Integrantes do CMIH (Conselho Municipal do Idoso de Hortolândia) para o biênio 2019-2021 tomaram posse, em cerimônia realizada, nesta quinta-feira (18/07). O evento, que reuniu cerca de 80 pessoas no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade), no Remanso Campineiro, contou com a presença de idosos, dos agora ex-conselheiros e outras autoridades municipais, como vereadores, secretários e do prefeito Angelo Perugini. Os representantes da sociedade civil para o segmento dos 60 anos ou mais foram eleitos em pleito realizado no dia 12/06, em sete pontos da cidade. A Prefeitura apoiou a ação, por meio do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres da Secretaria de Governo.

Perugini orientou os novos conselheiros sobre o desafio que têm pela frente. “Hoje, aqui não estamos falando em direitos e sim de deveres. Você estão assumindo uma tarefa de representação. Estão sendo empossados numa tarefa de serviço. Vocês do Conselho não serão mais aqueles que vêm aqui buscar uma solução para o seu problema. Vocês vão ajudar a encontrar solução para o problema dos outros. Olha em que patamar você, conselheiro, chegou. É uma responsabilidade. É uma missão importantíssima. Não importa o tamanho do desafio. Pode ser pequeninho assim ou grande, faça o seu melhor. Ser do Conselho é uma missão difícil, não é fácil não. Vão criticar vocês, mas vocês têm que ser teimosos e fazer muito esforço para não desanimar no meio do caminho. Idade nem sempre significa maturidade. Mas eu sei que vocês que foram escolhidos são maduros, são representantes dignos e vão demonstrar agora isso a quem os escolheram. É uma missão difícil, porque têm que discutir e não impor a sua ideia, respeitar a ideia dos outros. Esse é o desafio que está colocado para vocês”, afirmou o prefeito.

Antes de “passar o bastão” para a nova turma, a presidente do CMIH 2017-2019, Elisabetta Brighetti, a Beta, agradeceu à dedicação dos colegas que agora deixam o cargo e aconselhou os conselheiros que assumem agora: “Atuem muito, porque o Conselho precisa de vocês. O trabalho é árduo”, avisou ela. Após a fala das autoridades, os novos conselheiros receberam certificado de posse no CMI.

“O Conselho é um parceiro da Prefeitura e do Departamento de Direitos Humanos, porque é a partir do Conselho que são desenvolvidas todas estas políticas públicas, a gente trabalha a fiscalização, cria leis, faz a gestão do fundo. O Conselho é co responsável pelas políticas públicas e é parceiro na execução delas”, afirma o diretor do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, Amarantino Jesus de Oliveira, o Tino Sampaio. 

Sobre o Conselho do Idoso

O CMIH é um órgão consultivo sobre as políticas públicas para o segmento de pessoas com 60 anos ou mais, formado por 44 integrantes, 22 titulares e 22 suplentes. A eleição buscou preencher 14 destas vagas relativas à sociedade civil, sete para titulares e sete para suplentes, uma vez que as outras 30 serão preenchidas por meio de indicação do Poder Público e da sociedade civil organizada.

 

Confira quem são os conselheiros para o biênio 2019-2021

Titulares indicados pelo Poder Público:

 

Titulares representantes das entidades:

 

Titulares eleitos:

 

Suplentes indicados pelo Poder Público:

 

Suplentes que representam as entidades:

 

Suplentes eleitos:

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorMotorista avança em manifestação e mata trabalhador rural
Próximo artigoAssistente de RH