Connect with us

Nossa Cidade

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros atendem mais de dez chamados de incêndio por dia em Hortolândia

Publicado

em

Cuidados durante período de baixa umidade é fundamental à saúde; colocar fogo é crime ambiental

Neste ano o período de estiagem chegou mais cedo. Os dias estão mais quentes aumentando os transtornos ocasionados pela baixa umidade do ar. A Prefeitura de Hortolândia, por meio da Defesa Civil, em parceria com o Corpo de Bombeiros, orienta sobre ações preventivas que podem ser adotadas pela população. Com o tempo seco, o município reforça ações de cuidados na prevenção de incêndios e queimadas que estão diretamente relacionados à saúde. Nos últimos 20 dias, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros atenderam mais de dez chamados de incêndios por dia no município.

É fundamental lembrar que é proibido colocar fogo em qualquer lugar. Além de oferecer riscos à população, os incêndios propositaistambém prejudicam a qualidade do ar e causam sérios danos à saúde, fauna e flora. “Durante a época de estiagem qualquer fagulha próxima a uma vegetação ressecada pelo tempo seco pode originar um grande incêndio, capaz de prejudicar severamente o meio ambiente. Além disso, a fumaça contribui ao aumento de problemas respiratórios, tais como a rinite alérgica e a asma”, explicou o secretário de Segurança, Marcelo Borges.

O primeiro passo para evitar as queimadas é a prevenção. Neste aspecto, os moradores têm um papel muito importante e podem denunciar locais e pessoas que colaboram com o aumento de incêndios durante o período de estiagem. Para tanto, basta o morador acionar o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193, a Polícia Militar, telefone 190, e a Defesa Civil, telefone 199.
Segundo o sargento do Corpo de Bombeiros, Cleiton Santos, é preciso evitar práticas como queima de lixo, fogos ou qualquer tipo de queimada. “O fogo e, consequentemente, a fumaça são prejudiciais para o meio ambiente e também para a saúde das pessoas. Precisamos da colaboração da população, a parceria é para o bem de todos. Afinal, todos sofrem com as queimadas e muitas vezes o tempo hábil é insuficiente para atender tantas demandas em um plantão, principalmente quando são grandes áreas. Pedimos encarecidamente que os munícipes sejam nossos parceiros e também conscientizem-se e não façam queimadas em lugar nenhum”, alerta Santos.

Cuidados com a saúde

Em locais fechados, de atendimento ao público, como consultórios, hospitais, escritórios e escolas, é necessário manter bebedouros, inclusive de emergência (potes e garrafas) em número acima dos já existentes, com boas condições de higiene e qualidade da água, além de manter os ambientes com a máxima ventilação possível.

De acordo com o diretor de assistência da Secretaria de Saúde, Rodrigo Freire, num primeiro momento, surgem pequenos desconfortos, como dores de cabeça e tonturas. “Os olhos, porém, são os primeiros a sentir a influência do ar seco, porque a mucosa ocular é a mais exposta ao ambiente externo. Na falta de umidade, o filme lacrimal, uma leve partícula de água que recobre os olhos, evapora-se muito rápido”, explica Freire.

“A pessoa logo sente coceira e a reação natural é esfregar as pálpebras, o que piora tudo, porque provoca lesões. Sem contar o risco de contaminação por microorganismos levados pelas mãos. Uma das consequências costuma ser a conjuntivite”, ressaltou.

“Sem medidas preventivas, numa espécie de efeito dominó, nariz, boca, garganta e brônquios são afetados. A mucosa nasal fica tão ressecada que pequenos vasos se rompem e sangram. Para piorar, aparecem feridas pequeninas que funcionam como porta de entrada para vírus e bactérias. E os pêlos nasais, cuja função é filtrar as partículas do ar, deixam de cumprir direito esse papel protetor, já que perdem a lubrificação”, analisa Freire.

“Por isso, é necessário ingerir bastante líquido, manter os ambientes arejados e evitar locais com aglomerações. Espalhar panos ou baldes com água em ambientes da casa, principalmente no quarto, ao dormir, ou utilizar umidificadores de ar, além de lavar nariz e olhos com soro fisiológico algumas vezes ao dia ajudam”, destacou o médico.

Confira as dicas:

  • Beba muita água, coma mais frutas e vegetais, a desidratação é um sério risco, principalmente para as crianças e idosos;
  • Evite objetos que acumulem poeira, como tapetes, cortinas e bichos de pelúcia;
  • Evite ar-condicionado, pois resseca ainda mais o ar;
  • Umideça o ar de sua casa deixando toalhas úmidas em alguns cômodos;
  • Limpe os olhos com algodão e água esterilizada para evitar irritações e outros problemas oculares;
  • Evite fazer exercícios físicos quando o ar estiver muito seco, principalmente no horário das 11h às 17h;
  • Feche a torneira enquanto escova os dentes;
  • Evite banhos demorados e feche o chuveiro enquanto se ensaboa.
  • Evite acionar a descarga à toa. Gasta muita água;
  • Não use o vaso sanitário como lixeira;
  • Evite usar mangueira para retirar o lixo da calçada. Use a vassoura;
  • Junte a maior quantidade de roupas para passar de uma só vez;
  • Na lavadora de roupas, lave o máximo de roupas para economizar energia e água;
  • Instale sua geladeira em local ventilado, longe da parede ou móveis e de fontes de calor como fogões ou estufas;
  • Abra a porta da geladeira só quando precisar. Verifique regularmente as borrachas da vedação da porta;
  • Em dias quentes, coloque seu chuveiro na posição verão, pois o consumo será menor;
  • Apague as lâmpadas e desligue a televisão quando não estiver usando.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

Nossa Cidade

Prefeitura e Estado entregam DDM e anunciam construção de 360 moradias em Hortolândia

Publicado

em

Governador Rodrigo Garcia confirmou a abertura de 31 leitos pediátricos no HC da Unicamp e no Hospital Estadual de SumaréO prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, acompanhado do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, entregou oficialmente as instalações da primeira DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Hortolândia e a 139ª do Estado de São Paulo. Localizado na rua Benedicta Pires de Assis, 88, bairro Remanso Campineiro, o espaço passou por reforma e adequações internas solicitadas pelo Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Durante a solenidade de inauguração, o governador formalizou convênio para financiamento de 360 moradias populares na cidade. O empreendimento de 360 apartamentos para famílias de baixa renda receberá apoio público por meio de convênio firmado entre o Estado e a Prefeitura de Hortolândia. O projeto será viabilizado pela modalidade Nossa Casa – Preço Social, com aporte de R$ 9 milhões para ajudar as famílias a quitar o financiamento habitacional. As moradias serão construídas pela iniciativa privada. A Secretaria Municipal de Habitação ainda não revelou o local onde o empreendimento será construído.

Para o prefeito Zezé Gomes, a DDM era um sonho antigo do município, que há anos lutava para a instalação de uma delegacia que garanta mais dignidade às mulheres. O Chefe do Executivo hortolandense aproveitou para agradecer o empenho do governador que vem garantindo ao município uma série de obras e melhorias. “O meu amigo e saudoso prefeito Angelo Perugini, quando ocupou a cadeira de deputado estadual, havia plantado em 2016 uma semente e, face a toda essa luta e trabalho, sem esquecer da fé, alcançamos agora em 2022 esse grande objetivo. A partir do momento que o Governo do Estado lançou o decreto, confirmando a DDM, nós já buscamos um local adequado para a sua implantação. O prédio ficou muito bom e atenderá as necessidades da Polícia Civil. Quero também agradecer o governador que não vem medindo esforços e vem garantindo a nossa cidade uma série de benefícios. Rodrigo participou da entrega do Corredor Metropolitano, liberou recursos para a construção do viaduto do Nova Europa, tem a Praça da Cidadania que está chegando na região do Peron e vem nos ajudando na regularização fundiária pelo programa Cidade Legal e, agora, mais 360 apartamentos. Somos muito gratos ao Governo do Estado”, explicou o prefeito hortolandense.DDM-HORTOLÂNDIAA Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade. Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba. Apesar de Hortolândia contar com mais de 234 mil habitantes, o município ainda não disponibiliza atendimento diferenciado para mulheres vítimas de violência. As denúncias de estupro, ou violência doméstica, por exemplo, são registradas nos Plantões Policiais ou distritos policiais da cidade. No último ano, o CRAM (Centro de Referência e Atendimento à Mulher) “Debora Regina Leme dos Santos”, de Hortolândia, registrou o triste recorde de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. Em 2021 foram registrados 660 atendimentos, um aumento de 50% em relação a 2020, quando foram anotadas 440 denúncias. Deste total, 421 casos terminaram na concessão de medidas protetivas de urgência, ação prevista pela Lei Maria da Penha (n° 11.340, de 7 de agosto e 2006).MAIS SAÚDE O governador Rodrigo Garcia confirmou a abertura de 31 novos leitos pediátricos no Hospital das Clínicas da Unicamp e no Hospital Estadual de Sumaré.  “Não é só dinheiro que resolve a saúde. É comprometimento, são profissionais dedicados, profissionais vocacionados, e compaixão que é o que nós temos em São Paulo e isso tem que nos encher de orgulho, porque todos nós juntos fizemos a diferença durante a pandemia”, afirmou Rodrigo.Os novos leitos pediátricos serão abertos na próxima quarta-feira (1°/06)) para atendimento de enfermaria, terapia intensiva e semi-intensiva no HC da Unicamp e na unidade estadual de Sumaré. O Governo de São Paulo investirá R$ 2 milhões para abertura e custeio dos leitos até o fim de setembro, cobrindo o período de sazonalidade de doenças respiratórias.Na Região Metropolitana de Campinas, Rodrigo fez ainda o anúncio oficial do programa Mutirão de Cirurgias para a região, que tem cerca de 71,4 mil procedimentos represados no sistema Cross (Centrais de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde). A iniciativa prevê cirurgias extras na rede estadual, remuneração dobrada nos hospitais do SUS e a contratação de serviços na rede privada e hospitais filantrópicos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Governado no Estado assina convênio para construção de 360 habitações em Hortolândia

Publicado

em

cdhu

Nesta quinta-feira (26/05), o governado do estado, Rodrigo Garcia assinou um convênio para construção de 360 unidades habitacionais em Hortolândia pelo programa Nossa Casa Preço Social, além disso disponibilizou mais de 12 milhões para obras de infraestrutura na cidade. Diversas personalidades participaram do evento da entrega da Delegacia de Defesa da Mulher em Hortolândia.

Projeto Habitacional

Nossa Casa Preço Social: parceria entre o Estado e as Prefeituras para o desenvolvimento de empreendimentos de Habitação Social, pela iniciativa privada, em terrenos públicos municipais e estaduais. Nesse caso, os empreendimentos viabilizados terão parte das suas unidades disponibilizadas a preço social, além de contar com subsídios adicionais para todas as unidades.

Delegacia da Mulher

A Delegacia de Defesa da Mulher era uma reivindicação antiga da população hortolandense, cuja instalação foi confirmada no último dia 6 de janeiro, por meio do Decreto n° 66.425. De acordo com o documento, a área de atuação será abrangida pelos limites territoriais da cidade.

Assim como as demais DDMs sediadas em Sumaré, Santa Bárbara d’Oeste e Americana, a delegacia integrará a estrutura da Delegacia Seccional de Americana, vinculada ao Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Evento “Grito Cultural” celebra o poder feminino neste domingo (29/05)

Publicado

em

Evento faz homenagem póstuma à Mãe Eleonora e comemora o aniversário de 31 anos de Hortolândia

A cultura afro é parte importante da história de Hortolândia. Prova disso é a 15ª edição do evento “Grito Cultural”, que acontece neste domingo (29/05), às 13h, na rua João Alves, 288, Jardim Adelaide. Neste ano, o evento tem o tema “As grandes mães e o poder feminino” para homenagear Mãe Eleonora, criadora da associação Ponto de Cultura Caminhos, responsável pela realização do evento. Mãe Eleonora faleceu no ano passado, vítima da COVID-19. O evento, que conta com o apoio da Prefeitura, também integra a programação comemorativa do aniversário de 31 anos de emancipação política de Hortolândia

O evento será aberto com um cortejo do grupo Urucungus. A programação terá ainda apresentação de jongo, dança popular de origem afro, com o grupo Jongo Dito Ribeiro. Outra atração é a exibição de capoeira com Mestre Zenaldo, do Núcleo Educacional Capoeira Salvador. Já para quem gosta de samba e pagode, a grande atração é o show do cantor Henrique Santos (foto), que foi integrante do grupo Soweto. A programação terá ainda apresentações do cantor Jorge Israel, do grupo Obi e de dança afro com o grupo Oju Obá.

Entre uma atração e outra, o público poderá curtir uma balada black com DJ. Outro atrativo é a feira “Mercados das Iabás”, com participação de 10 empreendedores afro que comercializarão roupas e acessórios. Para matar a fome e a sede, o evento terá barracas de alimentação, com destaque para o tradicional acarajé, e bebidas. 

Já na sede da associação Ponto de Cultura Caminhos, o público poderá conferir a exposição “As grandes mães e o poder feminino”, com fotos, quadros e um memorial com as iabás, que são as orixás femininas. Para valorizar a mulher negra, haverá um desfile com as vencedoras do concurso Miss Beleza Negra, realizado em edições anteriores do evento.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares