Nossa Cidade

Mosquito da Dengue também circula no inverno

 

Quem pensa que na época mais fria do ano a população está livre da Dengue se engana. Mesmo no inverno, o mosquito Aedes aegypti, transmissor desta e de outras doenças circula no ambiente. Por isso, é preciso manter a atenção quanto aos locais que podem servir de criadouro, especialmente logo após períodos de chuva. Neste ano, Hortolândia registra 334 casos positivos de Dengue, além de 886 suspeitas em investigação, entre elas, dois óbitos. A dengue é uma doença grave, que pode causar complicações que levam a morte. A melhor maneira de prevenir novos casos é eliminando o mosquito transmissor. Mas não basta acabar com mosquitos adultos: é preciso também eliminar criadouros.

A Prefeitura faz a parte dela e realiza, semanalmente, mutirões, com apoio da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses). Na ação, agentes de controle de endemias visitam casa a casa levando orientações aos moradores e removendo objetos que podem acumular água, por meio da Operação Cata Bagulho.

Confira algumas das dicas da UVZ: ralos devem ficar protegidos; calhas devem ser observados com frequência; caixas d’água precisam ser vedadas; objetos que acumulam água devem ficar protegidos da chuva e sem água parada; o compartimento de degelo das geladeiras deve ser limpo, periodicamente; brinquedos precisam ficar guardados em local coberto, vasilhas de água dos animais precisam ter a água trocada com frequência.

Ações permanentes

Em setembro do ano passado, a Secretaria de Saúde criou o Plano Municipal de Combate a Arboviroses, com a proposta de prevenir doenças causadas por picadas de mosquito. Com este plano, a Prefeitura traça as ações básicas para combate às doenças, como eliminação de criadouros do Aedes Aegypti; prevenção, com orientação à população; e tratamento de pacientes, incluindo a conduta dos profissionais da rede de saúde quanto à necessidade de notificação dos casos suspeitos, até o atendimento hospitalar dos casos mais graves.

A Prefeitura de Hortolândia lançou, em 2017, o programa Agenda Verde, ação que envolve diversas atividades, como arrastões, Cata Bagulho, plantio de árvores em terrenos antes usados para descarte de lixo, tudo com o objetivo de deixar a cidade mais limpa. Além de colaborar com a manutenção urbana, a Agenda Verde busca despertar na população o sentimento de parceria, uma vez que todos são responsáveis pela limpeza da cidade. A Prefeitura acredita que mobilizando a população, será mais fácil resolver, em conjunto, questões ambientais que se tornam problemas de saúde pública.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98