Connect with us

Nossa Cidade

EMS doará “creche do idoso” e quadras de tênis para a população de Hortolândia

Publicado

em

Espaços promoverão saúde, bem-estar, integração social e lazer

A EMS, maior laboratório farmacêutico no Brasil, assinou, na tarde de hoje (19), o termo de doação, à Prefeitura de Hortolândia, da execução do Projeto CASI (Centro de Assistência Social ao Idoso), a chamada “creche do idoso”, no Jd. Terras de Santo Antonio, e também da construção de duas quadras de tênis nos bairros Jardim Nova Europa e Santa Clara.

A “creche do idoso” terá capacidade para atender 64 pessoas, de ambos os sexos, funcionando metade como asilo e metade como espaço de convivência não asilar. Contará com auditório, piscina, copa, refeitório, sala de jogos, além de espaço para atendimento nas áreas de psicologia, psiquiatra e clínica-geral, por exemplo. O projeto é voltado a pessoas com 60 anos ou mais, em situação de vulnerabilidade social. A previsão é que as obras sejam iniciadas em breve.

Já as quadras deverão ser entregues ainda no primeiro semestre e integrarão o projeto do laboratório que leva, desde 2017, aulas semanais gratuitas do esporte para alunos da rede pública da cidade regularmente matriculados. Os espaços também serão utilizados para ampliar o acesso da população à prática dessa modalidade.

Os planos foram anunciados pelo prefeito da cidade, Angelo Perugini, durante evento realizado hoje, na Praça São João Paulo II. Também esteve presente na cerimônia, representando a EMS, Augusto Viseu Fernandes, diretor consultivo do laboratório, além de outras autoridades da cidade e representantes da comunidade.

“Essas obras são os sonhos de muitas pessoas que estão sendo realizados e temos muito orgulho em colaborar, mais uma vez, com a comunidade de Hortolândia e associar a marca EMS a ações que garantam bem-estar e promovam o bem comum. Poder levar esporte às crianças, contribuindo para que a rua não seja para elas a única alternativa, e, ainda, oferecer cuidado e atenção a idosos, beneficiando sua saúde, propiciando a eles formas de lazer, de aprendizado e um meio de integração social é de uma satisfação muito grande para nós, que temos a missão de cuidar das pessoas”, afirma Augusto Viseu. “Como cidadão hortolandense, eu me sinto realmente muito emocionado e feliz por fazer parte desse projeto e anunciá-lo em nome da responsabilidade social da empresa”, afirma.

Apoio a ações sociais

A EMS mantém um histórico de incentivo a programas sociais pela sua comunidade, pelo Brasil e também pelo mundo, atuando com diversos públicos, sempre com transparência, respeitando a sociedade e colaborando para a melhoria das condições sociais, culturais, esportivas e ambientais em suas parcerias, ampliando o acesso a experiências e projetos que promovam bem-estar, saúde e qualidade de vida.

Em Hortolândia, onde está instalado o seu complexo industrial, a empresa mantém, por exemplo, a EMEI (Escola Municipal de Educação Infantil) Emiliano Sanchez, em parceria com a Prefeitura local, oferecendo educação de qualidade, em período integral, para 210 crianças de quatro meses a cinco anos de idade, incluindo filhos de colaboradoras e crianças da comunidade. Também na cidade, a EMS realiza o projeto “JR’s Tênis para Todos”, que oferece aulas gratuitas de tênis a crianças e adolescentes regularmente matriculados em escolas públicas da cidade. No Nordeste, a EMS é parceira desde 2006 do Instituto Qualidade no Ensino (IQE), que beneficia diretamente milhares de estudantes de cidades de Recife por meio da capacitação de professores em Português e Matemática. Já o apoio ao Projeto Guri, um programa de iniciação musical gratuita para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos, é mantido desde 2015. Ainda, a EMS firmou parceria, em 2017, com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para a erradicação da bouba no planeta, levando para cada vez mais longe o acesso à maior qualidade de vida.

Sobre a EMS

Maior laboratório farmacêutico no Brasil, líder de mercado há 14 anos consecutivos, pertencente ao Grupo NC. Com mais de 55 anos de história e mais de cinco mil colaboradores, atua nos segmentos de prescrição médica, genéricos, medicamentos de marca, OTC e hospitalar, fabricando produtos para praticamente todas as áreas da Medicina. Tem presença no mercado norte-americano por meio da Brace Pharma, empresa com foco em inovação radical. A EMS também investe consistentemente em inovação incremental, em genéricos de alta complexidade e é uma das acionistas da Bionovis, de medicamentos biotecnológicos – considerados o futuro da indústria farmacêutica. A empresa possui unidades produtivas em Jaguariúna (SP); em Brasília (DF); em Hortolândia (SP), onde funcionam o complexo industrial, incluindo o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento, um dos mais modernos da América Latina, e a unidade totalmente robotizada de embalagem de medicamentos sólidos; e conta também com a Novamed, localizada em Manaus (AM), uma das maiores e mais modernas fábricas de medicamentos sólidos do mundo.

Nossa Cidade

Caixa d´água de 15 metros de altura vai virar obra de arte em Hortolândia

Publicado

em

Graffiti

A partir de segunda-feira (15-08), os artistas Kranium e Cabelin começam a desenhar no reservatório localizado dentro da Unidade Cultural Arlindo Zadi, no Jardim Amanda; atividade faz parte do 5º Jacuba Festival de Graffiti

O reservatório de água da Unidade Cultural Arlindo Zadi localizado no Jardim Amanda, em Hortolândia, será transformado em obra de arte pelas mãos dos artistas urbanos Kranium e Cabelin. A pintura da estrutura, que começa na próxima segunda-feira (15) e vai até quarta (17), faz parte das atividades de pré-evento do 5º Jacuba Festival de Graffiti, que será realizado nos dias 20 e 21 de agosto pela Secretaria de Cultura da Prefeitura, com coordenação dos artistas. A caixa d´água, em formato de taça,  tem cerca de 15 metros de altura e um total de, aproximadamente, 25 metros quadrados para receber a arte com tinta spray.

Kranium e Cabelin costumam utilizar temas relacionados ao cotidiano e à natureza em seus trabalhos. E são esses elementos que estarão presentes na pintura do reservatório. Cores vivas, formas geométricas e traços vetorizados marcam os trabalhos de Leandro Ferreira dos Santos, o Kranium, que há mais de 20 anos se dedica à arte do graffiti. A inspiração do artista, migrante do Paraná, que mora há mais de 30 anos em Hortolândia, vem da natureza, lembranças da vida no campo durante a infância e do cotidiano urbano.

Já Hélio Domingues da Luz, o Cabelin, imprime em suas criações ilustrações mais figurativas que narrativas. A obra do artista é marcada pelo gesto de sempre pintar o personagem de uma raposa como se o animal estivesse correndo pela cidade, conforme observou uma fã. “A partir da fala dessa pessoa veio o insight de priorizar a raposa em meus trabalhos e fazer esse personagem circular mais pela cidade. É uma metáfora ao próprio graffiti que circula pela cidade selvagem e solto”, explica Cabelin, que nasceu em Curitiba e mora em Hortolândia desde 2004.

Para colorir e dar vida ao reservatório serão necessários pelo menos 50 latas de spray e 20 litros de tinta látex. Os artistas pretendem concluir a obra de arte em três dias intensos de trabalho. Com o suporte de um andaime, Kranium e Cabelin estarão seguros para soltar a criatividade e garantir que os seus desenhos em graffiti possam ser vistos e apreciados por quem passa pela rua.

Experiente em fazer arte nas alturas, Kranium já chegou a desenhar a 25 metros do chão, seu maior desafio. A experiência foi em Hortolândia mesmo, no reservatório de água da Sabesp (Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo), localizado no Parque do Horto, que pode ser visto por quem passa pela Avenida São Francisco de Assis, uma das principais saídas da cidade.

“Queremos ressignificar espaços e transformá-los em galerias de arte a céu aberto e em pontos turísticos, valorizando a cidade e promovendo o contato da população com novas linguagens artísticas e, assim, fomentar a arte do graffiti”, afirma Kranium.

DIVERSIDADE CULTURAL

O 5º Jacuba Festival de Graffiti trará para Hortolândia cinco artistas urbanos de diferentes estados: Chermie (Amazonas), Korea (Sergipe), Veio Art (Recife), LudBird (Tocantis) e Ramon Phanton (Goiás). Também participarão do festival  três artistas da região – Q.Pirigo (Monte Mor), Lua e Gui Nature (Hortolândia). Juntos, por meio da arte coletiva, os artistas  produzirão um mural de cerca de 50 metros quadrados na Unidade Cultural Arlindo Zadi, localizado na Rua Graciliano Ramos, nº 280, Jd. Amanda.

O festival será nos dias 20 e 21 de agosto, das 09h às 17h. A classificação é livre, permitida para todas as idades, com entrada gratuita. Nos dois dias do festival, sábado e domingo, haverá food trucks, animação com DJ e feira de exposição dos trabalhos dos artistas para comercialização.

“O Jacuba Festival de Graffiti tem como objetivo se tornar referência nacional, proporcionando trocas, experiências e vivências com artistas de outros estados para que a nossa cidade tenha mais acesso a diferentes estilos da arte e cultura”, afirma Kranium.

Somadas as quatro primeiras edições, o Jacuba Festival de Graffiti apresenta como resultado a transformação em obra de arte de quatro muros de Hortolândia, o equivalente a mais de 1 mil m² de grafitagem realizados pelas mãos de 24 artistas, de vários estados do País.  Com  a realização do Jacuba Festival de Graffiti, Hortolândia passa a figurar entre os grandes principais festivais realizados Brasil afora.

SOBRE OS ARTISTAS

CABELIN

Formado no Curso de Artes Visuais da PUC-Campinas, o artista Hélio Domingues da Luz, conhecido como Cabelin, iniciou seus trabalhos de graffiti em 1998, mas, somente em 2004 que se firmou na arte. Natural de Curitiba (PR), foi em Hortolândia, cidade onde mora, que descobriu a arte do graffiti e toda sua vertente cultural. Imprime em seus trabalhos ilustrações mais figurativas que narrativas. A obra é marcada pelo gesto de sempre pintar o personagem de uma raposa como se o animal estivesse correndo pela cidade, conforme observou uma fã. Atualmente, Cabelin é professor de artes na rede municipal de Campinas. Tem trabalhos assinados em várias cidades da região e em algumas das principais capitais do País.

KRANIUM

Já faz mais de 20 anos que a arte do graffiti faz parte da vida de Leandro Ferreira dos Santos, mais conhecido como Kranium, que é como o artista se apresenta e assina seus trabalhos marcados por cores vivas,formas geométricas e traços vetorizados. Kranium nasceu na cidade de Francisco Alves (PR). Há mais de 30 anos, mora em Hortolândia (SP). É formado em Artes Visuais, mas conta que foi como autodidata que boa parte de sua carreira como artista urbano se desenvolveu.Kranium também é arte-educador, produtor cultural, palestrante e empreendedor. Ele enxerga na formação de novos talentos uma importante ferramenta de transformação social. O artista é referência na arte do graffiti na região e no Brasil.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Auxílio Brasil paga hoje R$ 600 a beneficiários com NIS final 4

Publicado

em

Por

Até o fim do ano, benefício tem valor mínimo de R$ 600 por família

A Caixa Econômica Federal paga hoje (12) a parcela de agosto do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 4. Essa é a primeira parcela com o valor mínimo de R$ 600, que vigorará até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada em julho pelo Congresso Nacional.

A emenda também liberou a inclusão de 2,2 milhões de famílias no Auxílio Brasil. Com isso, o total de beneficiários atendidos pelo programa sobe para 20,2 milhões a partir deste mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Em janeiro, o valor mínimo do Auxílio Brasil voltará a R$ 400, a menos que nova proposta de emenda à Constituição seja aprovada. Tradicionalmente, as datas do Auxílio Brasil seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês. No entanto, portaria editada no início de agosto antecipou o pagamento da parcela deste mês para o período de 9 a 22.

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil de R$ 600

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil de R$ 600 – Diário Oficial da União

Auxílio Gás

O Auxílio Gás também será pago hoje às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com NIS final 4. Com valor de R$ 110 neste mês, o benefício segue o calendário do Auxílio Brasil.

Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias, até o fim de 2026. O benefício, que equivalia a 50% do preço médio do botijão de 13 quilos nos últimos seis meses, é retomado em agosto com o valor de 100% do preço médio, o que equivale a R$ 110. O aumento vigora até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada pelo Congresso.

Pago a cada dois meses, o Auxílio Gás originalmente tinha orçamento de R$ 1,9 bilhão para este ano, mas a verba subiu para R$ 2,95 bilhões após a promulgação da emenda.

Só pode fazer parte do programa quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Benefícios básicos

O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga emprego ou tenha filho que se destaque em competições esportivas, científicas ou acadêmicas.

Podem receber os benefícios extras as famílias com renda per capita até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e até R$ 200, em condição de pobreza.

Agência Brasil elaborou guia de perguntas e respostas sobre o Auxílio Brasil. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão critérios para integrar o programa social, os nove tipos diferentes de benefícios e o que aconteceu com o Bolsa Família e o auxílio emergencial, que vigoraram até outubro do ano passado.

Fonte Agência Brasil

Continue Lendo

Nossa Cidade

Com exceção das unidades de Saúde, uso de máscaras deixa de ser obrigatório nos prédios públicos da Prefeitura de Hortolândia

Publicado

em

Uso da máscara de proteção também deixa de ser obrigatório nas escolas municipais hortolandensesA Prefeitura de Hortolândia anunciou nesta quinta-feira (11/308), a flexibilização do uso de máscaras de proteção facial em todos os prédios públicos municipais, inclusive na rede municipal de ensino e no transporte público, com exceção das unidades de saúde (UBS, UPA e Hospital).

O decreto foi publicado na edição desta quinta-feira do Diário Oficial do Município. O uso agora torna-se opcional, sendo recomendado nos meios de transporte coletivo de passageiros, pontos de embarque e desembarque e para pessoas que apresentem sintomas (tosse, dor de garganta, febre, coriza) de doenças respiratórias, como gripe e resfriado. A Administração também recomenda uso de máscaras para a parcela da população de maior risco de complicações por doenças respiratórias.Além disso, o decreto mantém o uso obrigatório de máscaras por pacientes, profissionais e prestadores de serviço em unidades de saúde, clínicas e hospitais de Hortolândia.

A decisão pela flexibilização nos espaços públicos foi baseada em análises da redução do número de casos positivos da Covid-19 no município. Foi levada em consideração o alto índice de vacinação. Até o momento, mais de 556 mil doses de vacinas foram aplicadas no município, com cerca de 200 mil pessoas com duas doses e mais de 117 mil habitantes com a terceira dose de reforço. A Prefeitura ressalta a importância de as pessoas completarem o esquema vacinal, por meio das doses de reforço.

Em relação aos casos de internação, apenas três pacientes se encontram em tratamento no município, todos eles em enfermaria.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares