Nossa Cidade

Prefeito destaca políticas públicas para mulheres em audiência pública na Assembleia Legislativa

Evento debateu violência contra a população feminina, nesta quarta-feira (23/10)

Prefeito destaca políticas públicas para mulheres em audiência pública na Assembleia Legislativa

O prefeito Antonio Meira participou, nesta quarta-feira (23/10), da audiência pública para debater a violência contra as mulheres, realizada na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a pedido da deputada estadual Ana Perugini, coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres. Durante o debate, Meira destacou as ações em realização pela Prefeitura de Hortolândia em prol da população feminina.

Hortolândia agradece a iniciativa da deputada Ana Perugini. Nós pretendemos debater e avançar juntos nesta questão que afeta as mulheres, de todas as classes sociais. Neste ano, inauguramos em Hortolândia o CESM (Centro Especializado da Saúde da Mulher) e oferecemos um atendimento digno às mulheres”, exemplificou Meira.

Autoridades e representantes de comissões das cidades do Estado de São Paulo acompanharam a apresentação da assessora Técnica do Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, Rosângela Rigo. Em seu discurso, ela destacou a construção de relações igualitárias e a busca do enfrentamento a partir das discussões da sociedade brasileira.

“No Brasil de 2000 à 2010, 43 mil mulheres foram assassinadas. Isso significa que mais de 11 mulheres são mortas diariamente. A nossa realidade exige a integração, o Estado tem que olhar e investir nos atendimentos as mulheres, pois a luta do movimento feminista dizia para acabar com a violência e na verdade tem que ser possível acabar com a impunidade. A violência humilha e mata as mulheres”, disse Rigo.

Na Assembleia Legislativa, a deputada Ana Perugini recebeu uma proposta de um pacto pelo fim da violência contra as mulheres. No documento consta uma série de considerações a respeito dos direitos das mulheres em todas as áreas do serviço público. “Precisamos de um novo olhar do governo paulista, razão pela qual estamos conclamando as autoridades pela criação da Secretaria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres”, argumentou a deputada.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98