Nossa Cidade

Oficinas terapêuticas do Cier têm novas salas para oficinas terapêuticas

novas salas de oficina terapeutica no cier hortolandiaEspaço entregue, nesta quarta-feira (22), será utilizado nas aulas de mosaico, encadernação, costura, pintura e marcenaria

Os alunos do Cier (Centro Integrado de Educação e Reabilitação) ganharam um presente no mês do aniversário da cidade: novas salas para oficinas terapêuticas foram inauguradas, nesta quarta-feira (22), pelo prefeito Antonio Meira. O evento contou com a participação da primeira dama e secretária de Educação, Cleudice Baldo Meira, de profissionais do Cier, pais e alunos atendidos na unidade.

Para a obra, a Administração Municipal investiu R$ 623 mil. Além das novas salas, o espaço ganhou um auditório, uma mini padaria e novos banheiros adaptados. As salas entregues serão utilizadas nas oficinas de mosaico, encadernação, costura, pintura e marcenaria, atividades que antes eram realizadas em outros espaços. Cerca de 40 alunos participam destas atividades, que proporcionam além de desenvolvimento motor, iniciação à uma profissão.

“Esta obra é esperada há muito tempo por todos nós. Vamos oferecer melhores condições de trabalho aos profissionais e qualificação aos nossos alunos. Estou muito feliz nesta manhã com a entrega desta obra e principalmente, por ter sido recebido com tanto carinho por vocês”, destacou Meira.

A Secretária de Educação mencionou a união de todos os envolvidos nesta obra de ampliação. “O Cier é uma grande família, muita unida e diversificada, mas com um objetivo comum. Lutamos para que políticas públicas inclusivas sejam cada vez maiores em nossa cidade”, enfatizou Cleudice.

A dona de casa Cedina Rodrigues dos Santos, 65 anos, é mãe de Janilson, aluno frequente do Cier. Ela comemorava muito a abertura das novas salas de oficinas terapêuticas, onde o filho participa das atividades. “Ele faz tanta coisa bonita, umas caixinhas coloridas. A oficina faz muito bem para ele”, afirma. Muitos dos alunos das oficinas do Cier se qualificam para uma profissão e são aptos a trabalhar por conta própria e, inclusive, auxiliar na renda familiar. O Cier atende, atualmente, 200 alunos com acompanhamento por distúrbio de aprendizagem, 115 alunos frequentes em oficinas e escola especial, além de 350 AEE’s (Alunos de Educação Especial).

Novos investimentos para a unidade

O prefeito Antonio Meira aproveitou a ocasião para adiantar algumas novidades para o Cier. Uma delas é que, até o segundo semestre, a unidade contará com atendimento odontológico para os alunos. “Será uma parceria com a Secretaria de Saúde, onde vamos oferecer tratamento dentário gratuito exclusivamente aos alunos do Cier. O atendimento será em um consultório montado na própria unidade”, ressaltou Meira. Além do consultório odontológico, em breve o Cier contará com uma academia especial, com 18 equipamentos diferenciados para pessoas com deficiência.

Sair da versão mobile