Uma ação integrada entre os 20 municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas) garantiu, entre a tarde de quarta-feira (dia 2) até a noite de sexta-feira (dia 4), a implantação de barreiras sanitárias nas entradas de todas as cidades. Em Hortolândia, as barreiras foram montadas nas avenidas São Francisco de Assis, Emancipação e Santana. No total, cerca de 300 veículos com placas de outras cidades foram abordados. Durante o trabalho, desenvolvido pela Guarda Municipal e Fiscalização Sanitária, todos os ocupantes dos veículos passaram por aferição da temperatura corporal e ninguém apresentava estado febril. Os motoristas e seus ocupantes receberam orientações sobre os principais sintomas da Covid-19 e seus procedimentos em caso suspeito. “Por determinação do prefeito José Nazareno Zezé Gomes, realizamos as barreiras sanitárias para orientar os motoristas e passageiros sobre o atual momento da pandemia e, se possível, que pudessem retornar para as suas casas. Diminuir a circulação de pessoas reduz o contágio e é justamente isso que precisamos fazer, diminuir a curva de contágio”, destacou o secretário municipal de Segurança Joldemar Nunes Correa, o Dr. Jold.

Além das barreiras sanitárias, durante o feriado prolongado de Corpus Christi, a Guarda Municipal recebeu 1.063 ligações. Deste total, 91 denúncias foram feitas contra comércios que estariam realizando aglomerações e oito denúncias a respeito de festas clandestinas em chácaras. Segundo informações do setor de Fiscalização, 113 estabelecimentos comerciais receberam orientação e apenas um foi interditado; outro recebeu auto de infração. Em relação a supostas festas clandestinas em chácaras, das oito denúncias realizadas, cinco não procediam e três eram festas familiares com até cinco pessoas.

“Foi um feriado prolongado de muito trabalho para a Guarda Municipal e para o setor de fiscalização. No geral, o saldo foi positivo, onde a grande maioria dos proprietários de estabelecimentos comerciais e bares estavam respeitando as normas sanitárias. Novamente, destacamos sobre a importância do uso de máscaras e de se evitar aglomerações e em caso de desrespeito, denuncie pelos telefones 153 ou 08000-111-580”, finalizou Jold.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia