Connect with us

Nossa Cidade

Ângelo Perugini realizou entrevista coletiva nesta quinta(20), veja os pontos abordados

Publicado

em

Ângelo Perugini

O Prefeito Ângelo Perugini convocou a imprensa local para realizar uma coletiva na tarde desta quinta-feira(20) para apresentar o que foi feito nos primeiro 100 dias do seu governo.

Ângelo falou da reorganização financeira realizada nestes meses e nas ações tomadas para que pudessem suspender o decreto de calamidade pública anunciado em janeiro/2017.

SUSPENSÃO DO DECRETO DE CALAMIDADE PÚBLICA

O prefeito informou que ontem(19) foi publicado a suspensão do decreto de calamidade pública, anunciado no começo do ano.

Segundo Perugini o decreto foi necessário porque em Janeiro começou a aparecer diversos credores cobrando dívidas que a prefeitura teria feito nos anos anteriores. Devido a isso a administração suspendeu os pagamento para analisar a real situação financeira e a veracidade dessas cobranças.

Publicidade

Ainda segundo ele os pagamentos foram organizados de uma forma que não impactasse orçamento público da prefeitura.

REDUÇÃO DE DESPESAS

Ângelo explanou que no âmbito de reorganização financeira a redução de despesas também foi impactante, e conseguiu isso através de, principalmente, redução cargos, secretarias e horas extras.

Alugueis de prédios, veículos e telefones também foram cortados para redução de gastos.

Objetivo é melhorar qualidade do serviço prestado à comunidade e reduzir gastos através da otimização da rede de urgência e emergência

Publicidade

Prefeito anuncia novo modelo de gestão da Saúde

A Prefeitura de Hortolândia iniciará, a partir de maio, a reestruturação da rede de urgência e emergência no município, com novas estratégias de gestão no atendimento do Hospital, das UPAs-24h (Unidade de Pronto Atendimento) e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O anúncio foi feito pelo prefeito Angelo Perugini, durante a coletiva concedida à imprensa, na tarde desta quinta-feira (20/04). No encontro com jornalistas, o prefeito apresentou um balanço sobre os 100 primeiros dias de governo da atual gestão e informou sobre a revogação do decreto de calamidade financeira e administrativa.

“Nosso objetivo é fazer a saúde do município funcionar, com mais qualidade, agilidade, eficiência no atendimento à população e menos custo. Vamos contratar, a partir de maio, uma empresa gestora para iniciar a reestruturação da rede de urgência e emergência. Queremos a satisfação do paciente no atendimento”, afirmou Perugini.

Além da revisão da estrutura de atendimento emergencial, a Administração Municipal reformará o hospital, ação que tem um custo estimado em R$ 4,5 milhões. “Este Hospital já não tem mais capacidade de atender nossa população. Vamos ampliar em 30 ou 40 leitos, tentar dobrar a quantidade atual. Também vamos mudar a entrada atual do hospital, facilitando o acesso. Além disso, construiremos uma UPA-24h anexa ao hospital para atender aquela região”, detalhou o prefeito.

Publicidade

Os investimentos da atual gestão na área da Saúde vão além da rede de urgência e emergência. Nos 100 primeiros dias de governo, a Prefeitura reativou duas salas do Centro Cirúrgico do hospital, proporcionando a retomada das cirurgias agendadas.

Além disso, houve redução em 25% no tempo de espera por exames realizados no centro de Especialidades Médicas. Também foi retomado o contrato com o programa do Governo Federal “Mais Médicos”, o que possibilitou a troca dos profissionais cujos contratos venceram no início deste ano. Seis novos profissionais foram contratados para atender a população.

Publicidade

Perugini também anunciou a inauguração da nova USF (Unidade de Saúde da Família) do Jardim Amanda para o dia 19 de maio, data em que a cidade comemora seu 26º aniversário de Emancipação. O bairro terá, ainda, uma nova UBS (Unidade Básica de Saúde), em construção em parceria com o Governo Federal.

A atual Administração também trouxe para a cidade a Carreta da Mamografia, que atendeu 1.200 mulheres com a realização de exames de prevenção ao câncer de mama. A ação foi realizada em parceria com o governo do Estado.

VEJA AS PRINCIPAIS AÇÕES DA PREFEITURA  – EM 100 DIAS DE GOVERNO

Publicidade

SAÚDE
Reativação de duas salas do Centro Cirúrgico do Hospital

Recuperação de ambulâncias do SAMU

Programa “Mais Médicos”: 6 novos profissionais

Publicidade

Reabertura USF Amanda
Início da construção da UBS no Jardim Amanda
Manutenção de 17 unidades de saúde
Carreta da Mamografia: 1.200 mulheres atendidas
Redução de 25% no tempo de espera por consulta e exames no Centro de Especialidades Médicas.

EDUCAÇÃO
Elaboração do projeto da Escola de Tempo integral, que funcionará em 23 escolas, no segundo semestre. Projeto é construído com participação dos professores e comunidade escolar.
3.500 alunos serão atendidos inicialmente.

Publicidade

SEGURANÇA
Operação Pancadão para coibir som alto após às 22h
Aumento da presença da Guarda Municipal nas ruas
Recuperação de viaturas da Guarda Municipal
Projeto “HortoVila”, um conjunto de ações de prevenção e combate à violência, em discussão com moradores do Jd. Terras de Santo Antonio.

TRANSPORTE
Retomada do controle e fiscalização do transporte municipal
95% de horários cumpridos com fiscalização
Transporte com participação: 15 reuniões já foram realizadas para discutir com a população melhorias no transporte. Ao todo serão 22 encontros.
Ônibus elétrico em teste
Objetivo: dobrar a frota de ônibus de 35 para 70

Publicidade

EMPREGO E RENDA
Criação do Observatório o Trabalho
Retomada do diálogo com empresas
Novos empreendimentos: 600 empregos diretos

MUTIRÃO DE LIMPEZA E ZELADORIA
22 bairros atendidos – 16 mil famílias
Retirada de mais de 2 mil toneladas de entulho
Ação atenderá toda a cidade

Publicidade

Nossa Cidade

Inscrições para sarau “Evoé Portas Abertas” terminam nesta sexta-feira (08/07)

Publicado

em

Evento da Prefeitura de Hortolândia será no dia 22 deste mês, na Escola de Artes Augusto Boal

Você quer fazer uma apresentação teatral e performática? Então, inscreva-se para o sarau “Evoé Portas Abertas”, realizado pela Prefeitura de Hortolândia. As inscrições devem ser feitas, até esta sexta-feira (08/07), por meio deste LINK. As inscrições também pode ser feitas no QR Code que está no arquivo anexo abaixo. Podem se inscrever aprendizes dos cursos de arte e cultura ministrados pela Prefeitura, artistas da cidade e da região e a população. As apresentações devem ter até no máximo 10 minutos de duração. É necessário também especificar a classificação indicativa. O sarau é um dos eventos mais tradicionais do calendário cultural do município. Em virtude da pandemia, o sarau não aconteceu nos últimos dois anos.

O evento foi criado, em 2015, por aprendizes das Formações Culturais (cursos profissionalizantes) de Arte Dramática (Teatro) e de Dança, ministrados pela Prefeitura na Escola de Artes Augusto Boal. O sarau faz parte da disciplina Legislação e Produção Cultural, que consta da grade curricular das formações. A palavra “evoé” é um grito de evocação ao deus da mitologia romana Baco (ou Dionísio, na mitologia grega), relacionado às festas e ao vinho. O sarau tem “portas abertas” para pessoas que queiram participar. O objetivo é promover a livre circulação de experimentos e manifestações artísticas.

O sarau será no dia 22 de julho, às 18h30, na Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. Em virtude da pandemia, o sarau não foi realizado nos últimos dois anos. O evento é aberto ao público. A Prefeitura de Hortolândia reforça que é obrigatório o uso de máscara durante o sarau.

Publicidade

Foto: Espetáculo “Circo Firuliche”, do artista de Hortolândia, Shita Yamashita, que será apresentado no sarau “Evoé” deste ano

Crédito: Carol Hernandes

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Publicidade
Continue Lendo

Nossa Cidade

Em Hortolândia, vandalismo nos abrigos de ônibus é infração do código de posturas e sujeito à multa

Publicado

em

Valores  aplicados pela Prefeitura variam de R$ 122,80 a R$ 2.047,00

A Prefeitura de Hortolândia realiza modernização nos abrigos de ônibus em todas as regiões da cidade.  De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, já foram instalados mais de 150 novos abrigos. Além da mudança das estruturas, os abrigos garantem comodidade e mais segurança aos usuários do transporte público. Os novos abrigos possuem espaço para cadeirante e piso podotátil para deficientes visuais, assim como bancos reforçados para obesos e pictograma que sinaliza a reserva de vaga para PCD (Pessoa com Deficiência). 

Para manter os abrigos conservados, é necessária a colaboração da população. Vandalizar os abrigos com pichações, colar cartazes e danificar ou quebrar as estruturas é infração do código municipal de posturas . O infrator fica sujeito às penalidades definidas em lei. Os valores das multas variam de 30 (trinta) UFMH equivalente a R$ 122,80  a 500 UFMH  (quinhentas) equivalente a R$ 2.047,00. Ao flagrar este tipo de situação, o municípe pode acionar a Guarda Municipal pelos telefones 153 / 08000-111-580.

 

Publicidade

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Formação para professores da rede municipal de ensino mostra como recuperar perdas na aprendizagem causadas pela pandemia

Publicado

em

Cerca de 50 profissionais da Educação Básica participam da atividade, nesta terça e quarta-feira (05 e 06/07)

 

Cerca de 50 professores da rede municipal de ensino participam, nesta terça e quarta-feira (05 e 06/07), da formação “Fortalecimento contínuo de aprendizagem: saberes em foco”, promovida pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, no Centro de Formação dos Profissionais em Educação “Paulo Freire”, no Remanso Campineiro. A capacitação tem como objetivo primordial contribuir para a recuperação das aprendizagens essenciais das crianças não consolidadas na pandemia. A atividade é ministrada pelas professoras Cristiane Begalli, Cristiane Santos e Elizandra Marinho. 

A formação atende ao que é preconizado no artigo 24 da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) 9394/96 e contribui para ampliar as estratégias que garantam a continuidade da aprendizagem por parte dos alunos municipais, considerando as dificuldades pedagógicas trazidas pela pandemia do Coronavírus. 

Publicidade

De acordo com a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, apesar de todo o esforço realizado pelos profissionais da Educação, durante os dois anos iniciais da pandemia, verificou-se que havia crianças em condição de defasagem em relação aos processos de aprendizagem de Língua Portuguesa e Matemática. A situação foi detectada ainda em outubro de 2021, após aplicação de atividade diagnóstica, no retorno presencial às aulas na rede municipal de Hortolândia.

Com a realização do programa, a Prefeitura busca mitigar defasagens e promover a recuperação paralela complementar, voltada a crianças com baixo rendimento escolar, com foco na alfabetização e na superação das dificuldades de aprendizagem nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

“É um programa de reforço para garantir a melhoria de aprendizagem dos alunos da nossa rede, até em razão de todo o processo que tivemos da pandemia. Muitos alunos tiveram ou apresentaram alguma dificuldade por causa disso. Então, para sanar as dificuldades dos alunos, principalmente na questão da alfabetização, esse programa vem para ajudar”, afirma a professora Cristiane Begalli.

De acordo com a professora Cristiane Santos, para otimizar o ensino e a aprendizagem, uma das propostas, a ser implantada no segundo semestre letivo, é formar agrupamentos com, no máximo, 10 crianças. Essas crianças serão reavaliadas constantemente com o objetivo de repensar as estratégias de ensino para o alcance individual de cada criança.

Publicidade

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares