Nossa Cidade

Obras de contenção de enchentes falham

Novas infraestruturas do pacote de obras de contenção de enchentes com investimentos de mais de R$ 50 milhões falham e Hortolândia tem diversos pontos de alagamento.

Comerciantes e moradores do Remanso Campineiros enfrentavam, há décadas, problemas com inundações nas ruas do centro. A falta de sistema de drenagem de águas pluviais, a pequena quantidade de bocas de lobo e a proximidade com o Ribeirão Jacuba traziam transtornos aos imóveis da região central. Além da enxurrada que invadia as casas e lojas, o aumento do volume da água do córrego tornava inviável até mesmo o tráfego de veículos em alguns trechos.

O Ribeirão Jacuba já está canalizado, com trechos de canal fechado inclusive, como no Jardim Malta. Na região do Jardim Minda, a Administração Municipal construiu dois reservatórios de contenção de enchentes, o JAC-1 e JAC-2. Os reservatórios armazenam a água da chuva e poderão, até mesmo, abastecer a cidade com a reserva. A obra terminou em 2015, mesmo prazo para a conclusão das obras de macrodrenagem na região central, porem, mesmo com toda esta infraestrutura as fortes chuvas do fim de ano deixam diversos pontos alagados em Hortolândia, como a região central próximo ao Bradesco antigo, no bairro Fátima próximo ao Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jardim Nova Alvorada, região próximo ao Posto da ilha entre outras.

Foto: Marlene Kuasne

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98