A quadra do barracão do Cier (Centro Integrado de Educação e Reabilitação) “Romildo Pardini”, que passa por obras de reforma e ampliação, acaba de ser pintada pela Prefeitura de Hortolândia.  A previsão da Secretaria de Obras é que os trabalhos na unidade municipal, localizada no Parque Santo André e vinculada à Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, estejam concluídos até o próximo mês. Neste novo espaço coberto, estudantes com deficiência, matriculados na rede municipal, poderão realizar diversas atividades pedagógicas e culturais. 

De acordo com o secretário de Obras, Sérgio Torrecilas, ainda falta instalar o corrimão da arquibancada e a fechadura de duas portas, bem como sinalizar a quadra recém-pintada. Após isso, o espaço será limpo e receberá ajustes por parte da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz).

O barracão de 293,77 m2, com arquibancada lateral, já ganhou cobertura metálica, gradil interno, rampas de acessibilidade e calçada externa. Em meados de dezembro, as equipes iniciaram os serviços de pintura, fizeram a estrutura de drenagem pluvial e a instalação de para-raios e rede elétrica e construíram a calçada onde será colocado o piso tátil.

Área multifuncional

De acordo com a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, a área de atividades será multifuncional. Servirá tanto para aulas de educação física dos alunos, quanto de espaço para encontro de familiares e exposição dos materiais produzidos nas oficinas de panificação, marcenaria e artesanato.

A obra acontece na área do estacionamento, ao lado do quiosque. Quando estiver finalizado, o galpão terá sala de apoio, almoxarifado, sanitários masculino e feminino, além de banheiro para cadeirante. O espaço, todo acessível e iluminado, será cercado com gradil e contará com saída de emergência.

“A construção deste espaço tem expressivo valor significativo, sendo uma conquista para o Cier, pois oferece aos alunos com deficiência nesta unidade um espaço adequado e com maior multiplicidade de ações e práticas esportivas que, para esta modalidade de atendimento, deve ser planejada e adequada de forma adaptada para o atendimento às necessidades educativas especiais de cada indivíduo. Também se constitui em um espaço de convivência para as diversas atividades que compreendem o trabalho pedagógico da escola, como Mostras Culturais, Artísticas e Dança Circular”, afirma o diretor do Cier Educação, Aparecido Donizeti Chagas de Faria.

“Um espaço como esse, pela proposta de trabalho do Cier, além de toda a essência da inclusão, de tudo o que envolve um espaço multifuncional, também tem um viés pedagógico fortíssimo de coletividade, de trabalhar competências, funcionalidades sociais de convivência com o outro, com as diferenças. É um espaço físico, a princípio para a prática de esporte, que vai além da sua finalidade. Ele tem uma transversalidade, uma proposta pedagógica e inclusiva”, ressalta o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia