Nossa Cidade

Prefeito entrega à comunidade duas primeiras salas de berçário de escola do Jd. Novo Ângulo

foto do prefeito antonio brincando com crianças no berçario do jardim novo angulo
Foto do prefeito Antônio Meira com crianças no berçário do jardim novo angulo

“Agora é a vez dos bebês!!! Sejam bem-vindos.” O cartaz, colado na parede central do pátio, revela o anseio da comunidade escolar em relação à obra de reforma e ampliação entregue, na manhã desta segunda-feira (20/05), pelo prefeito Antonio Meira.

É que, nesta data, a Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Leni Pereira Prata ganhou as duas primeiras salas de berçário, equipadas com berços, colchões, lençóis, bebês conforto e cadeirões para alimentação, com capacidade para atender, em período integral, 30 crianças de seis meses a dois anos de idade. Com a ampliação do espaço físico da unidade, a escola localizada na Rua Francisco Bereta, 350, no Jd. Novo Ângulo, passa contar com 16 turmas, do berçário ao Jardim II, beneficiando 355 crianças.

A comunidade é a segunda a receber, no mês de aniversário de 22 anos de Hortolândia, espaços especialmente preparados para acolher bebês em idade pré-escolar. No dia seis, a Emeief Sebastiana das Dores Moura, na Vila Real, também ganhou duas salas, abrindo 30 vagas, 15 para período integral e 15 para parcial. A próxima da lista de inaugurações é a Emeief Taquara Branca, que vai abrir 15 vagas para período integral.

Deste modo, a Administração gera mais 75 vagas em escolas próprias ainda no primeiro semestre letivo. O investimento é da ordem de R$ 400 mil.

A meta do governo Meira, por meio da Secretaria de Educação, é criar 1.300 vagas na Educação Infantil nos dois primeiros anos do governo, 940 ainda neste ano, seja pela ampliação do espaço físico nas unidades já existentes, seja pela construção de novas escolas com o apoio do governo federal.

Para a secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira, a ampliação do número de vagas de berçário é uma prioridade da Prefeitura, que atende ao anseio da comunidade. “Estes olhinhos brilhantes nos tornam cada vez mais felizes, nos dão mais gás, nos motivam a trabalhar mais e melhor. Temos o compromisso de atender cada vez mais as nossas crianças”, declarou.

“Nosso objetivo é contribuir para o desenvolvimento pleno de nossas crianças, que se inicie na escola e forme cidadãos, desenvolvendo políticas públicas calcadas nos direitos da infância, porque ela marca profundamente o ser humano. É como diz o poema: ‘Na infância, o que a gente ouve e vê não sobe para o cérebro, desce para o coração e lá fica’. É por isso que é importante marcar positivamente. Temos que contribuir para que estes olhinhos brilhantes tenham sempre boas recordações da escola”, afirma a secretária.

Nas saudações aos presentes, tanto o prefeito Antonio Meira quanto a vice-prefeita e secretária de Governo, Renata Belufe, destacaram a importância, para cada família, da oferta de mais 30 vagas de berçário para os bebês, naquela região. “Trabalhamos muito para melhorar a nossa cidade, seja na educação, seja na saúde, seja no transporte”, enfatizou o prefeito.

“Para nós é uma nova experiência, prazerosa, muito gostosa”, declara a diretora Maria Valdirene M. Lordano, sobre as novas salas. “Como foi importante a abertura destas duas salas para atender às mães que trabalham fora de casa, que saem com a certeza de que os filhos estão sendo bem cuidados”, afirma, comentando com os convidados, dentre eles secretários e diretores municipais, pais e responsáveis, os agradecimentos que têm ouvido das mães beneficiadas.

A exemplo do que acontece na unidade da Vila Real, a escola criou um protocolo para o trabalho no novo espaço, que estabelece cuidados como uso de avental, luvas e álcool gel, higienização do chão e uso de agenda individual para acompanhamento das rotinas do bebê.

Presente ao evento, a padeira Laura Lúcia Monteiro dos Santos, que está na metade do período de licença-gestante, acompanhou com alegria a cerimônia, pensando no dia em que terá que retomar as atividades profissionais. Com o pequeno Ivan Erick, de dois meses no colo, aguardando a abertura de uma vaga, ela já tem matriculada na escola, no Jardim I, a filha mais velha, Júlia Rafaele, de quatro anos. “Fico feliz com a abertura das vagas, porque senão teria que pagar alguém para ficar com ele. Confio bem mais em deixar aqui do que com outra pessoa. Aqui a criança é bem cuidada”, declara.

Homenagem

A cerimônia de reforma e ampliação marca também a mudança de nome da escola, que passou a se chamar Emeief Leni Pereira Prata, em homenagem à educadora infantil que atuou na escola até 2010, quando faleceu, em razão de câncer de mama. “Sempre com sorriso, alegria e disposição, deixou para nós as riquezas que vêm do coração, que não são lâmpadas, mas iluminam”, afirma a diretora Valdirene. Presente à solenidade, a mãe de Leni, Thereza Maria de Jesus Pereira, recebeu flores da secretária Cleudice e ajudou a descerrar a placa de realização da obra.

Fonte: Secretaria de Educação Hortolândia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98