Nas noites de frio, pessoas em situação de rua precisam de amparo para se manterem aquecidas. Diante das baixas temperaturas verificadas no Outono, em torno dos 13 graus Celsius, técnicos da Prefeitura de Hortolândia percorrem a cidade, indo a diversos bairros, a fim de abordar e distribuir cobertores a quem precisa se aquecer. A ação é realizada por servidores do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), órgão da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.

Formada por três servidores do CREAS, um deles motorista, a equipe esteve, na noite desta quinta-feira (27/05), na área central e em outros quatro bairros: Jd. Amanda, Jd. Rosolém, Jd. Sumarezinho e Vila Real. Abordou 22 pessoas e disponibilizou 10 cobertores. A previsão era entregar entre 60 e 70 cobertores a munícipes em situação de rua já conhecidos. Porém, o número se altera rapidamente, uma vez que este segmento da população muda de município constantemente.

Segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, a ação será repetida uma vez por semana, durante o período de temperaturas baixas. A ideia, a cada trabalho, é abordar pessoas não localizadas durante o dia ou ainda sem acesso ao serviço. Na ocasião, além da abordagem, são passadas orientações sobre os serviços disponíveis e também doados cobertores a quem necessitar.

“Precisamos ter um olhar diferenciado para aqueles que mais precisam. Nesses dias de frio, as madrugadas podem ser severas para os moradores em situação de rua. Não há corpo encolhido que se aqueça facilmente, e para quem passa por essas dificuldades, o calor vem da solidariedade, da empatia e do amor ao próximo”, adverte o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Francisco Raimundo da Silva.

Ao se deparar com alguém em situação de rua, você pode pedir ajuda à Prefeitura por meio dos seguintes canais:

 

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia