Nossa Cidade

Operação Saturação registra menor número de ocorrências de perturbação do sossego desde março

O último final de semana de novembro trouxe estatísticas positivas para os integrantes da Operação Saturação, que busca conter a disseminação do Coronavírus em Hortolândia, conscientizando a sociedade com relação à aglomeração de pessoas e a perturbação do sossego, em espaços públicos e privados. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, entre a noite de sexta-feira e domingo (27 a 29/11), foram registradas 12 ocorrências de perturbação de sossego na cidade, evento que, geralmente vem acompanhado de aglomeração de pessoas. Isso significa uma redução de 73% no número de ocorrências, com relação ao primeiro final de semana do mês. Durante o feriado prolongado da Consciência Negra, o total de ocorrências chegou a 17.

Na avaliação da GM (Guarda Municipal), este é o mais baixo índice já verificado no município, desde o início dos trabalhos de fiscalização e orientação, em março, o que pode representar um indício de conscientização da comunidade.

“Verificamos que os números vêm caindo, constantemente. Não é possível precisar as razões disso, mas pode ser, sim, após tantos meses de avisos e medidas de esclarecimento ao público, um indício de conscientização”, avalia a comandante Michele Mabene Cardena.

A cidade acumula, de janeiro até o último domingo (29/11), o total de 2.909 ocorrências de perturbação de sossego, segundo dados do Núcleo Estratégico da GM, da Prefeitura de Hortolândia.

No período da operação, no último final de semana, Hortolândia ainda estava na “Fase Verde” do Plano São Paulo, de reabertura gradual e consciente das atividades, em que é proibida a realização de eventos que causem risco à saúde pública e perturbem o sossego alheio, a qualquer hora do dia. Atualmente, toda a região de Campinas voltou à “Fase Amarela” do Plano São Paulo. 

Para denunciar irregularidades

Situações de perturbação ao sossego e aglomerações podem ser denunciadas e os infratores correm o risco de ser levados à delegacia. É possível denunciá-las, a qualquer hora do dia ou da noite, todos os dias da semana, pelos telefones 153 ou 08000-111-580.

Segundo a Secretaria de Governo, a multa para quem organiza festa clandestina chega a até R$ 5.000,00, segundo as leis de perturbação do sossego, e o local da confraternização poderá ser lacrado.

 

 

 

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98