Connect with us

Nossa Cidade

Histórico de pico de Dengue nesta época do ano exige cuidados redobrados

Publicado

em

Prefeitura e população, unidas, conseguem combater reprodução do Aedes aegypti

A Prefeitura de Hortolândia reforça a orientação para a população redobrar os cuidados para combater a reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Chikungunya e Zika. O veterinário da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde, Evandro Alves Cardoso explica que, historicamente, março/abril é considerado o período de pico de transmissão de Dengue, e portanto, é esperado haver o aumento de casos da doença. Por esse motivo, a Prefeitura reforça, nessa época do ano, o combate ao inseto com as ações de busca ativa e nebulização.

É importante que cada morador também faça sua parte e ajude o poder público nessa luta. A Prefeitura continua a fazer a parte dela com as ações de busca ativa e nebulização em diferentes regiões do município. Nesta semana, a UVZ realiza busca ativa nas regiões do Jardim Carmem Cristina e Jardim São Camilo. Já a nebulização acontece no Jardim Santa Clara do Lago II. A Prefeitura salienta que essas ações são feitas em regiões onde foram notificados casos positivos de Dengue.

O veterinário ressalta ainda que, especificamente, neste ano, outros fatores têm contribuído para o aumento das notificações. “Neste ano, tivemos um mês de janeiro chuvoso. Além disso, já estamos no outono e, no entanto, as temperaturas ainda têm se mantido altas. Essas duas condições, chuvas e calor, favorecem a proliferação do Aedes aegypti”, explica Cardoso.

A Vigilância Epidemiológica, órgão também da Secretaria de Saúde, pondera que, em virtude do isolamento social e das restrições sanitárias impostas pela pandemia da COVID-19, medidas que impactaram no movimento das pessoas pela cidade, nos últimos dois anos não foi registrado aumento expressivo das notificações de Dengue. Com a flexibilização das restrições, o público pôde voltar a circular neste ano em maior quantidade pelo município. 

SINAIS DE ALARME

Caso o morador apresente algum dos sintomas de Dengue, Chikungunya ou Zika, a Prefeitura orienta para que ele procure a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de onde mora para receber atendimento adequado, possibilitando que a Secretaria de Saúde faça a notificação correta do caso.

A Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, salienta que os sintomas de Dengue, Chikungunya e Zika são parecidos. Dentre os principais sintomas da Dengue estão dores no corpo, de cabeça e na parte atrás dos olhos, febre, manchas e/ou pontos vermelhos no corpo, náusea e vômito. Já o sintoma principal de Chikungunya são dores nas articulações que persistem durante dias. Os sintomas da Zika são febre, mas não tão elevada, vermelhidão no corpo e nos olhos (neste último sem formação de pus). 

Já em caso de aparecimentos dos chamados sinais de alarme de Dengue, que são dor abdominal intensa, vômitos persistentes, pressão arterial baixa, sangramento na gengiva, letargia e/ou irritabilidade, a Vigilância Epidemiológica orienta para que o morador procure atendimento nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento)-24h ou no hospital municipal. 

Para ter maior rapidez na avaliação de casos suspeitos de Dengue, a Secretaria de Saúde oferece teste rápido da doença nas UBSs. A Vigilância Epidemiológica ressalta que os testes são aplicados somente mediante avalição prévia do paciente pela equipe de saúde da unidade. 

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, o município registra neste ano 892 notificações de Dengue, das quais 193 casos positivos. Já de Chikungunya são quatro casos notificados, dos quais um positivo, dois negativos e um aguarda resultado. Neste ano, o município ainda não registra nenhuma notificação de Zika e nenhum óbito das três doenças.

DEIXAR OS AGENTES ENTRAREM

Na ação de busca ativa, os agentes da UVZ visitam as casas para fazer a busca e a eliminação de possíveis criadouros do Aedes aegypti. O objetivo é eliminar o inseto ainda na fase de larva. Caso sejam encontradas larvas, algumas delas são recolhidas para identificação em laboratório. De acordo com o órgão, 80% dos focos de criadouros do mosquito estão nas casas das pessoas.

Já na nebulização, os agentes entram nas casas para espalhar no ar um tipo de inseticida para eliminar os mosquitos já adultos. Na ação, os agentes utilizam nebulizadores costais motorizados para espalhar o inseticida em forma de vapor.

O veterinário Evandro Alves Cardoso reforça a solicitação para que os moradores permitam a entrada dos agentes em suas casas. Os agentes estão identificados com crachá e uniforme. Eles entram nas residências somente para realizar as ações. “Muita gente não tem deixado os agentes entrarem alegando que isso não precisa ser feito. Se os agentes não entrarem, fica difícil para a Prefeitura fazer o combate adequado ao Aedes aegypti. Por isso, é importante que as pessoas deixem os agentes entrarem para realizarem a busca ativa e a nebulização”, reforça o veterinário. 

A Prefeitura orienta a população para ficar atenta contra golpes. Nas visitas, os agentes não solicitam nenhum dado bancário ou informação pessoal dos moradores. Em caso de dúvidas e para saber em quais regiões serão realizadas as ações, os moradores podem entrar em contato com a UVZ pelos telefones (19) 3897-3312 ou (19) 3897-5974.

MEDIDAS PREVENTIVAS

A Prefeitura de Hortolândia reforça para a população redobrar os cuidados e manter as medidas preventivas contra a proliferação do Aedes aegypti. Os moradores devem limpar constantemente quintais, jardins e áreas externas de suas casas. 

Nesses locais é importante também verificar e recolher materiais, recipientes plásticos, baldes, garrafas PET, entre outros objetos que possam acumular água parada. É em água parada que a fêmea do Aedes aegypti deposita os ovos que darão origem a mais mosquitos. Também é importante manter tampados tonéis, barris e caixas d’água. Já as pessoas que moram em casas com laje exposta sem teto também devem verificar se houve acúmulo de água da chuva na laje e façam a retirada da água.

Outras medidas importantes são colocar telas em ralos e mantê-los limpos, e encher os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda para evitar o acúmulo de água parada.

Outra ação que a população deve adotar no combate ao Aedes aegypti é fazer o descarte correto de resíduos e recicláveis nos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de entulho e outros materiais recicláveis). Atualmente, Hortolândia tem 13 PEVs. Os moradores podem consultar qual é o PEV mais perto de onde mora na lista disponível no site da Prefeitura, por meio deste LINK.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Prefeitura e Estado entregam DDM e anunciam construção de 360 moradias em Hortolândia

Publicado

em

Governador Rodrigo Garcia confirmou a abertura de 31 leitos pediátricos no HC da Unicamp e no Hospital Estadual de SumaréO prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, acompanhado do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, entregou oficialmente as instalações da primeira DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Hortolândia e a 139ª do Estado de São Paulo. Localizado na rua Benedicta Pires de Assis, 88, bairro Remanso Campineiro, o espaço passou por reforma e adequações internas solicitadas pelo Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Durante a solenidade de inauguração, o governador formalizou convênio para financiamento de 360 moradias populares na cidade. O empreendimento de 360 apartamentos para famílias de baixa renda receberá apoio público por meio de convênio firmado entre o Estado e a Prefeitura de Hortolândia. O projeto será viabilizado pela modalidade Nossa Casa – Preço Social, com aporte de R$ 9 milhões para ajudar as famílias a quitar o financiamento habitacional. As moradias serão construídas pela iniciativa privada. A Secretaria Municipal de Habitação ainda não revelou o local onde o empreendimento será construído.

Para o prefeito Zezé Gomes, a DDM era um sonho antigo do município, que há anos lutava para a instalação de uma delegacia que garanta mais dignidade às mulheres. O Chefe do Executivo hortolandense aproveitou para agradecer o empenho do governador que vem garantindo ao município uma série de obras e melhorias. “O meu amigo e saudoso prefeito Angelo Perugini, quando ocupou a cadeira de deputado estadual, havia plantado em 2016 uma semente e, face a toda essa luta e trabalho, sem esquecer da fé, alcançamos agora em 2022 esse grande objetivo. A partir do momento que o Governo do Estado lançou o decreto, confirmando a DDM, nós já buscamos um local adequado para a sua implantação. O prédio ficou muito bom e atenderá as necessidades da Polícia Civil. Quero também agradecer o governador que não vem medindo esforços e vem garantindo a nossa cidade uma série de benefícios. Rodrigo participou da entrega do Corredor Metropolitano, liberou recursos para a construção do viaduto do Nova Europa, tem a Praça da Cidadania que está chegando na região do Peron e vem nos ajudando na regularização fundiária pelo programa Cidade Legal e, agora, mais 360 apartamentos. Somos muito gratos ao Governo do Estado”, explicou o prefeito hortolandense.DDM-HORTOLÂNDIAA Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade. Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba. Apesar de Hortolândia contar com mais de 234 mil habitantes, o município ainda não disponibiliza atendimento diferenciado para mulheres vítimas de violência. As denúncias de estupro, ou violência doméstica, por exemplo, são registradas nos Plantões Policiais ou distritos policiais da cidade. No último ano, o CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Debora Regina Leme dos Santos”, de Hortolândia, registrou o triste recorde de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. Em 2021 foram registrados 660 atendimentos, um aumento de 50% em relação a 2020, quando foram anotadas 440 denúncias. Deste total, 421 casos terminaram na concessão de medidas protetivas de urgência, ação prevista pela Lei Maria da Penha (n° 11.340, de 7 de agosto e 2006).MAIS SAÚDE O governador Rodrigo Garcia confirmou a abertura de 31 novos leitos pediátricos no Hospital das Clínicas da Unicamp e no Hospital Estadual de Sumaré.  “Não é só dinheiro que resolve a saúde. É comprometimento, são profissionais dedicados, profissionais vocacionados, e compaixão que é o que nós temos em São Paulo e isso tem que nos encher de orgulho, porque todos nós juntos fizemos a diferença durante a pandemia”, afirmou Rodrigo.Os novos leitos pediátricos serão abertos na próxima quarta-feira (1°/06)) para atendimento de enfermaria, terapia intensiva e semi-intensiva no HC da Unicamp e na unidade estadual de Sumaré. O Governo de São Paulo investirá R$ 2 milhões para abertura e custeio dos leitos até o fim de setembro, cobrindo o período de sazonalidade de doenças respiratórias.Na Região Metropolitana de Campinas, Rodrigo fez ainda o anúncio oficial do programa Mutirão de Cirurgias para a região, que tem cerca de 71,4 mil procedimentos represados no sistema Cross (Centrais de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde). A iniciativa prevê cirurgias extras na rede estadual, remuneração dobrada nos hospitais do SUS e a contratação de serviços na rede privada e hospitais filantrópicos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Governado no Estado assina convênio para construção de 360 habitações em Hortolândia

Publicado

em

cdhu

Nesta quinta-feira (26/05), o governado do estado, Rodrigo Garcia assinou um convênio para construção de 360 unidades habitacionais em Hortolândia pelo programa Nossa Casa Preço Social, além disso disponibilizou mais de 12 milhões para obras de infraestrutura na cidade. Diversas personalidades participaram do evento da entrega da Delegacia de Defesa da Mulher em Hortolândia.

Projeto Habitacional

Nossa Casa Preço Social: parceria entre o Estado e as Prefeituras para o desenvolvimento de empreendimentos de Habitação Social, pela iniciativa privada, em terrenos públicos municipais e estaduais. Nesse caso, os empreendimentos viabilizados terão parte das suas unidades disponibilizadas a preço social, além de contar com subsídios adicionais para todas as unidades.

Delegacia da Mulher

A Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade.

Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Evento “Grito Cultural” celebra o poder feminino neste domingo (29/05)

Publicado

em

Evento faz homenagem póstuma à Mãe Eleonora e comemora o aniversário de 31 anos de Hortolândia

A cultura afro é parte importante da história de Hortolândia. Prova disso é a 15ª edição do evento “Grito Cultural”, que acontece neste domingo (29/05), às 13h, na rua João Alves, 288, Jardim Adelaide. Neste ano, o evento tem o tema “As grandes mães e o poder feminino” para homenagear Mãe Eleonora, criadora da associação Ponto de Cultura Caminhos, responsável pela realização do evento. Mãe Eleonora faleceu no ano passado, vítima da COVID-19. O evento, que conta com o apoio da Prefeitura, também integra a programação comemorativa do aniversário de 31 anos de emancipação política de Hortolândia

O evento será aberto com um cortejo do grupo Urucungus. A programação terá ainda apresentação de jongo, dança popular de origem afro, com o grupo Jongo Dito Ribeiro. Outra atração é a exibição de capoeira com Mestre Zenaldo, do Núcleo Educacional Capoeira Salvador. Já para quem gosta de samba e pagode, a grande atração é o show do cantor Henrique Santos (foto), que foi integrante do grupo Soweto. A programação terá ainda apresentações do cantor Jorge Israel, do grupo Obi e de dança afro com o grupo Oju Obá.

Entre uma atração e outra, o público poderá curtir uma balada black com DJ. Outro atrativo é a feira “Mercados das Iabás”, com participação de 10 empreendedores afro que comercializarão roupas e acessórios. Para matar a fome e a sede, o evento terá barracas de alimentação, com destaque para o tradicional acarajé, e bebidas. 

Já na sede da associação Ponto de Cultura Caminhos, o público poderá conferir a exposição “As grandes mães e o poder feminino”, com fotos, quadros e um memorial com as iabás, que são as orixás femininas. Para valorizar a mulher negra, haverá um desfile com as vencedoras do concurso Miss Beleza Negra, realizado em edições anteriores do evento.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares