Connect with us

Nossa Cidade

Saizen Sushi é o vencedor do Prêmio Jacuba da Prefeitura

Publicado

em

O restaurante Saizen Sushi foi o vencedor do Prêmio Jacuba, uma das premiações do roteiro gastronômico “Sabores de Hortolândia” deste ano, promovido pela Prefeitura. O estabelecimento ganhou o prêmio com o prato Saizen Jacuba, que consiste de um filé de salmão grelhado, acompanhado de camarão na moranga e de farofa.A premiação foi, nesta terça-feira (04/12), no Centro de Memória “Professor Leovigildo Duarte Junior”, na Vila São Francisco. O evento contou com a participação do prefeito Angelo Perugini, e também marcou a abertura da exposição “Sabores de Hortolândia – Uma Mistura de Temperos, Histórias e Culturas”. 

O objetivo do prêmio é valorizar a história da cidade por meio da jacuba, um tipo de pirão feito com farinha de mandioca, cachaça e mel. De acordo com pesquisa feita pela Secretaria de Cultura, Hortolândia era ponto de pouso e parada de tropeiros no século 19. Nestas ocasiões, eles consumiam a jacuba. 

Concorreram ao prêmio 16 dos 110 estabelecimentos inscritos na 2ª edição do roteiro gastronômico “Sabores de Hortolândia”. Os estabelecimentos concorrentes tiveram que criar um prato cuja receita, obrigatoriamente, incluísse os três ingredientes da jacuba: farinha de mandioca, cachaça e mel. Durante o período de 15/10 a 15/11, os estabelecimentos tiveram que incluir o prato no cardápio para ser consumido pelos clientes. 

Os estabelecimentos concorrentes foram Pizzaria Bella Romana, Restaurante Bete Guindola, Big Jow, Pesqueiro e Restaurante do Chico, Flamy, Espaço Gourmet Flor do Dendê, Restaurante Guindolla Rosolen, Churrascaria Hortolândia III, Kéh Coxinha, Matriz do Açaí, Palladari’s, Botica Panela de Barro, Pastel da Feira, Saizen Sushi, Top Lounge Bar e Wood Bar. Os estabelecimentos ganharam certificados de participação. Os cinco primeiros colocados ganharam uma imagem do fotógrafo Benhur de Santi, parceiro no prêmio. 

Perugini destacou o prêmio como uma ação para construir a cultura da cidade por meio da alimentação. “Cada povo tem uma tradição gastronômica. Somos uma cidade de 28 anos. Precisamos marcar uma história. É na mesa, compartilhando o alimento,que construímos a nossa história. Os 16 estabelecimentos que concorreram ao prêmio resgataram a origem de onde viemos. Vocês deram uma demonstração de afeto pela nossa história”, enalteceu Perugini.

A secretária de Cultura, Alessandra Amora Barchini, ressaltou que, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação,o prêmio foi a novidade do roteiro deste ano por promover o resgate da jacuba. “Os 16 estabelecimentos concorrentes trouxeram essa riqueza para nós. O prêmio trouxe identidade à cidade. Vamos sonhar grande. Fazer da cidade um polo gastronômico da região”, destacou Alessandra.

Para a secretária adjunta de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Teresa Santos, o prêmio fez os estabelecimentos concorrentes agregarem valor ao trabalho que realizam. “Os restaurantes fizeram receitas maravilhosas. Eles agregaram valor à economia da cidade por meio da cultura, resgatando um prato da gastronomia da cidade. Com isso, os estabelecimentos também incentivam as pessoas a consumir na própria cidade”, salientou Teresa.

INGREDIENTES

Para as proprietárias do restaurante Saizen Sushi, Beatriz Giorgi e Simone Camargo, a sensação de ganhar o prêmio foi de dever cumprido. “O prêmio é uma ação muito importante para valorizar a História da cidade, pois muita gente não sabe o que é a jacuba”, destacou Simone. 

Além de utilizar os três ingredientes da jacuba na receita, Beatriz e Simone explicaram que o prato Saizen Jacuba, que é composto de um filé de salmão grelhado, acompanhado de camarão na moranga e de farofa. As proprietárias ainda disseram que o prato será incluído, em um determinado dia da semana, no cardápio do restaurante.

A cerimônia teve também apresentações musicais com o Quarteto Cultura Instrumental, formado pelos servidores da Secretaria de Cultura Tim Mendes (guitarra e violão), Davi Salgado (contra baixo), Cariri Santos (piano e teclados) e Carlinhos Batera (bateria e percussão), do cantor e diretor artístico da Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia, Mauri Lima da dupla Mauricio & Mauri, irmão de Chitãozinho e Xororó, e do duo De Mãe Pra Filha, formado por Lê Veloso e Juliana Veloso, mãe e filha na vida real. Elas interpretaram um rap intitulado “Hortolândia Essa Homenagem Eu Fiz Para Você”. Um grupo de sete mulheres da Melhor Idade do CCS (Centro de Convivência Social) Rosolen, órgão da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, apresentaram um jogral em que recitaram o poema “Saber Viver”, de Cora Coralina.

A escolha do melhor prato foi feita por uma comissão julgadora formada por cinco integrantes, dentre profissionais de gastronomia e moradores da cidade. Os integrantes da comissão foram escolhidos pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação e de Cultura.

A comissão fez a degustação dos pratos de cada estabelecimento em dia e horário previamente agendados, por ordem alfabética da lista dos estabelecimentos concorrentes ao prêmio. As degustações foram feitas durante o período de 15/10 a 15/11. 

Os pratos receberam notas de 0 a 10. Foram avaliados os seguintes itens: apresentação, criatividade, aparência, capricho, receita, harmonia dos ingredientes, sabor, finalização, temperatura do prato. Os três ingredientes da jacuba deviam estar, obrigatoriamente, na receita dos pratos.

Confira abaixo a lista dos estabelecimentos concorrentes ao Prêmio Jacuba:

· Vencedor: Saizen Jacuba – Saizen Sushi

· Pizza Jacuba – Pizzaria Bella Romana

· Costelinha Jacuba – Restaurante Bete Guindola

· Novilho Defumado Jacuba – Big Jow

· Salmão Jacuba – Pesqueiro e Restaurante do Chico

· Bolo Flamy Mandioca Jacuba – Flamy

· Jacuba da Terra – Espaço Gourmet Flor do Dendê 

· Porco Chapado Jacuba – Restaurante Guindolla Rosolen

· Leitão Pururuca Marinado Jacuba – Churrascaria Hortolândia III

· Coxinha Jacuba – Kéh Coxinha

· Bolinho Jacuba – Matriz do Açaí

· Jacuba Em Forma de Pizza – Palladaris

· Parmegiana Jacuba – Botica Panela de Barro

· Pastel de Jacuba – Pastel da Feira

· Jacuba Burguer – Top Lounge Bar

· Carne de Sol Jacuba – Wood Bar

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Censo habitacional em condomínios resultará em ações da Prefeitura para atender crescimento populacional

Publicado

em

HortolandiaPredios

Ajuste no Plano Diretor de Hortolândia possibilitará implantar mais equipamentos públicos, como escolas, unidades de saúde e áreas de lazer
 
Construir uma cidade sustentável, com equipamentos públicos que atendam de forma satisfatória seus moradores. Este é um dos critérios para um município ser considerado cidade inteligente. Com foco neste objetivo, a Prefeitura de Hortolândia iniciou a aplicação de uma pesquisa junto aos empreendimentos habitacionais particulares, implantados em diversos bairros da cidade.

Com base neste censo habitacional, a Administração Municipal terá um diagnóstico da densidade populacional das áreas de condomínios, para que novos serviços públicos sejam implantados para atender esta demanda, como escolas, unidades de saúde e áreas de lazer.
 
De acordo com o secretário adjunto de Planejamento Urbano, Eduardo Marchetti, o censo habitacional nas áreas de condomínios deve ser concluído ainda neste ano. “A apuração inclui informações sobre quantidade de pessoas por residência, idade, se estes moradores têm plano de saúde ou se utilizam a rede pública de saúde, se frequentam escola, se trabalham no município, entre outros dados importantes para o planejamento de ações para atender o crescimento populacional. Com base nestas informações, vamos readequar o Plano Diretor de Hortolândia, estabelecendo novas metas para serem executadas a médio prazo, em cerca de 5 anos”, destacou Marchetti.
 
De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, a ação atende as recomendações do Projeto Andus (Apoio à Agenda Nacional de Desenvolvimento Urbano Sustentável). Hortolândia é uma das seis cidades brasileiras participantes do projeto Andus de cooperação entre o governo federal brasileiro e a Alemanha, por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH (Agência de cooperação técnica alemã). A parceria proporciona transferência tecnológica, capacitação de servidores e ferramentas para a implementação do Plano Diretor em Hortolândia, de modo a tornar o município cidade modelo de sustentabilidade.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura repassa recursos para entidades assistenciais do município

Publicado

em

inclusão

Entidades atendem cerca de 900 pessoas em situação de vulnerabilidade social

A pandemia do Coronavírus tem deixado muitas pessoas em situação de vulnerabilidade social. Em Hortolândia, essas pessoas são atendidas por entidades assistenciais, parceiras da Prefeitura. Para ajudá-las a manter suas atividades, a Administração Municipal irá subvencionar 12 organizações sociais do município.

Nesta segunda-feira (25/10), representantes das 12 entidades se reuniram com a Prefeitura para a assinatura dos contratos. O encontrou contou com a presença do secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Francisco Raimundo da Silva, e do CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social).

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, essa subvenção é o repasse anual que a Prefeitura realiza para entidades assistenciais da cidade. Os recursos são provenientes do próprio município. O órgão definiu as entidades que vão receber os recursos.

Segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, as entidades têm o prazo de quatro meses para utilizar os recursos. Posteriormente, devem fazer a prestação de contas para a Prefeitura. As 12 entidades atendem cerca de 900 pessoas em vulnerabilidade social.

Confira abaixo as 12 entidades contempladas com os recursos:

– Instituto Esperançar

– ASBAFE (Associação Batista Fruto da Esperança)

– ABPV (Associação Beneficente Pedra Viva – Centro de Treinamento Integral Moriah)

– Associação dos Patrulheiros e Guarda Mirim de Hortolândia

– Associação Instituto das Irmãs Missionárias da Imaculada Rainha da Paz (Casa Betânia da Paz)

– Associação Casa da Criança Feliz

– CCSP (Centro Comunitário São Pedro)

– Contato Obras Sociais e Educacionais

– IESEHR (Instituto Educacional de Assistência Social dos Evangélicos de Hortolândia e Região)

– Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais Central Brasileira (Núcleo de Crianças “Vinde a Mim”)

– SAH (Sociedade Amigos de Hortolândia)– CCART (Centro de Convivência, Aprendizagem, Reabilitação e Trabalho)

Continue Lendo

Nossa Cidade

Cursos de qualificação profissional em Hortolândia com bolsa-auxílio

Publicado

em

Inscrições podem ser feitas até o dia 31 deste mês no site do programa estadual Via Rápida

O avanço da vacinação contra a COVID-19 possibilita a retomada gradativa das atividades presenciais. Diante deste cenário, muita gente busca recolocar-se no mercado de trabalho no período pós-pandemia.

Para ajudar essas pessoas, a Prefeitura de Hortolândia disponibiliza dois cursos de qualificação profissional oferecidos pelo programa Via Rápida, do governo do Estado.

Os cursos são de almoxarife e estoquista e de porteiro e controlador de acesso. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 deste mês no site do programa (CLIQUE AQUI). As atividades fazem parte do programa “Capacita Hortolândia”, da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, que promove formações profissionalizantes, voltadas tanto a bolsistas do programa Acerte (Ação Cidadã de Requalificação, Trabalho e Educação) quanto à população em geral.

Cada curso tem 20 vagas disponíveis. As aulas do curso de almoxarife e estoquista acontecerão no período matutino, das 8h às 12h. Já as aulas do curso de porteiro e controlador de acesso serão no período vespertino, das 13h às 17h.

Os cursos estão previstos para começar no dia 8 de novembro, no Observatório Ambiental Parque Escola (antigo Creape), localizado na rua Bolívia, 290, Jardim Santa Clara do Lago. De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, os alunos que tiverem 95% de frequência nos cursos recebem uma bolsa-auxílio no valor de R$ 210,00.

Continue Lendo

Populares