Connect with us

Nossa Cidade

Ordem de serviço para construção do novo paço de Hortolândia é assinada

Publicado

em

 

 

Prédio de 10 mil m2 será totalmente sustentável e abastecido por energia de usina fotovoltaica, meta é inaugurar o espaço no segundo semestre de 2023

 

 

 

O prefeito José Nazareno Zezé Gomes assinou na quarta-feira (29/06) a ordem de serviço para início das obras de construção do Novo Paço Municipal. A cerimônia foi realizada no local que abrigará o futuro prédio da sede da Administração da Prefeitura de Hortolândia, localizado as margens da Estrada Municipal Sabina Baptista de Camargo, no Jd. Novo Ângulo.

 

Durante o ato de assinatura, Zezé Gomes parabenizou todos os servidores municipais e a Câmara Municipal de Vereadores, destacando que a união e o comprometimento de todos foram fundamentais para que o projeto sonhado pelo ex-prefeito Angelo Perugini, vítima de complicações da Covid-19, fosse colocado em prática. “Essa semana vem sendo muito abençoada para a nossa cidade. Na terça-feira, foi dada a ordem de serviço para a construção do viaduto do Jardim Nova Europa, que criará uma rota viária de Hortolândia para a rodovia Anhanguera, e hoje estamos dando a ordem de serviço para o início da construção do nosso tão sonhado Paço Municipal. Para que pudéssemos chegar até aqui, muito trabalho foi realizado. Servidores, os vereadores, tiveram um papel importante. Esse novo Paço trará maior sentimento de pertencimento ao povo hortolandense e ficamos felizes, pois ao mesmo tempo que autorizamos essa grande obras, temos diversas outras em andamento pela cidade, como por exemplo, canalização de córregos, reforma e ampliação do nosso Hospital, revitalização de escolas, construção do Superviário, recapeamento asfáltico, entre outras obras que dão orgulho ao hortolandense de viverem aqui. Estamos fazendo história e esse é um legado que permanecerá ao longo das futuras gerações”, destacou o prefeito Zezé Gomes.

 

O secretário de Governo, Carlos Augusto César, o Cafú, ressaltou que o investimento no Novo Paço Municipal será recuperado em poucos anos devido a economia com alugueis e na geração de energia elétrica por conta da usina fotovoltaica. “Nossas estimativas é que todo o investimento empregado na construção do novo Paço Municipal será recuperado num prazo de 5 anos por conta de toda a economia que esse prédio sustentável é capaz de realizar. O novo Paço Municipal será, sem dúvida, o mais moderno do Brasil e com essa economia será possível investir mais em outras áreas, como a saúde e educação. Sem dúvida Hortolândia está entrando num outro patamar regional de desenvolvimento e sustentabilidade”, disse Cafú.

 

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Pereira Filho, toda a transformação vivida por Hortolândia nos últimos anos é fruto de um sonho iniciado em 1991, durante o processo de emancipação de Hortolândia. “Nossa cidade foi transformada e hoje damos mais um importante passo para o desenvolvimento de Hortolândia. Destaco a importância e a responsabilidade da Câmara Municipal na aprovação dos projetos para que o Executivo pudesse trabalhar e conquistassem os recursos necessários. Tudo isso é fruto de muito planejamento e de um time coeso. Não a toa que Hortolândia hoje é uma das melhores cidades da região para se viver”, afirmou o presidente da Câmara.

 

A construção do Novo Paço Municipal ficará a cargo do Consórcio CEE Paço Hortolândia, composto pelas empresas Construmedici Engenharia e Comércio LTDA (líder do Consórcio), Engeluz Iluminação e Eletricidade Eireli, e empresa Construtora Etama LTDA. O investimento será de R$ 55.955.433,69.

 

De acordo com o secretário de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, Carlos Roberto Prataviera Júnior, o prédio terá aproximadamente 10 mil metros quadrados de área construída e, no espaço remanescente, haverá jardins e estacionamento.

 

O prédio será construído com estruturas pré-fabricadas, o que, segundo o secretário, garantirá maior confiabilidade no cumprimento do cronograma da obra. “Com essa estratégia pretendemos reduzir e eliminar custos indiretos, desperdício de material e ociosidade de pessoal. Em resumo, a obra fica mais rápida e sem surpresas no orçamento final”, esclarece Júnior.

 

O projeto prevê ainda que o prédio tenha cisternas para armazenamento de águas da chuva, que serão utilizadas tanto na manutenção dos jardins quando na limpeza do próprio Paço. Além disso, contará também com uma usina própria de energia solar (fotovoltaica), com placas de captação instaladas como uma cobertura para o estacionamento. De acordo com o secretário, a ideia é que a usina produza energia suficiente para abastecer todo o edifício e o excedente produzido seja transmitido à rede elétrica da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) para compensações futuras. Isso permitirá a redução da conta de energia do Paço, otimizando recursos naturais abundantes na cidade durante o ano inteiro. A construção da usina será feita com recursos da CIP (Contribuição de Iluminação Pública), afirma o secretário.

 

A nova sede abrigará todas as secretarias e órgãos municipais de atendimento ao público que atualmente ocupam imóveis alugados. Um dos objetivos da ação é reduzir custos fixos da Prefeitura com a infraestrutura necessária ao seu funcionamento.

 

A obra do novo Paço representará mais uma benfeitoria que chega ao Novo Ângulo. A região passa por intensa mudança desde a inauguração da Ponte da Esperança, em 2019. A abertura do Corredor Metropolitano reduziu o tempo de deslocamento do bairro ao centro e vice-versa. Com o complexo viário aberto próximo ao complexo prisional, que permite novo acesso à SP-101, houve aumento da circulação de veículos que transitam por lá. “A instalação do novo Paço Municipal leva consigo aproximadamente 2.000 servidores municipais. Estes servidores geram uma grande demanda para o ramo de prestação de serviços e para o comércio varejista em geral do Novo Ângulo. Com a centralização do serviço público no novo Paço, a Prefeitura desloca um dos maiores empregadores da cidade (ela mesma) para uma região antes desconectada do centro. O impacto será sentido positivamente por muitos anos”, complementa Júnior.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Taxa do lixo Hortolândia deve chegar por correios nas casas

Publicado

em

coleta Lixo

A Prefeitura de Hortolândia iniciou nesta semana o encaminhamento das 68.481 guias de pagamento da cobrança do serviço público de manejo de resíduos sólidos urbanos. A implantação da cobrança é uma exigência do Governo Federal, que instalou a Lei n° 14.026, conhecida como “Marco Legal do Saneamento Básico”, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 15 de julho de 2020, que obriga os municípios a implantar a tarifa.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Finanças, o contribuinte que não receber a guia de cobrança até o dia 30 de agosto, data do primeiro vencimento, poderá retirar a terceira via por meio do Portal da Prefeitura ou se dirigir até o Paço Municipal para retirar a guia pessoalmente. O contribuinte pode também solicitar a guia via e-mail: atendimentocontribuinte @hortolandia.sp.gov.br.

Neste ano, o serviço para o manejo dos resíduos sólidos será dividido em cinco parcelas. Já a partir de 2023, o custeio poderá ser quitado em até 12 parcelas.

Para chegar ao valor da taxa, a Prefeitura criou uma fórmula que levou em consideração o custo integral do serviço e dividiu entre os imóveis onde há coleta. O valor é proporcional à área total do imóvel, levando em consideração o preço público por imóvel, a área de construção e o fator social. O valor mínimo previsto na legislação municipal é de 5 UFMH (Unidade Fiscal Monetária de Hortolândia), correspondente a R$ 20,47.

O projeto prevê, também, isenção do tributo, nos mesmos moldes do IPTU: tem direito a isenção os aposentados, pensionistas, pessoas em situação de vulnerabilidade social, com comorbidades e deficientes, cuja renda familiar não supere 3,5 salários mínimos, além de templos religiosos e ONGs (Organizações Não Governamentais).

No caso de imóveis comerciais ou industriais, enquadrados como grandes geradores de resíduos sólidos, que fazem a própria coleta e destinação correta dos resíduos por empresa especializada, poderão solicitar a isenção desde que apresentem uma relação de documentos que comprovem esse serviço.

O Marco Legal do Saneamento Básico, instituído pelo Governo Federal, e que exigiu a implantação da cobrança do serviço de manejo dos resíduos sólidos, tem por objetivo garantir aos municípios a adequação ao regramento federal para manter a capacidade de investimentos públicos nas mais diversas áreas, como saúde, educação e segurança pública.

Mais informações pelo telefone (19) 3965-1400, ramal 7254 e 7245.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Univesp promove live de boas-vindas para calouros de 2022 nesta segunda-feira (08/08)

Publicado

em

Programação divulgada pela universidade, que é parceira da Prefeitura de Hortolândia, prevê aulas inaugurais específicas para cada eixo, de terça até quinta-feira (09 a 11/08), sempre às 19h

 

Atenção, calouros de 2022, vinculados ao polo Hortolândia. A Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) realiza, nesta segunda-feira (08/08), às 19h, live de boas-vindas para os alunos ingressantes neste segundo semestre, nos cursos superiores gratuitos dos eixos de Licenciaturas, Computação e Negócios e Produção. A instituição de ensino superior, vinculada à rede pública do Estado de São Paulo, é parceira da Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. A Univesp instalou-se no município com o auxílio da Administração Municipal. 

Segundo a universidade, a programação de acolhimento inclui ainda eventos presenciais e virtuais, alternados, com atividades no pólo Hortolândia, e três aulas inaugurais específicas para cada eixo, entre terça e quinta-feira (09 a 11/08), sempre às 19h, com a participação de docentes da Univesp e de profissionais ligados às áreas de conhecimento dos cursos da instituição. Por meio delas, o estudante poderá receber informações voltadas à rotina acadêmica. As aulas serão transmitidas ao vivo pela UnivespTV e no canal do Youtube, onde ficarão disponíveis também após a transmissão. Durante as lives, o estudante poderá participar, enviando perguntas por meio do formulário do QR-Code que será exibido na tela, durante o evento. Nos dias de encontro presencial, haverá a campanha do Trote Solidário, com coleta de alimentos não perecíveis, destinados ao Banco de Alimentos de Hortolândia, que atende famílias carentes, e doações para pets (ração, vasilhas, cobertas etc.), que serão disponibilizados à ONG Like Bichos, que recolhe animais abandonados.

Ao todo, no processo seletivo de 2022, foram disponibilizadas para o polo Hortolândia 240 vagas, 80 por eixo, segundo informações enviadas à Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia. Os três eixos oferecem os seguintes cursos: em Computação (Engenharia da Computação, Tecnólogo em Ciências de Dados ou Tecnólogo em Tecnologia da Informação); em Licenciaturas (Pedagogia, Matemática ou Letras) e em Negócios e Produção (Engenharia de Produção, Administração ou Tecnólogo em Processos Gerenciais).

As aulas acontecerão na modalidade virtual, no AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), mas preveem encontros presenciais no polo Hortolândia para a realização de avaliações do primeiro e do segundo bimestres, bem como de eventuais exames e atividades avaliativas. O polo está localizado dentro da ETEC de Hortolândia (Centro Paula Souza), na Rua Capitão Lourival Mey, 750, Jardim Santana, e funciona, das 8h às 17h. O telefone é (19) 3865-3038. É possível também entrar em contato pelo e-mail
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
.

 

Confira a grade de programação,com atividades alternadas, virtuais e presenciais:

08/08, segunda-feira,  às 19h

VIRTUAL:

Live de boas-vindas com o Professor Rodolfo Azevedo, presidente da Univesp e Profª Simone Teles, Diretora Acadêmica da Univesp: https://youtu.be/0Ct0y_MP9EM

 

09/08, terça-feira, às 19h

VIRTUAL:

Aula inaugural do Eixo Produção e Negócios com a participação da Profª Silmara Cristiane Gomes e, como convidado, o consultor de negócios André Coutinho: https://youtu.be/71SlBVAweOM

 

PRESENCIAL:

Recepção dos Estudantes do Eixo de Licenciatura.

Orientadora de Polo: Viviane Cardoso da Silva

Estudantes de Licenciatura: Antonio Negri (Matemática 2020), Cristiane Soares (Pedagogia 2021), Daniel Maeda (Matemática 2018), Elda da Silva (Pedagogia 2020), Paula de Souza (Pedagogia 2021).

 

10/8, quarta-feira, às 19h

VIRTUAL:

Aula inaugural do Eixo Licenciatura com a participação da Profª Luzia Maya Kikuchi e, como convidada, a doutora em Letras e professora de Literatura Brasileira e Portuguesa, Profª Lu Cunha: https://youtu.be/-VZcSaFdVY4

 

PRESENCIAL:

Recepção dos Estudantes do Eixo de Computação.

Orientadora de Polo: Viviane Cardoso da Silva

Estudantes do Eixo de Computação: Joseane Fronteli (Engenharia de Computação 2020); Marcio Marcelino (Engenharia de Computação 2021), Ana Julia Sampaio do Espírito Santo (TI 2021), Carolina Aracena Bello (Engenharia de Computação) e Richard Roberto Vilarim de Melo (Engenharia da Computação)

 

11/8, quinta-feira, às 19h

VIRTUAL:

Aula inaugural do Eixo de Computação com a participação da Prof Higor Amario de Souza e, como convidado, o engenheiro de Computação e empreendedor na Indústria de Tecnologia da Informação e Digital, Cesar Gon: https://youtu.be/09aJ0hDxyVk.

 

PRESENCIAL:

Recepção dos Estudantes do Eixo de Negócios e Produção.

Orientadora de Polo: Viviane Cardoso da Silva

Estudantes da Engenharia de Produção 2018: Bianca Baraccat e outros estudantes a confirmar.

 

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Equipes esportivas de Hortolândia continuam participação nos Jogos Regionais 2022

Publicado

em

No final de semana, foi a vez do futsal de alto rendimento do Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura

O futsal de alto rendimento do Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia disputou, no final de semana, duas partidas válidas por mais uma etapa dos Jogos Regionais. No sábado (06/08),  os hortolandenses  empataram por 3 a 3 em Vargem Grande do Sul enfrentando os donos da casa. Na sexta-feira (05/08), a equipe acabou derrotada por Águas da Prata, por 1 a 0. Na estreia, os meninos já haviam conquistado um empate contra o forte time de Santa Bárbara d’Oeste. Neste mês, além do futsal, o time de vôlei de praia joga em Mogi Guaçu no sábado (20/08), contra Leme, às 10h, e contra Amparo, às 12h.

“Continuamos o apoio ao nosso esporte. Mais do que bons resultados, nosso foco o bem estar e o futuro dos nossos jovens, usando o esporte como uma importante ferramenta para a inclusão e o desenvolvimento social. O esporte é importante em diversos segmentos da vida e oferecermos a estrutura necessária para, cada vez mais, termos mais pessoas interessadas na prática esportiva”, comenta o secretário de Esporte, Gléguer Zorzin.

O handebol concluiu a participação nos Jogos Regionais com a medalha de bronze. A equipe também treina nas estruturas do projeto da Administração Municipal. Além disso, Hortolândia está representada no vôlei de quadra, futebol, atletismo livre masculino e feminino, capoeira livre feminino e masculino, futsal masculino, ginástica artística feminina até os 14 anos de idade e masculina até os 16 anos, ginástica rítmica, handebol feminino, para jogadoras até os 21 anos de idade, judô masculino e feminino, taekwondo masculino e feminino e karatê masculino e feminino.  

Vagas para os Jogos Abertos em outubro

Nos Jogos Regionais, as cidades de São Paulo são divididas por regiões esportivas e os municípios competem entre si. Ao término dos Jogos Regionais, as modalidades com melhores desempenhos de cada município garantem a classificação para a 84ª edição dos Jogos Abertos do Interior “Horácio Baby Barioni”, que neste ano, serão realizados no mês de outubro, em Sorocaba. 

Última edição dos Jogos Regionais foi em 2019

Na edição 63, disputada no mês de julho de 2019, em Americana, foram 36 medalhas conquistadas por Hortolândia. No geral, 13 medalhas de ouro, 13 de prata e 10 de bronze. Os meninos e meninas trouxeram para casa um sétimo lugar na classificação, mesmo resultado obtido em 2018. Em 2019, 50 cidades da região esportiva que Hortolândia pertence participaram da competição. Em 2018, foram 44 municípios que disputaram os Jogos Regionais na região que Hortolândia está inserida. Em razão da pandemia de Coronavírus, não houve Jogos Regionais em 2020 e 2021.

 

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares