25 de junho de 2024
Nossa Cidade

Mais de 11 mil animais foram vacinados contra raiva

No próximo final de semana, é a vez da região do Jardim Amanda receber a campanha antirrábica

vacina-anti-rabica

A Campanha de Vacinação Antirrábica, que acontece em Hortolândia desde o dia 11 de outubro, já garantiu a vacinação de 11.301 cães e gatos. No último final de semana, 3.515 animais domésticos foram vacinados na região do Jardim Santa Clara por equipes de plantão, em pontos fixos, e por meio da vacinação domiciliar. Com mutirão de vacinas por região, a Prefeitura de Hortolândia, por meio do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), também já realizou a imunização de animais da Região Central e Jardim Rosolen.

Neste sábado e domingo (8 e 9/11), é a vez da região do Jardim Amanda receber os agentes. Ao todo, 11 pontos de vacinação estarão abertos, das 8h às 17h. A lista com os locais está disponível logo abaixo. Além destes pontos, haverá vacinação domiciliar nos bairros Chácara Grota Azul, Chácara Havaí, Terra Preta, Jardim Boa Vista e Jardim Firenze.

A vacina contra a raiva é oferecida, gratuitamente, para cães e gatos com mais de três meses de idade. Todos os cães devem ser levados ao local de vacina em coleiras adequadas. Além disso, os animais de porte grande ou muito ferozes precisam estar de focinheira. Já os gatos podem ser transportados em gaiolas próprias para os felinos ou mesmo em carrinhos de feira.

Quem não conseguir levar o animal ao local de vacinação durante a campanha, pode ir até o CCZ, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, para aplicação da vacina. O órgão fica na rua Atanázio Gigo, nº 60, no bairro Chácaras Recreio 2000.

Raiva

A raiva é uma doença viral, transmitida principalmente por morcegos infectados. Estes animais, quando doentes, podem atacar animais domésticos, espalhando o vírus. Além disso, morcegos doentes perdem a orientação de voo e podem ser encontrados caídos durante o dia. Por isso, caso algum animal deste tipo seja identificado com hábitos incomuns, os agentes do CCZ devem ser acionados imediatamente.

Já nos animais domésticos, a principal característica de que estão infectados pela raiva é a agressividade. Gatos podem apresentar a forma paralítica da doença. Nos cães, o latido fica diferente, mais rouco do que o normal. Os animais também podem ter dificuldade para engolir, salivação excessiva, entre outros sintomas. Cães e gatos com comportamento suspeito devem ser afastados do convívio com outros animais e seres humanos, mas precisam ser mantidos presos. A situação deve ser comunicada ao CCZ, que vai investigar a doença.

Nos seres humanos, a raiva é uma doença fatal. Em caso de acidentes com animais domésticos, a vítima deve procurar a unidade de saúde mais próxima para notificar a ocorrência. De acordo com o veterinário, mesmo arranhões causados por gatos, animais que se lambem com frequência, já transmitem a raiva. “A doença é transmitida pela saliva do animal. Por isso, após a notificação, o cão ou gato fica em observação por 10 dias. Se neste período o animal apresentar sintoma suspeito de raiva, a pessoa já recebe medicação específica para evitar o contágio”, explicou.

Em caso de emergência, o CCZ pode ser acionado pelos telefones 3897-3312 e 3897-5974, que atendem 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana.

SERVIÇO:

Campanha de vacinação antirrábica
Dias 08 e 09 de novembro
Das 8h às 17h
Locais de vacinação:
Loja Marquinhos Móveis
Escola Estadual Jardim Amanda II
E. E. Jardim Amanda IV
E. E. Prof Eliseo Marson (Jardim Amanda)
E. E. Taquara Branca
Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Renato Costa Lima (Jardim Amanda)
Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Jd. São Pedro
Regional – Jardim Amanda
USF (Unidade de Saúde da Família) Jardim Amanda
Escola Adventista (vacinação só no domingo)
Centro de Controle de Zoonoses
Vacinação Domiciliar
Chácara Grota Azul
Chácara Havaí
Terra Preta
Jardim Boa Vista
Jardim Firenze

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98