Ângelo Perugini

O Prefeito Ângelo Perugini convocou a imprensa local para realizar uma coletiva na tarde desta quinta-feira(20) para apresentar o que foi feito nos primeiro 100 dias do seu governo.

Ângelo falou da reorganização financeira realizada nestes meses e nas ações tomadas para que pudessem suspender o decreto de calamidade pública anunciado em janeiro/2017.

SUSPENSÃO DO DECRETO DE CALAMIDADE PÚBLICA

O prefeito informou que ontem(19) foi publicado a suspensão do decreto de calamidade pública, anunciado no começo do ano.

Segundo Perugini o decreto foi necessário porque em Janeiro começou a aparecer diversos credores cobrando dívidas que a prefeitura teria feito nos anos anteriores. Devido a isso a administração suspendeu os pagamento para analisar a real situação financeira e a veracidade dessas cobranças.

Ainda segundo ele os pagamentos foram organizados de uma forma que não impactasse orçamento público da prefeitura.

REDUÇÃO DE DESPESAS

Ângelo explanou que no âmbito de reorganização financeira a redução de despesas também foi impactante, e conseguiu isso através de, principalmente, redução cargos, secretarias e horas extras.

Alugueis de prédios, veículos e telefones também foram cortados para redução de gastos.

Objetivo é melhorar qualidade do serviço prestado à comunidade e reduzir gastos através da otimização da rede de urgência e emergência

Prefeito anuncia novo modelo de gestão da Saúde

A Prefeitura de Hortolândia iniciará, a partir de maio, a reestruturação da rede de urgência e emergência no município, com novas estratégias de gestão no atendimento do Hospital, das UPAs-24h (Unidade de Pronto Atendimento) e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O anúncio foi feito pelo prefeito Angelo Perugini, durante a coletiva concedida à imprensa, na tarde desta quinta-feira (20/04). No encontro com jornalistas, o prefeito apresentou um balanço sobre os 100 primeiros dias de governo da atual gestão e informou sobre a revogação do decreto de calamidade financeira e administrativa.

“Nosso objetivo é fazer a saúde do município funcionar, com mais qualidade, agilidade, eficiência no atendimento à população e menos custo. Vamos contratar, a partir de maio, uma empresa gestora para iniciar a reestruturação da rede de urgência e emergência. Queremos a satisfação do paciente no atendimento”, afirmou Perugini.

Além da revisão da estrutura de atendimento emergencial, a Administração Municipal reformará o hospital, ação que tem um custo estimado em R$ 4,5 milhões. “Este Hospital já não tem mais capacidade de atender nossa população. Vamos ampliar em 30 ou 40 leitos, tentar dobrar a quantidade atual. Também vamos mudar a entrada atual do hospital, facilitando o acesso. Além disso, construiremos uma UPA-24h anexa ao hospital para atender aquela região”, detalhou o prefeito.

Os investimentos da atual gestão na área da Saúde vão além da rede de urgência e emergência. Nos 100 primeiros dias de governo, a Prefeitura reativou duas salas do Centro Cirúrgico do hospital, proporcionando a retomada das cirurgias agendadas.

Além disso, houve redução em 25% no tempo de espera por exames realizados no centro de Especialidades Médicas. Também foi retomado o contrato com o programa do Governo Federal “Mais Médicos”, o que possibilitou a troca dos profissionais cujos contratos venceram no início deste ano. Seis novos profissionais foram contratados para atender a população.

Perugini também anunciou a inauguração da nova USF (Unidade de Saúde da Família) do Jardim Amanda para o dia 19 de maio, data em que a cidade comemora seu 26º aniversário de Emancipação. O bairro terá, ainda, uma nova UBS (Unidade Básica de Saúde), em construção em parceria com o Governo Federal.

A atual Administração também trouxe para a cidade a Carreta da Mamografia, que atendeu 1.200 mulheres com a realização de exames de prevenção ao câncer de mama. A ação foi realizada em parceria com o governo do Estado.

VEJA AS PRINCIPAIS AÇÕES DA PREFEITURA  – EM 100 DIAS DE GOVERNO

SAÚDE
Reativação de duas salas do Centro Cirúrgico do Hospital

Recuperação de ambulâncias do SAMU

Programa “Mais Médicos”: 6 novos profissionais

Reabertura USF Amanda
Início da construção da UBS no Jardim Amanda
Manutenção de 17 unidades de saúde
Carreta da Mamografia: 1.200 mulheres atendidas
Redução de 25% no tempo de espera por consulta e exames no Centro de Especialidades Médicas.

EDUCAÇÃO
Elaboração do projeto da Escola de Tempo integral, que funcionará em 23 escolas, no segundo semestre. Projeto é construído com participação dos professores e comunidade escolar.
3.500 alunos serão atendidos inicialmente.

SEGURANÇA
Operação Pancadão para coibir som alto após às 22h
Aumento da presença da Guarda Municipal nas ruas
Recuperação de viaturas da Guarda Municipal
Projeto “HortoVila”, um conjunto de ações de prevenção e combate à violência, em discussão com moradores do Jd. Terras de Santo Antonio.

TRANSPORTE
Retomada do controle e fiscalização do transporte municipal
95% de horários cumpridos com fiscalização
Transporte com participação: 15 reuniões já foram realizadas para discutir com a população melhorias no transporte. Ao todo serão 22 encontros.
Ônibus elétrico em teste
Objetivo: dobrar a frota de ônibus de 35 para 70

EMPREGO E RENDA
Criação do Observatório o Trabalho
Retomada do diálogo com empresas
Novos empreendimentos: 600 empregos diretos

MUTIRÃO DE LIMPEZA E ZELADORIA
22 bairros atendidos – 16 mil famílias
Retirada de mais de 2 mil toneladas de entulho
Ação atenderá toda a cidade