21 de junho de 2024
Policial

Conferente causa confusão e tenta matar esposa com faca

O conferente E. F. D. G., de 40 anos, foi preso após ser flagrado ameaçando matar a esposa, a cozinheira S. C., de 50 anos, com uma faca no Parque Pavan, em Sumaré. O indiciado ainda tentou fugir da Polícia Militar em um GM Celta, tentando, inclusive, atropelar a esposa e populares que se encontravam na rua. Após muita confusão, a PM conseguiu deter o conferente, que estava visivelmente alterado.

faca-crime

A PM relatou que, por volta das 22h30 de domingo, foram acionados pela cozinheira, afirmando que seu marido queria matá-la. Ao chegar ao local, os agentes foram recebidos pela vítima, que relatou o fato. A vítima ainda informou que o marido faz uso freqüente de drogas e álcool, não sendo essa a primeira vez que a agride e tenta matá-la.

Segundo os policiais, o indiciado invadiu o quintal da residência com o carro, danificando o portão da casa. Logo em seguida, armado com uma faca, partiu para cima da vítima, agredindo-a e ameaçando-a de morte.

Após a agressão, o autor fugiu do local em alta velocidade. A PM passou a procurar o autor, localizando o veículo pelas proximidades.

Os policiais passaram a perseguir o indiciado, que segundo a PM< fazia questão de passaram em frente a residência da vítima. Ainda segundo os agentes, ele estava visivelmente embriagado.

O autor, segundo relatos da PM, passou a “jogar” o veículo contra pedestre e contra a esposa, que estava na calçada da residência.

Com o apoio de outras viaturas, os policiais realizaram um cerco pelas ruas do bairro e conseguiram deter o indiciado. O conferente desceu do carro e tentou fugir, resistindo a prisão, mas acabou sendo algemado e detido.

A faca usada na tentativa de homicídio foi encontrada no veículo e apreendida pela Polícia Civil. A perícia técnica do IC (Instituto de Criminalística), de Americana, também compareceu ao local.

O conferente recebeu voz de prisão em flagrante por tentativa de homicídio e foi encaminhado para a cadeia Pública de Sumaré. O caso continuará sendo apurado pelo 4º distrito Policial da cidade. A vítima passará por exames de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal), em Americana.

HORTOLÂNDIA

A auxiliar de vendas P. G. S., de 30 anos, acusou o ex-marido, o vendedor E. P. S., de 31 anos, de ameaçá-la de morte com uma faca. De acordo com a vítima, na noite de domingo, o autor foi até a pizzaria em que a mulher trabalha e, armado de uma faca, tentou agredi-la, mas foi contido por populares. O caso aconteceu no jardim Santa Clara do Lago I.

O autor nega as acusações e relata que “tudo não passou de uma briga normal de casal”. A vítima relata que está separada do vendedor, mas continua morando na mesma residência.

O caso foi registrado no Plantão Policial e será encaminhado para a polícia Civil, que investigará o caso. A faca usada na ameaça foi apreendida pela Polícia Civil.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98