e deu marcha à ré, colidindo com a frente da viatura, fugindo novamente em alta velocidade.

A perseguição continuou por diversas ruas do bairro, até seguir para a Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença, SP 101. De acordo com relatos dos agentes, o veículo Gol foi perdido pelos guardas, que continuaram a perseguir o Monza furtado.

Na altura do quilômetro 10, o condutor do Monza entrou na contramão, perdendo a direção do veículo e capotando. Mesmo ferido, o acusado ainda efetuou diversos disparos contra os agentes e conseguiu fugir a pé.

O veículo Gol foi localizado no Jardim Santa Esmeralda, na Rua Diamante. Dentro do carro estavam dois adolescentes, o estudante C. H. F., de 16 anos e J. V. P., de 13 anos. Com eles os agentes encontraram uma chave mixa. No entanto, os menores alegaram que o carro era de um tio e não possuía chave, sendo necessário o uso da chave mixa.

Porém, a vítima reconheceu os dois adolescentes como participantes do furto, na companhia do terceiro suspeito que conseguiu fugir.

Os adolescentes foram levados para o Plantão Policial de Hortolândia, onde o caso foi registrado como furto e ato infracional. Após o registro da ocorrência, os menores foram entregues para os responsáveis e liberados.

O caso continuará sendo apurado pela Polícia Civil. As armas dos agentes foram apreendidas, assim como os veículos envolvidos.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98