A superintendência do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp anunciou nesta terça-feira (09/03), a restrição dos atendimentos na Unidade de Emergência Referenciada (Pronto Socorro) e a suspensão de internações para cirurgias eletivas até o dia 26/03. A medida se deve a superlotação do PS, que está trabalhando com 350% da capacidade operacional, o que inclui duas salas de emergência (vermelha) destinada à estabilização dos pacientes graves que chegam à unidade.

No momento, a Unidade de Emergência Referenciada (PS) está com 67 pacientes, sendo 41 com indicação de internação em enfermarias – 14 COVID confirmados. Oito pacientes graves estão entubados. Nos últimos dias houve um aumento expressivo de procura espontânea de casos com síndromes respiratórias que lotaram a Unidade.

A medida de suspensão de internações para cirurgias eletivas é para dar vazão aos pacientes do PS. O comunicado foi enviado à central estadual de regulação de vagas (CROOSS), para os serviços de resgate das rodovias, SAMU, prefeituras da região e grupamento Águia da PM.

Essa medida do PS será por 24 horas e será avaliada para decidir a suspensão ou manutenção da restrição. Todos leitos de UTI e enfermarias do hospital estão ocupados, inclusive os destinados a pacientes com coronavírus.