Interessados em se inscrever para o Cursinho Popular, política pública da Prefeitura de Hortolândia, precisam estar atentos à mudança no sistema de inscrição, que deverá ser feito exclusivamente pela internet, até o dia 17 deste mês, por meio do site: bit.ly/CursinhoPopular2020 . Anteriormente, havia sido divulgado que a inscrição seria por e-mail ou presencialmente, na Casa Quilombola. O edital de número 003/2020 foi publicado, nesta segunda-feira (02/03), no Diário Oficial do Município.

Podem se inscrever moradores de Hortolândia, em vulnerabilidade social, que tenham concluído o Ensino Médio em escola pública ou em escola particular com o auxílio de bolsa de ensino.

De acordo com o edital, o Cursinho Popular visa “oferecer orientação de estudos de maneira adequada às necessidades de jovens e adultos, em vulnerabilidade social, que desejam prestar as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e exames vestibulares”.

A ação é realizada por meio de parceria entre o Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres da Secretaria de Governo e as secretarias de Educação, Ciência e Tecnologia e de Administração/Escola de Gestão.

Há 200 vagas disponíveis. Caso haja número maior de inscritos validados, haverá sorteio para definir os participantes, com o auxílio do software online (www.sorteador.com.br). O sorteio está previsto para o dia 19/03, sendo divulgado o resultado no dia seguinte.

Matrículas 

As matrículas serão do dia 23 a 27/03, na Casa Quilombola, localizada na Rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Aulas começam em março

As aulas começam na segunda quinzena de março e se estendem até novembro, com carga horária de 15 horas semanais, de segunda a sexta-feira, a partir das 19h. Elas acontecem na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Marleciene Priscila Presta Bonfim, na Rua Maria de Lourdes C. Cancian, 92, no Remanso Campineiro.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia