15 de junho de 2024
Nossa Cidade

Prefeitura assina convênio com PUC-Campinas na área da saúde

Acompanhados por docente médico, alunos de medicina atendem pacientes nas unidades de saúde e no Hospital Municipal; parceria visa qualificar e humanizar atendimentos realizados

convenio-saude

A fim de humanizar e qualificar ainda mais a saúde pública do município, a Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Saúde, firmou, na manhã desta sexta-feira (19/09), convênio com a PUC-Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas) e o Hospital e Maternidade “Celso Pierro”, administrado pela instituição de ensino superior. A assinatura aconteceu no gabinete do prefeito Antonio Meira e contou com a presença da Profª Drª Angela M. Engelbrecht, reitora da PUC; da Profª Drª Marcia Pereira Bueno, diretora da Faculdade de Medicina; e da Secretária Municipal de Saúde, Paula Nista. A parceria, que já acontecia de maneira informal desde meados de agosto, é por tempo indeterminado.

O convênio é realizado sem repasse do município e permite que, a cada semestre, 50 alunos de medicina do 3º, 4º e 6º anos atuem, com supervisão, em quatro UBSs (Unidades Básicas de Saúde), uma USF (Unidades de Saúde da Família) e no HMMMC (Hospital Municipal e Maternidade Mário Covas). Os estudantes utilizam as unidades de saúde, em atividades de pesquisa e extensão, realizando atendimentos a pacientes nas áreas de Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia. Todos os grupos de alunos são acompanhados por docentes médicos da Faculdade de Medicina PUC-Campinas.

Conquista

“O convênio é uma conquista para o município. Há muito tempo buscamos esta parceria”, afirma o prefeito Antonio Meira. “Na condição de gestores, pensamos que a saúde precisa ser assistida 24h por dia. A chegada dos alunos aprimora o nosso atendimento, desde a urgência ao trabalho preventivo. Temos, como governo, a meta de atuar intensamente na prevenção das doenças. Sabemos que temos muitos objetivos em comum com a PUC, uma instituição renomada, o que nos garante a certeza da evolução da saúde dos nossos munícipes. Investimos 27% do nosso orçamento em saúde, recebemos 27 profissionais estrangeiros do governo federal, entregamos unidades de saúde, obtivemos diversas conquistas e o nosso desejo é ampliar este convênio e receber os médicos residentes também. Este é primeiro passo de muito trabalho”, observou Meira, durante a cerimônia de assinatura do convênio.

Para a reitora da PUC-Campinas, Profª Dra. Angela M. Engelbrecht, a parceria entre o município e a universidade enriquece a vida profissional dos alunos. “A integração entre os alunos e os profissionais das unidades está sendo ótima e proporciona aos profissionais a atualização constante com o avanço diário da medicina”, afirmou, destacando a disposição de desenvolver novos projetos no município. “Todos os alunos da área da saúde ingressam na universidade dentro do Hospital ‘Celso Pierro’. A garantia de o profissional atuar com segurança vem desde a estrutura até a ambientação do local. Com isso, o trabalho torna-se prazeroso e o sucesso nos casos dos pacientes são obtidos. O trabalho gera muito envolvimento de todos e nós, da instituição, pretendemos atuar cada vez mais em diversas áreas, proporcionando aos nosso alunos a qualificação de projetos consistentes”, explicou.

Estrutura da rede e receptividade da população impressionam

A estrutura das unidades de saúde municipais e a receptividade da população foram ressaltadas pela diretora da Faculdade de Medicina, Profª Drª Marcia Pereira Bueno. “Nossos alunos foram acolhidos de maneira surpreendente, o que nos deixa ainda mais tranquilos sobre a maneira de desenvolvimento das atividades propostas pela PUC. Para os estudantes, é fundamental sair da rotina e conhecer a diversidade apresentada pelos pacientes de todas as regiões. Aqui, percebemos que a população tem outras especifidades que os alunos ainda não conhecem. A estrutura das unidades é impressionante. Esse é o nosso maior convênio firmado até agora. A cada novo semestre, enviaremos novos estudantes”, afirmou a ginecologista.

De acordo com a secretaria de Saúde, Paula Nista, o convênio chegou num momento excelente. “Esta parceria é uma conquista e será muito bem desenvolvida. Estamos num momento de muitos projetos e atuação intensa na saúde. Nosso trabalho para o bem-estar comum é incansável. A parceria nos proporciona mérito por ser uma instituição renomada, além de muito atuante. A Administração tem uma grande atuação na humanização do atendimento, além da classificação de risco, o diagnóstico preciso de cada caso deve ser mais próximo possível do paciente. Os alunos podem estudar os diferentes casos humanizados, contribuindo muito com os munícipes que tanto precisam de atendimento. Estamos dispostos a mais parcerias no que beneficie os nossos pacientes. Desta forma, podemos avançar juntos. Os alunos estão sendo muito bem aceitos pelos pacientes que já foram consultados por eles. O respaldo tem sido muito positivo, tanto pelos coordenadores das unidades quanto pelos profissionais que têm a oportunidade de acompanhar os futuros médicos”, comentou Paula.

Atendimentos

Todo plano de trabalho desenvolvido pelos alunos é fundamentado em diretrizes da instituição, quanto à assistência e ensino, proporcionando aos acadêmicos a vivência prática multiprofissional e interdisciplinar nos serviços de saúde. Os pacientes têm a possibilidade de optar por ser atendidos pelos alunos ou pelo professor médico.

Um docente realiza orientação a um grupo médio de quatro ou seis alunos. A estimativa de atendimento é de dois a quatro pacientes por hora. O trabalho é desenvolvido no período posterior às aulas teóricas da Universidade.

Os atendimentos de urgência na área de ginecologia e atividades práticas de obstetrícia acontecem no Hospital Municipal. As práticas ginecológicas também são oferecidas nas UBSs Jardim Amanda, Novo Ângulo e Jardim Nova Hortolândia. Os atendimentos pediátricos são realizados nas UBSs Jardim Nova Hortolândia, Jardim Amanda e Jardim Novo Ângulo. As de Puericultura acontecem nas UBSs Jardim Novo Ângulo, Jardim Santa Clara e USF Orestes Ôngaro.

Os alunos cumprem rigorosamente todas as normas técnicas e administrativas, bem como os princípios e diretrizes do SUS (Sistema Único de Saúde), especialmente aquelas ditadas pelo Ministério da Saúde, em especial, e, ainda, às diretrizes ditadas pelo Ministério da Educação.

Fonte: Pref. Hortolândia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98