Connect with us

Nossa Cidade

Aprenda a fazer as delícias ensinadas na oficina de receitas juninas

Publicado

em

Cozinha escola da Prefeitura de Hortolândia ensina a fazer Caldo de Abóbora e Amendoim Doce

Que tal aprender a fazer duas delícias típicas do outono/inverno, ensinadas na Oficina de Receitas Juninas, promovida pela Prefeitura de Hortolândia? Cerca de 20 pessoas, previamente inscritas, participaram da formação na Cozinha Escola Comunitária, no Jardim Novo Ângulo, nesta quarta-feira (25/05), pela manhã e à tarde, quando aprenderam a fazer duas preparações da estação: “Amendoim doce” e “Caldo de abóbora” (veja abaixo).

Voltadas a moradores da cidade, maiores de 16 anos, as oficinas da Cozinha Escola buscam ensinar gratuitamente novas preparações, a fim de contribuir tanto com uma alimentação mais saudável e nutritiva, com ingredientes acessíveis, quanto com o aumento de renda da família, quando as iguarias são feitas para vender. É o caso do “Caldo de abóbora”, receita de R$ 19,00, que rende cinco porções, feita com abóbora seca (cabotiá), óleo, cebola, alho, sal, calabresa, tomate, orégano, cheiro verde e água. Já o “Amendoim doce” é feito com amendoim cru, açúcar, água, chocolate, fermento e canela em pó. Os ingredientes custam R$ 24,00 e a receita rende seis porções.

Uma das inscritas na formação é a moradora do Parque dos Pinheiros Rosângela Xavier, que participou da aula, no período da tarde, junto com a filha de 21 anos, Bruna Letícia. Antes da pandemia do Coronavírus, Rosângela já havia feito a Oficina de Páscoa da Prefeitura. Ao ver o aviso desta oficina pelo Facebook oficial da Administração, não hesitou em se inscrever para aprender novas receitas e aumentar a renda da família durante as festas juninas.

Publicidade

“As professoras são maravilhosas, prestativas e educadas. Explicam as propriedades dos alimentos que a gente nem sabia. Achava que banha de porco era saudável, mas vi que não é bem assim. Também deram dicas sobre o caldo, de bater tudo junto, até a calabresa e as verduras ainda verdes, sem cozinhar para manter as propriedades. Como minha filha é vegetariana, disse que é possível substituir a linguiça por brócolis, couve ou outra verdura. Pretendo fazer estas receitas para vender. Até já comprei o amendoim para testar a receita”, afirma a munícipe.

As aulas são ministradas pela tecnóloga em gastronomia Virgínia Fernandes, com a participação das nutricionistas Bruna Valdevino Barbosa e Ester Mendes de Oliveira. A Cozinha Escola Comunitária do Banco de Alimentos integra o Departamento de Segurança Alimentar da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones do Banco de Alimentos: (19) 3845-6630 e (19) 38454920.

Veja como fazer as receitas da oficina:

Amendoim doce 

Publicidade

Ingredientes: 

500g de amendoim cru 

2 xícaras (chá) de açúcar 

1 xícara (chá) de água 

Publicidade

1 colher (sobremesa) de fermento em pó 

2 colheres (sobremesa) de chocolate 

1 colher (café) de canela em pó

Modo de preparo: 

Publicidade

1. Leve os ingredientes ao fogo em uma panela grande.

2. Mexa com colher de pau até desgrudar. 

3. Depois esparrame os grãos em uma assadeira e leve ao forno para torrar 

4. Experimente até ficar a seu gosto

Publicidade

 

 

Caldo de abóbora

Ingredientes:

Publicidade

1 kg de abóbora seca

3 colheres (sopa) de óleo

1 cebola grande picada

300 g de calabresa

Publicidade

1 colher (chá) de sal

4 dentes de alho 

3 tomates sem semente

1 colher (sopa) orégano

Publicidade

½ xícara (chá) de cheiro verde 

2 litros de água

Pode também colocar rúcula, couve picada, espinafre ou outra verdura de sua preferência.

Modo de Preparo:

Publicidade

1. Corte a abóbora em cubos e reserve.

2. Numa panela grande refogue com óleo, a cebola picada, a calabresa, o alho amassado, o tomate picado e o orégano.

3. Junte na panela, a abóbora, o sal, a água e deixe ferver por 20 minutos.

4. Após cozido bata no liquidificador.

Publicidade

5. Finalize com cheiro verde picado.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 55 milhões; 3 apostas de Hortolândia acertam na quadra

Publicado

em

Por

mega-sena

O concurso 2.497 da Mega-Sena, realizado nesta sábado(2) à noite no Espaço Loterias da Caixa em São Paulo, não teve acertadores das seis dezenas. Os números sorteados foram: 05 – 14 – 23 – 46 – 48 – 52.

A quina teve 87 ganhadores e cada um vai receber R$ 42.861,28. As 6.309 aposta que acertaram na quadra receberão o prêmio individual de R$ 844,35.

Em Hortolâdia, três apostas acertaram na quadra.

O próximo concurso (2.498), quarta-feira (6), deve pagar um prêmio de R$ 55 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal. O sorteio é realizado às 20h, no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

Publicidade
Continue Lendo

Nossa Cidade

Sarau “Parada Poética” terá clima de “arraiá” com o músico convidado Enok Virgulino

Publicado

em

Evento da Prefeitura de Hortolândia será nesta segunda-feira (04/07), às 19h, no Centro de Memória

O clima de “arraiá” vai dominar o sarau “Parada Poética” que a Prefeitura de Hortolândia promove, nesta segunda-feira (04/07). O convidado da vez será o músico Enok Virgulino (foto). O evento será, às 19h, no Centro de Memória Professor Leovigildo Duarte Junior, localizado na rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco. O evento é realizado pela Prefeitura sempre na primeira segunda-feira de cada mês.

O artista ficou famoso com seu acordeon à frente do Trio Virgulino, do qual fez parte durante 38 anos. O grupo, formado na cidade de Parnamirim, no interior do Pernambuco, despontou no cenário musical nos anos 1980 com seu forró tradicional. 

Na década seguinte, o trio ampliou seu sucesso, conquistando um público mais jovem, graças ao movimento do forró universitário. Nessa época, o trio chegou a fazer shows em outros países como França, Estados Unidos, Inglaterra, Espanha e Suíça. Ao longo de sua carreira, o grupo se apresentou e gravou com artistas renomados, como Dominguinhos, Elba Ramalho, Alceu Valença, Caetano Veloso, Zélia Duncan, Osvaldinho do Acordeon, Tato (líder do grupo Falamansa) e Zeca Baleiro. 

Em 2018, Enok decidiu seguir carreira solo com o lançamento do primeiro álbum, “Forró bom é aqui!”. Neste ano, o músico lança o segundo disco solo, intitulado “Enok Virgulino convida”, que conta com participações de Gilberto Gil, Chico Cear, entre outros artistas.

“A Parada Poética deste mês está incrível, porque exalta a cultura das festas populares nordestinas. E o povo dessa região faz parte da matriz cultural de Hortolândia. O sarau desta segunda-feira será uma festa linda, com uma temática toda especial”, destaca o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno. 

Declamar poesias

Além de conferir a participação de Enok Virgulino, o público poderá soltar a voz para declamar poesias ou textos literários de autoria própria ou de autores conhecidos no sarau. 

Para participar, é só comparecer no dia do evento. A curadoria é do músico, escritor e mestre de cerimônia Renan Inquérito, criador do sarau. O evento terá ainda as intervenções musicais do DJ Viny e seus toca-discos. O sarau tem classificação indicativa para pessoas com idade a partir de 16 anos. Além disso, o evento terá área de alimentação.

Novidades tecnológicas e exposição

Entre uma declamação poética e outra, o público poderá ainda conhecer o Centro de Memória. O espaço ocupa o prédio da antiga estação ferroviária Jacuba, que foi restaurado pela Prefeitura e inaugurado em 2014. O espaço guarda parte importante da história do município, com um acervo de objetos, fotos e materiais antigos. 

O Centro de Memória ainda oferece duas novidades tecnológicas para o público. A primeira é a câmera de monitoramento de trens que passam na via férrea ao lado do local. A câmera, do modelo 360º, funciona 24 horas. As imagens da câmera são exibidas em tempo real no canal no YouTube do grupo Railcam Brasil. 

O equipamento foi inaugurado no evento “Café Com Viola”, realizado, em maio, pela Prefeitura em comemoração ao 31º aniversário de emancipação política de Hortolândia

O fornecimento e a instalação do equipamento foram feitos pelo grupo Railcam Brasil, que reúne admiradores e fãs de trens e ferrovias do Brasil e de outros países. Hortolândia é o segundo município a receber a câmera. A iniciativa conta com o apoio da empresa Rumo e da Prefeitura. Além da câmera, o grupo disponibilizou o Wi-Fi gratuito no Centro de Memória, cujo uso é gratuito somente para visitantes, mediante uso de senha, fornecida pelo espaço. 

Outro atrativo do Centro de Memória é a exposição “Chiquinho: trajetória e legado do mestre do mundo”, em homenagem ao Mestre Chiquinho, um dos moradores mais ilustres da cidade.  

A exposição, inaugurada em dezembro de 2021, reúne cerca de 100 objetos, dentre fotos, vestimentas, fantasias e outros itens, que fazem parte dos acervos pessoal de Mestre Chiquinho e do próprio centro. Um dos itens de destaque é uma foto antiga do avô de Mestre Chiquinho, que de acordo com ele, tem mais de 100 anos. “É a foto mais antiga da exposição”, conta o homenageado.

Parada Poética

O sarau foi criado pelo poeta e rapper Renan Inquérito, em 2013, e desde então já se tornou um evento de referência na região. O poeta já é conhecido em Hortolândia. Em 2019 e 2020, em parceria com a Prefeitura, Renan realizou o sarau “Aqui Trem Poesia”. Já em 2021, em virtude da pandemia, o evento teve edições on-line ao vivo. 

A primeira edição do sarau aconteceu em março deste ano, com a participação de Fernando Anitelli, líder do grupo Teatro Mágico. As demais edições já tiveram os rappers Gog e Fabio Brazza, a cantora Ellen Oléria e o poeta Sergio Vaz, e o rapper RAPadura Xique-Chico.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia recebe neste sábado 2º Encontro Regional de Mulheres Negras

Publicado

em

“Quem tem medo do protagonismo das mulheres negras?” é o tema da atividade que será realizada no plenário da Câmara de VereadoresO CMDM (Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres), em conjunto com a Comissão Estadual de Mulheres Negras “Eliza Gabriel”, realiza neste sábado (02/07), a partir das 8h30, na Câmara Municipal de Vereadores, o 2º Encontro Regional de Mulheres Negras, com o tema “Quem tem medo do protagonismo das mulheres negras?”. A atividade conta com apoio da Prefeitura de Hortolândia.

De acordo com a presidente do CMDM de Hortolândia, Lenita Sostena de Souza, o encontro contará com cinco mulheres palestrantes, entre elas a chef internacional e participante do programa “Mestres do Sabor”, da Rede Globo, Aline Guedes. A atividade contará ainda com a participação da pedagoga e diretora do Instituto Federal do Estado de São Paulo, campus Hortolândia, Caroline Jango, da advogada Roseli Santos, da fotógrafa Vivian Tito e da jornalista Madalena Santos. “Será um encontro muito importante na história de Hortolândia, onde poderemos acompanhar de perto a trajetória de vida de mulheres fantásticas e que fazem a diferença em nossa sociedade. O encontro contará ainda com a apresentação de um grupo de canto africano e do nosso amigo Jura do Pote. Lembramos que a atividade tem entrada franca e contamos com a participação da nossa comunidade hortolandense”, finalizou Lenita.

A Câmara Municipal de Hortolândia fica localizada na Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250 – Parque Gabriel, Hortolândia.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares