Connect with us

Nossa Região

ANEEL divulga reajuste na tarifa de energia para clientes da CPFL Paulista

Publicado

em

energia

O efeito médio para todos os consumidores, considerando alta e baixa tensão, será um aumento de 14,97% a partir de 8 de abril.

A CPFL Paulista, distribuidora do Grupo CPFL Energia que atende 234 municípios do interior de São Paulo, informa que a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje o reajuste tarifário anual (RTA) da concessionária, que entra em vigor a partir do dia 8 de abril de 2022.

O efeito médio total nas tarifas foi um aumento de 14,97% para todos os consumidores, sendo 16,42% para a alta tensão e 14,24% para baixa tensão, em média. Para clientes residenciais o reajuste será de 13,93%.

Para o cálculo das tarifas, a Aneel considera a atualização de custos com a compra de energia (geração), com sistema de transmissão e com a distribuição da energia elétrica (única parte gerenciável pela CPFL Paulista), assim como com os encargos setoriais, conforme regras estabelecidas para o setor.

Os principais fatores que levaram a esse resultado foram o aumento dos custos que não são gerenciáveis pela distribuidora, principalmente decorrentes da crise hídrica vivida pelo país no segundo semestre de 2021, que exigiu uso de fontes de energia mais caras, como termoelétricas, cujos custos não foram cobertos, além de aumento dos encargos setoriais previstos em lei e repassados diretamente pelas distribuidoras.

Por outro lado, por iniciativa da CPFL Paulista, foram considerados aspectos que atenuaram o valor do reajuste, como compartilhamento dos créditos tributários recuperados e efetivamente aproveitados pela Distribuidora entre março de 2021 e fevereiro de 2022, além da expectativa dos créditos fiscais a serem aproveitados pela CPFL Paulista entre março de 2022 e fevereiro de 2023.

Adicionalmente, a partir de maio de 2022 é esperado o fim da bandeira Escassez Hídrica, que vem majorando as contas de energia desde setembro de 2021, com melhora dos níveis dos reservatórios teremos um alívio no custo da bandeira que refletia o cenário hidrológico adverso, trazendo uma redução na conta a partir desse mês.

Considerando os últimos onze anos, a variação da tarifa de energia residencial permanece abaixo da variação do IGP-M (Índice Geral de Preço – Mercado) no mesmo período.

Nossa Região

Seis municípios da RMC receberão recurso extra do governo estadual para combater a dengue

Publicado

em

dengue

A iniciativa faz parte do Plano de Contingência para a prevenção e controle da disseminação da Dengue, Zika e Chikungunya

O governo estadual está investindo R$ 10,7 milhões para ajudar prefeituras no controle da dengue, zika e chikungunya. Os 291 municípios beneficiados foram selecionados com base nos indicadores epidemiológicos e entomológicos. Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), seis cidades estão no “pacote”: Americana, Santa Bárbara d’Oeste, Paulínia, Holambra, Monte Mor, e Santo Antonio de Posse.

Os recursos serão utilizados em ações de combate à disseminação do mosquito transmissor e monitoramento dos casos notificados. A iniciativa faz parte do Plano de Contingência para a prevenção e controle da disseminação da Dengue, Zika e Chikungunya.

O Estado de São Paulo registrou, em 2022, 153 mil casos de dengue e 119 óbitos. Em 2021, no mesmo período, foram contabilizados 117 mil casos de dengue e 44 óbitos. Até o momento, os municípios paulistas contabilizam 174 casos confirmados de chikungunya e dois casos de zika, sem nenhum óbito.

“O investimento é fundamental para diminuir os casos de dengue em todo Estado. Além de ser uma questão de saúde pública, é de extrema importância conscientizar a população sobre a importância de evitar novos focos de ovos do mosquito transmissor”, afirma a Diretora de Vigilância Epidemiologica, Tatiana Lang.

O Plano de Ação tem como objetivo intensificar as visitas domiciliares aos imóveis para a eliminação de potenciais criadouros existentes, realizar a nebulização ambiental, para eliminação de insetos infectados e mobilizar a população na adoção de medidas para evitar criadouros nas residências.  Essas atividades são conduzidas pelos municípios, com apoio técnico do Governo de SP.

PREVENÇÃO. O enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti é uma tarefa contínua e coletiva. As principais medidas de prevenção são: deixar a caixa d’água bem fechada e realizar a limpeza regularmente; retirar dos quintais objetos que acumulam água; cuidar do lixo, mantendo materiais para reciclagem em saco fechado e em local coberto; eliminar pratos de vaso de planta ou usar um pratinho que seja mais bem ajustado ao vaso; descartar pneus usados em postos de coleta da Prefeitura.

Continue Lendo

Nossa Região

Com baixos índices de umidade, região entra em Estado de Atenção

Publicado

em

Por

Consumir muita água, ter cuidado especial com crianças e idosos e evitar queimadas são recomendados para o período

A região de Campinas está em Estado de Atenção pela baixa Umidade Relativa do Ar (URA). Às 11h20 desta segunda-feira, dia 23 de maio, o índice atingiu 29,5%, conforme boletim emitido pelo Departamento de Defesa Civil do município, a partir de dado recebido da Estação Ciiagro/IAC Campinas Região Norte, responsável pela medição.

O Estado de Atenção é decretado quando a URA registra índice entre 20% e 30%. Nesse caso, a principal recomendação é consumir muita água e ter cuidado especial com crianças e idosos.

Também é aconselhado que a população evite exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h e mantenha os ambientes umidificados com vaporizadores, toalhas molhadas ou recipientes com água.

É sugerido, ainda, aguar os jardins e, sempre que possível, permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas. Outra orientação é evitar queimadas que, além de proibidas por lei, prejudicam o meio ambiente e a saúde.

Continue Lendo

Nossa Região

Previsão do Tempo aponta que frio ameniza

Publicado

em

frio

Após uma semana extremamente gelada, as temperaturas parecem dar uma amenizada. A chuva surge de relance para lembrar que o inverno está chegando.

Mantenham os casacos e guarda chuvas a postos e vamos para mais uma previsão semanal do tempo.

  • Segunda (23 de Maio)  

Temperatura: entre 12° e 24°

Vento a 9km/h

Umidade relativa do ar: entre 28% e 74%

  • Terça (24 de Maio)

Temperatura: entre 13° e 26°

Vento a 9Km/h

Umidade relativa do ar: entre 32% e 75%

  • Quarta (25 de Maio) 

Temperatura: entre 14° e 27°

Vento a 10Km/h

Umidade relativa do ar: entre 30% e 77%

  • Quinta (26 de Maio) 

Temperatura: 15° e 27°

Vento a 11Km/h

Umidade relativa do ar: entre 32% e 74%

  • Sexta (27 de Maio) 

Temperatura: entre 15° e 27°

Vento a 11Km/h

Umidade relativa do ar: entre 27% e 72%

  • Sábado (28 de Maio) 

Temperatura: entre 15°e 26°

Vento a 10Km/h

Umidade relativa do ar: entre 30% e 73%

  • Domingo (29 de Maio) 

Temperatura: entre 13° e 27°

Chuva: 2mm (probabilidade de 67%) 

Vento a 15Km/h

Umidade relativa do ar: entre 33% e 82%

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares