Nossa Cidade

Perugini e EMTU retomam projeto de integração do transporte coletivo

Primeiro passo da nova Administração é ampliar linhas municipais para garantir serviço eficiente à população

O prefeito Angelo Perugini (PDT) retomou com a EMTU (Empresa Metropolitana de Transporte Urbano) o projeto de integração do transporte coletivo municipal ao interurbano. O objetivo é garantir qualidade e agilidade no deslocamento das pessoas que utilizam ônibus para circular dentro e fora da cidade. Em reunião com o presidente da EMTU, Joaquim Lopes, quarta-feira passada (11/01), Perugini conheceu a proposta para integração das linhas urbanas com as intermunicipais.
Para implantar o novo sistema de transporte, a Prefeitura e a EMTU têm dois desafios principais: definir o valor integrado da passagem que será cobrada do usuário e estruturar as linhas municipais de modo que elas sejam eficientes na alimentação das linhas interurbanas.
De acordo com o secretário municipal de Serviços Urbanos e responsável pela área de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira, a reestruturação do sistema municipal de transporte é o primeiro passo para integrar as linhas municipais com as metropolitanas. Em Hortolândia, 9 mil pessoas utilizam o serviço de transporte coletivo. São 18 linhas em funcionamento e 31 ônibus para atender a população.
“Nossa meta é que todas as linhas municipais sejam integradas ao transporte metropolitano. Mas, primeiro, precisamos fazer o transporte coletivo municipal funcionar com mais ônibus e novas linhas. É necessário reestruturar todo o sistema municipal de transporte, que hoje é ineficiente, com linhas irracionais e um tempo de espera que é um absurdo. Feito isso, teremos condições de alimentar o transporte metropolitano e garantir mais facilidade no deslocamento das pessoas”, afirma o secretário.

PARTICIPAÇÃO
A reestruturação do transporte coletivo municipal será feita com a participação da comunidade. Em breve, a Prefeitura iniciará reuniões em todas as regiões da cidade para ouvir os moradores e identificar os principais problemas a serem corrigidos.
“Vamos trabalhar para ampliar o número de ônibus do transporte municipal de 31 para 62 ônibus, o dobro do que existe, aumentar o número de linhas de um bairro para o outro e implantar linhas que permitam a circulação dentro do próprio bairro”, adiantou Pereira.
Na proposta da EMTU em avaliação pela Prefeitura, as linhas interurbanas que hoje passam dentro dos bairros seriam cortadas e o trajeto passaria a ser feito por ônibus municipais, que levariam os passageiros até o Terminal Metropolitano Hortolândia, onde os usuários fariam baldeação para Campinas, com tarifa única, paga com o cartão metropolitano.
O projeto apresentado pela EMTU também prevê a integração de passageiros por meio da Estação de Transferência Pinheiros, localizada na Avenida Olívio Franceschini.
Com a integração do transporte coletivo urbano ao intermunicipal, a Prefeitura e a EMTU esperam garantir viagem mais rápida e aumentar a freqüência dos ônibus, sem aumento de custo para o passageiro.

TRABALHO COMEÇOU EM 2012
A integração operacional das linhas de ônibus urbano com as interurbanas começou em 2012, quando o prefeito Angelo Perugini deu início à reestruturação do sistema de transporte coletivo em Hortolândia.
Naquele ano, Perugini também criou uma lei mais rígida para fiscalizar o transporte coletivo municipal e contratou uma nova empresa de ônibus com as novas regras.
A integração do transporte coletivo municipal com o interurbano faz parte do programa de governo do prefeito Angelo Perugini para oferecer serviço de qualidade à população. O projeto prevê, ainda, ampliação da frota de ônibus municipal e oferta de mais linhas, além de rigorosa fiscalização da empresa de ônibus para cumprimento de horários, percurso e conservação dos veículos.
“Queremos que o transporte coletivo sirva nossa população com eficiência nos deslocamentos dentro e fora da cidade. Vamos ouvir a população e faremos as mudanças necessárias para o transporte coletivo funcionar com qualidade, do jeito que a população precisa e merece”, disse Perugini.

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98