16 de julho de 2024
Nossa Cidade

Escolas municipais recebem visita de vereador

Três escolas da rede municipal de ensino foram vistoriadas; vereador Zaca acompanhou como anda a qualidade do ensino infantil e fundamental em Hortolândia

vereador zaca - visita escolas municipais

Com o objetivo de verificar o andamento e a qualidade dos ensinos infantil e fundamental no município, o vereador Edimilson Marcelo Afonso, o Zaca (PSB), visitou três escolas da rede municipal, nos bairros Nova Hortolândia e Vila Real, na tarde desta segunda-feira, dia 9.

A principal intenção da visita às escolas, foi a avaliação de problemas decorrentes, apontados por pais de alunos que procuraram o parlamentar, afim de obterem solução. Foram apontadas diversas questões, como escassez de estrutura nos espaços físicos, falta de vagas e profissionais, entre outros.

A primeira escola a ser vistoriada foi a EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Profª Janilde Flores Gaby do Vale, na Vila Real. A escola de ensino fundamental, hoje comporta 600 alunos, entre os períodos matutino e vespertino. De acordo com a Diretora, Patrícia Jiane, um dos principais problemas enfrentados atualmente na instituição é a superlotação nas salas de aula, principalmente nas classes da 2ª série. Uma das salas está sobrecarregada, com média de 34 alunos, quando o ideal, por lei, é de no máximo 25 alunos por sala de aula. Outro problema relatado pela diretora, é a falta de espaço físico para a ampliação da escola. De acordo com Patrícia, seria necessário a construção de mais quatro ou cinco salas de aulas, para atender a toda a demanda. “Com o crescimento habitacional no entorno da escola, houve também aumento considerável na demanda por busca de vagas aqui em nossa escola; esse é atualmente, um dos maiores problemas que estamos enfrentando, infelizmente”, afirmou a diretora.

Além disso, segundo Patrícia, seria necessária a contratação de ao menos mais dois professores volantes, sendo um para o turno da manhã, e outro para o período da tarde, pois às vezes há coincidência de falta de funcionários, que precisam se afastar por conta de licença médica ou outros motivos. Outro problema apontado por ela, é a necessidade de implantação de faixa de pedestres, em frente ao portão de entrada e saída dos alunos. A diretora relata que já ocorreu diversos acidentes no local, inclusive ocasionando o atropelamento de uma criança.

PRIORIDADES

Na sequência, Zaca se dirigiu à EMEIF (Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental) Sebastiana das Dores Moura, também localizada na Vila Real. A escola de educação infantil e fundamental conta com 400 alunos matriculados, também divididos nos períodos da manhã e tarde. Segundo Francisca Sandra, diretora da instituição, uma das principais urgências da escola é a construção de cobertura do campo de areia para as crianças, além de melhorias no parque infantil. A escola abriga crianças que frequentam o maternal e jardim I e II, mas que carecem de espaço físico para brincarem.

“O ideal seria o aproveitamento da área ao redor da escola, para ampliação do parque infantil, além da contratação de mais professores e recreacionistas volantes, para garantirem a segurança das crianças menores”, afirma Francisca. Na visão dela, a falta desses profissionais pode ocasionar em problemas para as crianças, como no caso dos pequenos, que por falta de mais recreacionistas, podem acabar sofrendo algum acidente enquanto brincam.

Por último, o vereador se dirigiu à EMEIF João Carlos do Amaral Soares, no bairro Nova Hortolândia. A escola possui muitas dificuldades, que inclusive, colocam em risco a segurança das crianças. No verão passado, por conta das fortes chuvas, uma parte do muro caiu, e outra parte ficou comprometida, correndo o risco de ainda cair. O muro foi reerguido, mas a parte que foi afetada, ainda não recebeu conserto, quase um ano depois. O fato, é que justamente esta parte que não foi restaurada está colocando em risco a segurança das crianças, pois fica localizado aos fundos do parque infantil. Parte do parque está interditado, mas, mesmo assim, oferece perigo às crianças, pois de uma hora para outra o muro comprometido pode vir chão abaixo.

A escola necessita urgentemente de reparos, em todos os setores. No refeitório e nas salas de aula há infiltração nas paredes, e em dias de chuvas muito fortes, os locais ficam interditados, porque o telhado também está comprometido, necessitando de conserto. De acordo com a diretora Sônia Denadai, o telhado é o que mais preocupa a direção e os professores, pois há tempos já era para ter sido trocado e recebido limpeza das calhas. A escola tem 471 alunos matriculados, entre ensino infantil e fundamental, e uma lista de espera de 146 crianças para o berçário.

“Além de todos os problemas de estrutura e espaço físico, estamos enfrentando contratempo de falta de vagas, pois a demanda aumentou muito nos últimos anos. Nossos berçários estão lotados, os dois maiores contam com 19 e 15 crianças, respectivamente. Essa escola tem 22 anos de funcionamento e nunca passou por uma reforma, e isso é o que nos deixa mais preocupados”, desabafou a diretora.

Ao final da visita, Zaca se comprometeu em levar o assunto ao conhecimento de todos os outros parlamentares, e cobrar uma posição do Executivo. “Não podemos ser coniventes com essa situação, e fingir que esses problemas não estão incomodando. Quando fui procurado pelos pais, não tinha ideia de que tanta coisa precisava ser feita, mas agora, estou ciente de todos esses aborrecimentos. Vamos cobrar o Executivo, pois esse é o papel do vereador; fiscalizar e cobrar que as melhorias sejam feitas, o mais rápido possível”, garantiu o vereador.

Fonte: Assessoria de Comunicação /Câmara Municipal de Hortolândia


Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98