20 de maio de 2024
Nossa Cidade

Hortolândia comemora 22 anos com avanço na qualidade de vida

Com avanço e inovação, Hortolândia comemora o seu 22º aniversário, no dia 19 de maio. A cidade segue no caminho da prosperidade nos campos econômico e social. O prefeito Antonio Meira transforma a cidade num canteiro de obras para garantir ainda mais qualidade de vida aos cerca de 200 mil habitantes. São cerca de 50 obras em realização nas áreas de saúde, educação, cultura, saneamento, infraestrutura, esporte, meio ambiente e habitação, ações que preparam Hortolândia para um futuro promissor.
 
“Junto com os moradores, continuamos o projeto de fazer de Hortolândia uma cidade cada vez melhor. Nossa missão é resolver os desafios do presente e preparar a cidade para o futuro, com planejamento sério, determinação, ousadia e oportunidade para todos. Hortolândia é uma cidade jovem que, nos últimos anos, tornou-se referência pelo desenvolvimento. Vamos continuar neste caminho, com avanço e inovação”, afirma o prefeito.
 
A implantação do Programa Medicamento em Casa é uma das inovações da atual Administração na área da Saúde. Agora, a Prefeitura entrega remédios de uso contínuo na casa de pacientes com doenças crônicas a exemplo de diabéticos e hipertensos atendidos pela rede municipal de saúde. Cerca de 1.600 pessoas já são beneficiadas pelo atendimento farmacêutico no conforto do lar.
 
Outro avanço na Saúde é a implantação do Cesm (Centro Especializado da Saúde da Mulher), que segue o protocolo de atendimento do Caism-Unicamp (Centro de Atendimento Integral da Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas). O local oferece serviços de ultrassonografia, monitoramento fetal, atendimento ao pré-natal de alto risco, mamografia, planejamento familiar, serviço de psicologia e atendimento a vítimas de violência sexual.
 
O prefeito Antonio Meira conquistou mais uma UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) para Hortolândia. O serviço emergencial funcionará na região central, uma reivindicação dos moradores. O município já tem uma UPA em funcionamento no Jardim Nova Hortolândia e duas em construção (bairros Rosolen e Amanda). A cidade será a única da RMC (Região Metropolitana de Campinas) a contar com quatro UPAS, implantadas com o objetivo de desafogar o atendimento no Hospital Municipal.
 
Na Educação, a Prefeitura trabalha para ampliar o número de vagas em creches. A meta é criar mais 940 vagas com a ampliação de unidades de ensino infantil e a construção de creches nos bairros Terras de Santo Antonio e Santa Clara do Lago, uma parceria com o governo federal. Setenta e cinco vagas foram criadas nos primeiros meses de governo nos bairros Vila Real, Novo Ângulo e Taquara Branca com a construção de salas de berçário.
 
Investir nas pessoas para que elas cresçam junto com a cidade é outra preocupação da atual Administração. Por isso, a Prefeitura amplia os programas de qualificação profissional e de geração de renda. Um exemplo é o Centro Municipal de Qualificação Profissional, uma parceria da Prefeitura com o Senac (Serviço Nacional do Comércio), que oferece cursos de educação para o trabalho para 200 adolescentes e jovens.
 
Rumo ao transporte moderno e eficiente
 
A Administração trabalha pela modernização e eficiência do transporte coletivo com inclusão e justiça social. Para isso, investe na implantação de 51 abrigos de ônibus e 12 estações de embarque e desembarque de passageiros, com piso podotátil (que facilita a mobilidade de pessoas com deficiência visual), em instalação em vários pontos da cidade.
 
Em junho, a Prefeitura ampliará a frota municipal, de 35 para 45 ônibus e aumentará o número de linhas urbanas, ações que reduzirão o intervalo entre um ônibus e outro (de 45 para 15 minutos), além do tempo da viagem. É a segunda fase de integração do transporte urbano ao metropolitano. O subsídio da Prefeitura para reduzir o valor da passagem de ônibus ao consumidor coroa o pacote de ações em prol dos usuários do transporte público. A lei que concederá o benefício está em elaboração pela Prefeitura. A previsão é de que o subsídio entre em vigor ainda neste ano.
 
Integração geográfica avança
 
Para acompanhar o desenvolvimento econômico de Hortolândia, a Administração trabalha em ritmo acelerado para reestruturar o sistema viário da cidade. Está em construção da Ponte Estaiada, que ligará a cidade de Leste a Oeste e integrará Hortolândia à Campinas, por meio do Corredor Metropolitano, um investimento de R$ 64 milhões.
 
O prefeito Antonio Meira também conquistou junto ao governo do Estado a construção da alça de acesso que ligará a Rodovia SP-101 a Avenida da Emancipação, ação que acabará com congestionamentos em horário de pico. Para viabilizar a obra, a Prefeitura realizou a desapropriação de áreas para o Estado fazer a intervenção. A alça complementa a duplicação da avenida da emancipação, realizada pela Prefeitura, um investimento de R$ 4 milhões.
 
Meira também viabilizou junto ao governo federal recursos de R$ 50 milhões para investir em infraestrutura. A maior parte do pacote de obras prevê investimentos na estrutura do sistema viário. Três pontes serão construídas para ligar o Jardim Sumarezinho ao bairro Girassol, o Residencial São Sebastião ao Jardim Interlagos e o Jd. Novo Cambuí ao Parque Gabriel. Também estão previstas oito rotatórias nos bairros Nova América, Vila Real Santista, Vila Real Continuação, Residencial São Sebastião, e Jardim Amanda.
 
Com o recurso federal, a Prefeitura pretende asfaltar aproximadamente 18 mil metros de vias, sem custo ao morador. Entre os bairros contemplados estão Chácaras Recreio Alvorada, Chácaras Havaí, Chácaras Panaíno, Chácaras Planalto, Parque Horizonte, Chácaras Recreio 2000, Jd. Novo Horizonte, Chácaras Reymar e Parque Peron.
 
A verba também garantirá revitalização de duas importantes ruas comerciais de Hortolândia: a Luiz Camilo de Camargo (Centro) e a Antonio Fernandes Leite (Jd. Rosolen).


Fonte: Comunicação PMH

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98