Os movimentos sociais e centrais sindicais convocaram para a está sexta-feira (28) uma greve geral nacional contra a reforma da Previdência e mudanças na legislação trabalhista propostas pelo governo Michel Temer.

E nesta quarta-feira (26), os trabalhadores dos Correios de todo o Brasil decidiram entrar em greve a partir das 22h, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect). A paralisação, segundo a entidade, é por tempo indeterminado, caso as negociações não avancem.

Os funcionário dos correios de Campinas e região aderiram, nesta quinta-feira (27), à paralisação nacional da categoria contra demissões, privatização e o fechamento de agências em todo o Brasil.