Connect with us

Nossa Cidade

Evento marca inauguração oficial da sede do Conselho Tutelar II de Hortolândia

Publicado

em

Nesta quinta-feira (10/03), prefeito Zezé Gomes participou da cerimônia de inauguração da sede do órgão público que zela pelo cumprimento de direitos de crianças e adolescentes nas regiões do Jardim Novo Ângulo e Jardim Amanda 

O prefeito Zezé Gomes participou, na tarde desta quinta-feira (10/03), da cerimônia de inauguração da sede do CT-II (Conselho Tutelar II) de Hortolândia, órgão público de defesa dos direitos da criança e do adolescente, residentes nas regiões do Jardim Amanda e do Jardim Novo Ângulo. Além dos conselheiros tutelares, o evento contou com a presença da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria dos Anjos Assis Barros; dos secretários Francisco Raimundo da Silva (Inclusão e Desenvolvimento Social) e Joldemar Nunes Corrêa, o Dr. Jold (Segurança); de vereadores; da presidente do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), Cláudia Melo; da ex-deputada Ana Perugini e do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Luís Leite de Camargo.

“Quero cumprimentar todos vocês do novo Conselho. É uma maravilha poder contar com vocês, saber do empenho e da dedicação. É uma luta muito dura, muito árdua, mas vocês estão preparados. Temos uma cidade com 62 quilômetros quadrados. Sei que, com dois conselhos, o trabalho ainda será apertado. Mas para o Conselho Tutelar é muito importante ter os dois poderes juntos (Executivo e Legislativo), como vemos aqui, e poder contar com a força maciça da sociedade”, ressaltou o prefeito.

A eleição do novo Conselho Tutelar, o treinamento dos novos conselheiros e a implantação da nova sede contou com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. A sede própria está localizada na Rua João Camilo de Camargo, 159, no Remanso Campineiro, com atendimento presencial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Nos dias úteis, o CT-II também pode ser acionado pelos telefones (19) 3897-1000 e 3897-1002. Após às 17h, durante a semana e aos finais de semana, o órgão atende em regime de plantão pelo celular: (19) 99979-9903.

Papel do Conselho Tutelar

Cabe aos conselheiros tutelares zelar pelo cumprimento de direitos de crianças e jovens, garantir absoluta prioridade na efetivação desses direitos e orientar a construção da política municipal de atendimento relativa ao público infantojuvenil, no município. “Garantir e zelar pelos direitos das crianças e dos adolescentes que se encontram ameaçados pela sociedade, ou até por familiares, estão entre as competências dos conselhos tutelares. A implantação efetiva do Conselho Tutelar II soma-se às ações de políticas públicas implantadas pelo município no sistema de garantias de direitos favorecendo a defesa das crianças e adolescentes”, afirma o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Francisco Raimundo da Silva.

Atualmente, Hortolândia conta com dois Conselhos Tutelares, sendo cada um deles formado por cinco titulares e cinco suplentes. Com a eleição dos membros do CT-II, no final do ano passado, o Conselho Tutelar I passou a atender casos relativos aos demais bairros da cidade. O CT-I atende pelos telefones: (19) 3865-3287 e 3897-2513 e, nos plantões, pelo (19) 99785-2442.

Saiba mais sobre o Conselho Tutelar

O Conselho Tutelar é o órgão municipal ou distrital de defesa dos direitos da criança e do adolescente, previsto no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e na Constituição Federal Brasileira. A lei determina que “cada Município e no Distrito Federal haverá, no mínimo, um Conselho Tutelar como órgão da administração pública local”.

No Brasil, após a aprovação do ECA, em 1990, crianças e adolescentes foram reconhecidos como sujeitos de direitos, isto é, pessoas em desenvolvimento a serem protegidas pela família, pelo Estado e pela sociedade, como um todo. Entre estes direitos a serem atendidos com prioridade absoluta estão os de ter acesso à escola e à educação, à saúde, à liberdade, ao respeito e à dignidade. Entre os órgãos responsáveis por fazer valer o que diz a lei, na garantia desses direitos fundamentais está o Conselho Tutelar. Segundo o artigo 131 do ECA, ele é o “órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente”.

O que faz o Conselho Tutelar:

•Atende queixas, reclamações, reivindicações e solicitações feitas por crianças, adolescentes, famílias, comunidades e cidadãos.

•Exerce as funções de escutar, orientar, aconselhar, encaminhar e acompanhar os casos.

•Aplica as medidas protetivas pertinentes a cada caso.

•Faz requisições de serviços necessários à efetivação do atendimento adequado de cada caso.

•Contribui para o planejamento e a formulação de políticas e planos municipais de atendimento à criança, ao adolescente e às suas famílias.

O que não faz:

•Não é uma entidade de atendimento direto (abrigo, internato etc.).

•Não assiste diretamente às crianças, aos adolescentes e às suas famílias.

•Não presta diretamente os serviços necessários à efetivação dos direitos da criança e do adolescente.

•Não substitui as funções dos programas de atendimento à criança e ao adolescente.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Taekwondô de Hortolândia disputa campeonato estadual neste final de semana

Publicado

em

Equipe do projeto Escolinhas Esportivas compete em São Paulo no sábado (28/05) e domingo (29/05)

O taekwondô do Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia terá uma série de desafios pela frente, a partir deste sábado (28/05). Com oito representantes, a equipe disputa, neste final de semana, a etapa final do Campeonato Paulista da modalidade em São Paulo. A competição, oficial da Federação Paulista de Taekwondô garante vagas no Super Campeonato Brasileiro. Hortolândia entra na disputa com os atletas Enzo Paludo da Conceição, que conquistou o Estadual oito vezes, e João Paulo Chaves com as vagas garantidas para o Nacional.  

“Já temos dois atletas classificados para o Super Campeonato Brasileiro, que acontece no mês que vem, em Santa Catarina, mas toda a equipe tem condições de também se classificar para o torneio. Nossos atletas estão dedicados e continuam os treinamentos para garantir o nome de Hortolândia em todas as competições”, comenta o treinador da equipe e professor do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura, Anderson Conceição.

O Super Campeonato Brasileiro de Taekwondô será  entre os dias 22 e 26 de junho em São José, Santa Catarina. Já no início do mês de julho, Enzo Paludo da Conceição representa Hortolândia e o Brasil no Campeonato Panamericano, que acontece na Costa Rica, onde a disputa é contra atletas de todo o Continente Americano e, em agosto, o Campeonato Mundial da categoria na Bulgária, enfrentando competidores do mundo. 

“Continuamos a renovação do esporte em Hortolândia, intensificando as estruturas disponíveis para nossos atletas que levaram, cada vez mais, o nome de nossa cidade por todo o mundo. O esporte em alto rendimento é importante e salientamos também que a oportunidade para a prática esportiva, não apenas de alto rendimento, continua disponível em diversos espaços esportivos por todas as regiões do município”, explica o secretário de Esportes, Gléguer Zorzin.

Praticar esporte gratuitamente é tendência em Hortolândia

Para treinar artes marciais, de maneira gratuita, pelo Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura, o interessado pode ir até o Centro de Lutas da Vila Real (ver telefone e endereço abaixo) ou obter informações sobre estas e outras modalidades e espaços disponíveis pelo telefones (19) 39651400, nos ramais 7409 e 7421, da Secretaria de Esportes da Prefeitura. O atendimento é realizado de segunda à sexta-feira das 8h às 17h. 

SERVIÇO

Centro de Lutas “Eliel Gomes” 

Endereço: Rua Brigadeiro Faria Lima, 400, Vila Real. 

Telefone: (19) 3897-2070  

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Dia do Desafio mobiliza cerca de 28 mil pessoas em Hortolândia

Publicado

em

Data é marcada em todo o mundo pelo incentivo às atividades físicas

A 28ª edição do Dia do Desafio, na quarta-feira (25/05) movimentou a população de diversas cidades de todo o mundo com o tema “Ocupar Espaços e Reunir Pessoas”. Em Hortolândia não podia ser diferente e, de acordo com a Secretaria de Esportes da Prefeitura, quase 28 mil pessoas, de todas as idades, participaram da tradicional ação, retomada de maneira presencial após dois anos de interrupção por conta da pandemia do Coronavírus. O objetivo é incentivar a prática esportiva. Neste ano, o Dia do Desafio não teve a competição amistosa entre as cidades, sendo que a intenção foi mobilizar o público em torno do combate ao sedentarismo. Em Hortolândia, as atividades aconteceram em ambientes externos e espaços internos.

A parceria entre as secretarias de Esportes e de Educação Ciência e Tecnologia promoveu a participação de escolas municipais, particulares, além de matriculados dos projetos Escola de Esportes e Escolinhas Esportivas da Administração Municipal. Também participaram alunos de academias particulares, clubes, órgãos estaduais e demais utilizadores de diversos espaços esportivos.  “Estou feliz com o empenho e dedicação dos servidores municipais nas mais de 90 atividades propostas e distribuídas por toda a cidade. Esporte é vida, saúde e inclusão social. Continuaremos as ações de incentivo à prática esportiva na cidade”, comenta o secretário de Esportes, Gléguer Zorzin.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Usuários de serviços de assistência da Prefeitura participam de recrutamento para recolocação profissional

Publicado

em

Ação, em parceria com empresa de telemarketing, visa oferecer oportunidade a moradores de Hortolândia atendidos pelo SUAS (Sistema Único de Assistência social)

Moradores de Hortolândia, atendidos pelo SUAS (Sistema Único de Assistência Social), via Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, participam, nos meses de maio e junho, de recrutamento promovido pela empresa de telemarketing Movida, sediada em Campinas. A ação, que conta com o apoio da Prefeitura, visa auxiliar famílias residentes nos territórios de ação dos CRASs (Centros de Referência de Assistência Social) no tocante à (re)inserção no mercado de trabalho.

A primeira ação de recrutamento aconteceu no CRAS Jd. Amanda, no último dia 18. Dos 35 usuários que agendaram entrevista, 12 foram contratados. Nesta quinta-feira (26/05), o processo seletivo foi no CRAS Jd. Primavera, com 11 participantes. O próximo será nesta quarta-feira, a partir das 10h, no CCS (Centro de Convivência Social) Jd. Brasil. Em breve também serão atendidos os usuários do CRAS Novo Ângulo e Jd. Santa Clara.

Segundo a coordenadora do CRAS Jd. Amanda, Eliane Silva, a ideia da ação foi sugerida por técnicos da Secretaria de Inclusão Social, após atendimento aos usuários. 

“Durante reunião no final do mês, os assistentes sociais e psicólogos que atendem à população no CRAS trazem os indicadores e as demandas surgidas nos atendimentos. As maiores são solicitações de emprego. As pessoas recebem cesta básica, mas dizem: ‘Eu preciso trabalhar!’ Então fizemos o contato com esta empresa de telemarketing, porque é papel do coordenador fazer esta articulação a partir do que os técnicos trazem e das demandas da população do território. Entendendo que temos uma população que está vulnerável, que busca cesta básica e está sem emprego, percebemos que ela não terá dinheiro para se deslocar até o centro de Campinas ou de Hortolândia para buscar esse emprego. Então fizemos o contato com a empresa, que fez o processo seletivo dentro do CRAS”, explica a coordenadora.

Para o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Francisco Raimundo da Silva, trata-se de “uma ação inovadora e coerente com a política de Assistência social, à medida que cria oportunidades e perspectiva de uma vida melhor. Um olhar acolhedor e emancipatório”, afirma o gestor.

Confira o perfil da vaga de operador de telemarketing (ativo de vendas) e os requisitos para participar do nosso processo:

-Ter no Mínimo 18 anos

– Ensino Médio Completo ou Cursando

-Conhecimento Básico de Informática

– Possuir Título de Eleitor

-Reservista (para candidatos do sexo masculino)

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares