Filme brasileiro será apresentado, às 14h, na Escola de Artes “Augusto Boal”, Jardim Amanda

O filme Cinema, Aspirinas e Urubu promete tirar o fôlego do público que comparecer nesta quinta-feira (30/11), às 14h, no Ponto MIS (Museu de Imagem e do Som), localizado na rua Casemiro de Abreu, s/n, Jardim Amanda. O drama traz componentes surreais de pessoas que vivem no nordeste e não têm acesso a uma sala de cinema. O projeto, uma parceria da Prefeitura com o Governo do Estado de São Paulo, apresenta filmes de sucesso nacional e internacional, para toda a população de Hortolândia. A entrada é gratuita. O filme é recomendado para pessoas a partir de 14 anos. 

No filme com duração de 1h41, o alemão Ranulpho, que fugiu da guerra, conhece um brasileiro, que percorrem o sertão nordestino, de povoado em povoado, para exibir filmes a pessoas que jamais haviam entrado em um cinema, para vender um remédio milagroso.

Durante o trajeto nas estradas empoeiradas do sertão arcaico, os dois buscam novos horizontes nas suas vidas. Nesta jornada, os dois aprendem a respeitar suas diferenças e surge entre eles uma amizade incomum, mas que marcará suas vidas para sempre. O longa-metragem vencedor de vários prêmios, rodado no sertão da Paraíba, emocionará o público com a mensagem subliminar emitida pelo autor do filme.

Os atores João Miguel, Peter Ketnath, Hermila Guedes, Zezita Mattos, Fabiana Pirro e Osvaldo Mil compõe o elenco.

O objetivo do Ponto MIS é promover a formação do público e a circulação de obras do cinema, estabelecendo parcerias para criar pontos de difusão audiovisual pelo Estado de São Paulo. Os filmes são exibidos no espaço, semanalmente. Além disso, a cada dois meses, são promovidas oficinas sobre artes visuais. Atualmente, o programa atende 120 municípios. 

 

 

Artigo anteriorProjeto “Bem Me Quer” forma mais de 100 alunos do Jd. São Sebastião
Próximo artigoBaep prende procurado com 25 mil reais e armas no Ongaro