O presidente da Câmara de Vereadores de Monte Mor (SP), Walton Assis Pereira, teve seus bens bloqueados pela justiça após o Ministério Público aceitar parcialmente uma denúncia de improbidade administrativa.

A investigação, foi denominada “Farra dos combustíveis”, tem um total de 40 réus, entre assessores, funcionários e vereadores. Por enquanto a decisão só atingiu o presidente e o ex-diretor do Legislativo do município William Freire dos Santos.

A principal denuncia é sobre o uso irregular de carros oficiais do município.

A Casa disse ainda que vai aguardar a notificação da Justiça para se manifestar.