13 de junho de 2024
Nossa Região

Cidade da região decreta situação e emergência por conta da crise hídrica

crise hídrica

A cidade de Vinhedo anunciou uma situação de emergência devido à grave crise hídrica. Portanto, para enfrentar o problema, a Administração Municipal tomou medidas rigorosas para garantir o abastecimento de água.

Entre as várias ações, está a imposição de multas para moradores que forem flagrados desperdiçando água ao regarem plantas e jardins, mantiverem as torneiras abertas, lavar espaços como varandas, pátios, calçadas e etc. ou mesmo veículos (com exceção dos lava-jatos) ou enchendo piscinas. Os valores iniciais são de R$ 663,01, dobrando caso haja reincidência, se pessoas

Mais detalhes sobre o decreto para enfrentamento da crise hídrica em Vinhedo

O decreto de emergência é válido por 120 dias, durante os quais será implementado um rodízio preventivo de água. Além disso, estão suspensas:

  • a utilização de poços, tanto urbanos quanto rurais, enquanto a estiagem persistir;
  • as aprovações de novos empreendimentos, incluindo a avaliação de plantas e projetos.

A medida visa não apenas controlar o consumo, mas também proteger os recursos hídricos da cidade, assegurando que todos os moradores tenham acesso à água durante este período crítico.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98