Connect with us

Nossa Cidade

Prefeitura retomará atividades presenciais dos grupos PCD nos serviços de assistência em Hortolândia

Publicado

em

Retomada acontecerá a partir da primeira semana de maio 

A partir do dia dois de maio, a Prefeitura retomará as atividades presenciais disponibilizadas aos grupos PCDs (Pessoas com Deficiência) nas unidades de assistência básica, ou seja, nos CRAS (Centros de Referência de Assistência Social) e CCSs (Centros de Convivência Social) da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. Os serviços dos grupos havia sido suspenso em março de 2020, em razão da pandemia do Coronavírus. O anúncio da retomada foi feito durante evento festivo, na manhã desta quarta-feira (20/04), que reuniu cerca de cem pessoas no salão do CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) Remanso Campineiro. Além de crianças, jovens e familiares atendidos nestes serviços, participaram da cerimônia o prefeito José Nazareno Zezé Gomes; a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria dos Anjos Assis Barros; e os secretários da pasta, Francisco Raimundo da Silva (titular) e Roberta Morais Diniz (adjunta). 

“Nosso governo é de inclusão. Estamos felizes por poder retomar estas atividades. Quero todos vocês próximos do governo. Nosso objetivo é ajudar a quem mais precisa, senão não tem sentido estar no cargo de prefeito, de secretário, gerente ou qualquer outro. Se ainda não temos, precisamos buscar meios de ajudar vocês, principalmente nas questões que vocês mais pedem, acolhimento e acessibilidade. Em breve, vamos entrar em nova etapa para levar até vocês o máximo das políticas públicas, para que possam utilizar os serviços de assistência”, afirmou Zezé Gomes.

Segundo a gerente da Proteção Social Básica, Cláudia Melo, existem grupos PCD nos quatro CRASs (Jd. Novo Ângulo, Jd. Amanda, Jd Primavera e Jd. Santa Clara) e nos dois CCSs (Jd. Brasil e Jd. Rosolém). Os grupos funcionarão uma vez por semana, em cada serviço. Atualmente, há cerca de 100 PCDs atendidos no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, mas existe a possibilidade de ampliação, após a retomada das atividades, em cada território.

Projetos de Extensão

Também compareceram ao evento professoras e estudantes vinculados à Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da PUC Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas), parceira da Administração Municipal em projetos ligados à Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. A equipe da bióloga e Profª Rita Pietrobom, à frente do projeto de Hortas Comunitárias e Caseiras, distribuiu cerca de 100 mudas de hortaliças (hortelã, salsinha, manjericão e cebolinha), fôlderes e também um questionário para verificar o interesse das mães e responsáveis por PCDs em participar do projeto, futuramente. Já a Profª e socióloga Stela Cristina de Godoi, responsável pela série de podcats “Sísifo e o cuidado”, que estudou as memórias de idosas e idosos da região do Jd. Novo Ângulo, publicada em 2021, falou aos presentes sobre a importância do autocuidado, enfocando a necessidade de cuidar do cuidador.

“É preciso valorizar o trabalho do cuidador. Cuidar dos outros é um trabalho fundamental para a vida social. É preciso olhar com muito carinho para o cuidador, que é preciso cuidar dele. No Brasil e no mundo, é um trabalho muito mal distribuído dentro da sociedade. São as mulheres na família as principais responsáveis por cuidar dos idosos, dos doentes, das pessoas que têm deficiências, das crianças. É preciso dividir melhor esta responsabilidade para deixar as nossas mães, avós e familiares mulheres menos sobrecarregadas com esta responsabilidade, menos isoladas. No âmbito da família, é preciso entender que o cuidado não é um trabalho de mulher, feminino. A representação social é a de que se trata de um trabalho de mulher, mas o pai, o irmão, o filho, o tio, todos os membros da família, independente do sexo que tenham, podem ser bons cuidadores, podem aprender como fazer isso bem. Fora do âmbito da família, tem um debate, que é o de entender o cuidado como um direito social e um quarto pilar da seguridade social. Vários organismos internacionais têm alertado sobre a importância disso. É uma tarefa para as próximas décadas, a de desenvolver um sistema público que ofereça serviços de cuidado, que tirem a sobrecarga da família”, afirma Stella.

Após a palestra, houve ainda uma atividade para as mães com a especialista em brincar Nagila Gama. Depois, foi servido um lanche e foram distribuídos ovos de chocolate aos participantes dos grupos PCD.

Para a dona de casa Rosilene Lopes de Campos Barbosa, moradora do Jd. Novo Ângulo e mãe de Ketryn, de 20 anos, a retomada dos grupos PCD é uma ótima notícia, tanto para ela quanto para a filha. “Antes da pandemia, ela participava uma vez por semana lá no CRAS Novo Ângulo. Conversava com os amigos, participava de passeios, pintava. Sentia falta disso, principalmente dos amigos. É muito importante essa volta”, afirma ela, que também participava das atividades de socialização. 

Moradora das Chácaras Reymar, Laurinda Fátima Matos de Queiroz, mãe de dois rapazes PCDs, um de 28 e outro de 25 anos, também está alegre com a retomada dos grupos, embora somente Cristiano, o mais novo deles, participe. “Ele adora ir, brincar, ficar com os amigos. Eu também participava das rodas de conversa e fazia artesanato lá no CRAS Novo Ângulo”, comenta a dona de casa.

“O poder público precisa ter um olhar especial, carinhoso, para estes grupos de convivência, organizados em diversos bairros da cidade, valorizando estas mães que tanto amor têm por seus filhos e familiares. Que esta retomada dos grupos possa ser reproduzida por toda a comunidade”, afirmou o secretário Francisco Raimundo.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Obra na região do Parque Santa Fé ganha reforço no sistema de drenagem pluvial

Publicado

em

Prefeitura de Hortolândia implanta novo sistema viário próximo ao Pq. Socioambiental Lago da Fé 

A obra em execução pela Prefeitura de Hortolândia na região conhecida como “ocupação do Santa Fé” avança um pouco mais. Equipes da empresa contratada pela Secretaria de Obras trabalham, agora, na implantação dos sistemas de drenagem pluvial. Em alguns trechos, são implantados grandes tubos de concreto para captação de águas das chuvas; outros ganham bueiros e PVs (poços de visita). Também avança a construção da nova via e da ciclovia que integram o sistema viário. Ele oferecerá nova rota de acesso a quem vem do Jardim Novo Cambuí em direção à região do São Sebastião e do Jardim Interlagos.

Este novo viário está localizado nas imediações do Parque Socioambiental Lago da Fé, mais ao fundo do reservatório de contenção de enchentes. De acordo com o Departamento de Projetos e Orçamentação, está prevista a implantação de pista de caminhada com 1.644 metros de extensão; de ciclovia de 550 metros de extensão, integrada com a já existente no Lago da Fé e de viário com 970 metros de extensão, conectando o trecho com a ponte do São Sebastião. O trecho também ganhará iluminação em LED. As obras chegam a 50 por cento dos serviços executados, aproximadamente, segundo a Secretaria de Obras. 

A nova via em construção, entre a Rua Vitória da Conquista à rua sem nome, já conta com meios-fios da calçada e sarjetas, sendo preparada para receber pavimentação. O trecho já avança para se conectar com a Rua da Confibra, até a ponte do Residencial São Sebastião. Ao lado dela foi construída, com concreto pigmentado de vermelho, mais uma parte dos 550 metros de ciclovia que serão implantados no local. Além disso, acontece a terraplenagem no terreno próximo ao canal. 

O término da obra está previsto para junho deste ano. Segundo o Departamento de Obras, parte do viário será novo, feito agora, e parte será recapeada. As obras contemplam ainda o prolongamento da Rua da Confibra, no Jd. Santa Fé, até a rotatória da Avenida Joaquim Marcelino Leite, entre o São Sebastião e o  Jd. Interlagos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Taekwondô de Hortolândia disputa campeonato estadual neste final de semana

Publicado

em

Equipe do projeto Escolinhas Esportivas compete em São Paulo no sábado (28/05) e domingo (29/05)

O taekwondô do Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia terá uma série de desafios pela frente, a partir deste sábado (28/05). Com oito representantes, a equipe disputa, neste final de semana, a etapa final do Campeonato Paulista da modalidade em São Paulo. A competição, oficial da Federação Paulista de Taekwondô garante vagas no Super Campeonato Brasileiro. Hortolândia entra na disputa com os atletas Enzo Paludo da Conceição, que conquistou o Estadual oito vezes, e João Paulo Chaves com as vagas garantidas para o Nacional.  

“Já temos dois atletas classificados para o Super Campeonato Brasileiro, que acontece no mês que vem, em Santa Catarina, mas toda a equipe tem condições de também se classificar para o torneio. Nossos atletas estão dedicados e continuam os treinamentos para garantir o nome de Hortolândia em todas as competições”, comenta o treinador da equipe e professor do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura, Anderson Conceição.

O Super Campeonato Brasileiro de Taekwondô será  entre os dias 22 e 26 de junho em São José, Santa Catarina. Já no início do mês de julho, Enzo Paludo da Conceição representa Hortolândia e o Brasil no Campeonato Panamericano, que acontece na Costa Rica, onde a disputa é contra atletas de todo o Continente Americano e, em agosto, o Campeonato Mundial da categoria na Bulgária, enfrentando competidores do mundo. 

“Continuamos a renovação do esporte em Hortolândia, intensificando as estruturas disponíveis para nossos atletas que levaram, cada vez mais, o nome de nossa cidade por todo o mundo. O esporte em alto rendimento é importante e salientamos também que a oportunidade para a prática esportiva, não apenas de alto rendimento, continua disponível em diversos espaços esportivos por todas as regiões do município”, explica o secretário de Esportes, Gléguer Zorzin.

Praticar esporte gratuitamente é tendência em Hortolândia

Para treinar artes marciais, de maneira gratuita, pelo Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura, o interessado pode ir até o Centro de Lutas da Vila Real (ver telefone e endereço abaixo) ou obter informações sobre estas e outras modalidades e espaços disponíveis pelo telefones (19) 39651400, nos ramais 7409 e 7421, da Secretaria de Esportes da Prefeitura. O atendimento é realizado de segunda à sexta-feira das 8h às 17h. 

SERVIÇO

Centro de Lutas “Eliel Gomes” 

Endereço: Rua Brigadeiro Faria Lima, 400, Vila Real. 

Telefone: (19) 3897-2070  

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Dia do Desafio mobiliza cerca de 28 mil pessoas em Hortolândia

Publicado

em

Data é marcada em todo o mundo pelo incentivo às atividades físicas

A 28ª edição do Dia do Desafio, na quarta-feira (25/05) movimentou a população de diversas cidades de todo o mundo com o tema “Ocupar Espaços e Reunir Pessoas”. Em Hortolândia não podia ser diferente e, de acordo com a Secretaria de Esportes da Prefeitura, quase 28 mil pessoas, de todas as idades, participaram da tradicional ação, retomada de maneira presencial após dois anos de interrupção por conta da pandemia do Coronavírus. O objetivo é incentivar a prática esportiva. Neste ano, o Dia do Desafio não teve a competição amistosa entre as cidades, sendo que a intenção foi mobilizar o público em torno do combate ao sedentarismo. Em Hortolândia, as atividades aconteceram em ambientes externos e espaços internos.

A parceria entre as secretarias de Esportes e de Educação Ciência e Tecnologia promoveu a participação de escolas municipais, particulares, além de matriculados dos projetos Escola de Esportes e Escolinhas Esportivas da Administração Municipal. Também participaram alunos de academias particulares, clubes, órgãos estaduais e demais utilizadores de diversos espaços esportivos.  “Estou feliz com o empenho e dedicação dos servidores municipais nas mais de 90 atividades propostas e distribuídas por toda a cidade. Esporte é vida, saúde e inclusão social. Continuaremos as ações de incentivo à prática esportiva na cidade”, comenta o secretário de Esportes, Gléguer Zorzin.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares