12 de julho de 2024
Nossa Cidade

Moradores do Jardim Rosolen podem pedir ligação de esgoto

Conclusão das obras de saneamento pautou reunião do prefeito com moradores; foram apresentados projetos para o desenvolvimento da região

Prefeitura na Comunidade - Jardim Rosolen

Nesta quarta-feira (4/09), o prefeito de Hortolândia, Antonio Meira, realizou mais uma ação “Prefeitura na Comunidade” com a população do Jardim Rosolen. Além dos moradores, diversas lideranças comunitárias participaram do encontro, que serviu para aproximar a comunidade da Prefeitura. O prefeito e toda a equipe de secretários apresentaram os projetos em desenvolvimento na região e explicaram sobre as propostas de melhoria para o futuro. Além disso, representantes da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) realizaram o cadastramento de moradores para a solicitação da ligação do esgoto domiciliar.

“Há muito tempo, Hortolândia luta pela conquista do esgoto e este sonho está perto de ser definitivamente concretizado. Hoje temos 80% de coleta de esgoto e há no município uma estação capaz de tratar 100% do esgoto coletado. Alguns bairros que já tinham rede de esgoto muito antiga, precisaram passar por uma vistoria da rede. Este foi o caso do Rosolen, onde o pessoal da Sabesp se empenhou em realizar esta inspeção e entrega, agora, a conclusão das obras da rede coletora no bairro”, lembrou Meira.

A obra foi finalizada após alguns entraves, como a negociação para que coletores tronco pudessem ser instalados em uma área particular. “É com grande satisfação que entregamos esta obra. Agora, nossa equipe vai passar de casa em casa, a partir desta quinta-feira (5/09), para realizar os pedidos de ligação de esgoto dos moradores”, confirmou o gerente de divisão da Sabesp, Alinar Silva Lima. A estimativa da Sabesp é que no Jardim Rosolen sejam realizadas 450 ligações domiciliares de esgoto.

O coordenador da comunidade Nossa Senhora Aparecida, Valdemir Moura Silva, que é morador do Jardim Rosolen, acompanhou o encontro atento e anotou os principais tópicos discutidos. “Esta iniciativa de trazer o prefeito para conversar com a comunidade demonstra transparência. A questão do esgoto, por exemplo, é algo que os moradores do bairro aguardavam por uma solução. A preocupação da Prefeitura em nos informar sobre isso é muito positiva”, avaliou o líder comunitário.

Durante o encontro, Meira também destacou as principais obras em andamento na região, como a abertura de ruas onde hoje está localizado o vielão. “Vamos abrir quatro ruas, a partir da rua Antônio Fernandes Leite, atravessando as vias Orlando Pavan, Jerônimo Batista Fabiano, até chegar à rua Emma Frederici Gheraldelli. A ação já está em fase final de licitação. O projeto está orçado em R$ 450 mil e as obras serão entregues até o final deste ano.

“Nas duas primeiras quadras vamos priorizar a área comercial, colocando estacionamento dos dois lados da rua. Nas quadras de baixo, vamos colocar paisagismo. A área que hoje acumula mato, será completamente revitalizada”, destacou o prefeito.

A implantação da alça de acesso da SP-101 à Avenida da Emancipação também foi abordada durante o encontro. “Estivemos nesta semana na concessionária Rodovias do Tietê, onde pedimos a retomada das obras imediatamente. Eles já anunciaram desde maio que começariam a construção, mas até agora a obra não se concretizou. Demos um prazo até a terça-feira (10). Caso o trabalho não comece, vamos entrar com uma ação na justiça”, acrescentou o prefeito.

A obra, que será realizada pelo governo estadual, está orçada em R$ 2,2 milhões. Quando for entregue, a alça de acesso vai acabar com os congestionamentos na entrada da cidade e complementar as ações de duplicação e recapeamento da Avenida da Emancipação, realizadas pela Administração Municipal.

No setor da segurança, Meira anunciou a inauguração de uma base comunitária da Guarda Municipal no próximo dia 28. “Esta é uma forma de levar o policiamento mais próximo da população”, disse. A população também ouviu sobre as ações de iluminação de praças na região, como a do jardim Adelaide e a do Jardim Santa Cândida.

Em educação, o prefeito destacou o início das obras da escola de educação infantil do Jardim Terras de Santo Antônio, que vai ofertar 240 novas vagas. A unidade de ensino receberá investimentos de cerca de R$ 3,3 milhões, sendo parte da verba proveniente do Pró-Infância (Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil), programa do Governo Federal.

A ação “Prefeitura na Comunidade” teve início em julho com uma reunião no Jardim São Sebastião. O Jardim Nova Europa também recebeu o encontro, que é coordenado pela Secretaria de Chefia de Gabinete, envolve todas as secretarias municipais e conta com o apoio do programa de governo “Viva Mais e Melhor”.

Nesta quinta-feira (5/09), é a vez do Jardim Santiago ter a “Prefeitura na Comunidade”. Moradores dos bairros Santiago, Jardim Aline, Vila Guedes, Jardim Conceição e Jardim Brasil estão convidados para o encontro com o prefeito. A reunião acontece às 19h, na EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) do Jardim Santiago, que está localizada na rua Projetada, nº 500, no Jardim Santiago.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia


Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98