Connect with us

Nossa Cidade

50 propostas de governo em alusão ao numero do Psol

Publicado

em

Confira as 50 propostas do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), partido que preferiu concorrer a eleição fora de uma coligação, concorrendo de maneira isolada.

1 ­ Passe livre ­ Transporte municipal gratuito e de qualidade; Sem custo para o cidadão, o “Passe Livre” visa propiciar a circulação dos cidadãos e cidadãs hortolandenses para que faça uso da cidade, fortalecendo o comércio e para a geração de empregos para as pessoas que vivem em nossa cidade; Reordenar as paradas dos transportes públicos coletivos, a fim de que estejam localizadas em espaços iluminados e de fácil acesso para as mulheres. Requalificar a iluminação pública, evitando logradouros escuros e que vulnerabilizem as mulheres a riscos de violência.

2 ­ Criação de ciclo faixas e ciclovias interligando as principais regiões da cidade, incentivando o uso da bicicleta, com estrutura para que este seja feito em conjunto com o transporte público;

3 ­ Ligação dos bairros que ficaram excluídos em nossa cidade através de pontes que realmente façam sentido no desenvolvimento da mobilidade urbana:
Ligação Novo Cambuí ­ Pq. Gabriel;
Ligação Centro ­ Vila Real;
Construção da Marginal ao Ribeirão Jacuba ligando a Avenida Amélia Basso Breda ao
Jd. Minda;
Ligação Remanso Campineiro ­ Jd. Minda;
Finalização das obras da “Ponte Estaiada” para ligação dos bairros Novo Ângulo/ Nova
América;
Duplicação da Estrada Velha que inicia em frente a HAVAN ligando o Jd. Sumarezinho
numa grande avenida, evitando que necessite a entrada na Rodovia SP ­ 101;
Em parceria com a concessionária da Rodovia Duplicar a entrada do Jd. Rosolem;
Ligação do Jd. São Sebastião ­ Jd. São Bento

4 ­ Garantir o Financiamento Público em Educação como direito humano e com conceito de educação para todos e todas. Pressionar pela meta do PNE 2014­2024 de investimento de, no mínimo, 10% em educação até o final do decênio. Articular a implementação de um novo parâmentro de Custo Aluno – Custo Aluno Qualidade Inicial (CAQi) e o Custo Aluno Qualidade (CAQ) que contemple as diversidades e desigualdades socioeconômicas históricas de nossa sociedade. Considerando que os investimentos mínimos constitucionais são de 25% do orçamento municipal;

5 ­ Construção e investimento em creches e pré­escolas, acabando gradativamente com a lógica do Bolsa Creche que transfere dinheiro público para entidades precárias e sem fiscalização para cuidar de nossas crianças;

6 ­ Políticas Públicas educacionais que combatam a discriminação contra mulheres, negros, pobres, e LGBTs nos diversos níveis de ensino;

7 ­ Criação de Educação de Jovens e Adultos em horários alternativos, possibilitando às mulheres que não precisem sair à noite de suas residências para concluir seus estudos;

8 ­ Eleição direta de professores efetivos para Direção e coordenação pedagógica pelo conselho de pais e mestres;

9 ­ Informatização de todos os procedimentos e atendimentos médicos na rede pública municipal, permitindo o acompanhamento de agendamentos médicos e tornando automática a solicitação do clínico geral para o agendamentos de médicos especialistas, evitando que haja qualquer desvio no agendamento para fins de barganha política.

10 ­ Melhoria no gerenciamento das unidades de saúde, evitando intervalos sem atendimento que provocam demora no atendimento;

11 ­ Humanização dos profissionais e serviços. Educação continuada de profissionais de saúde, incluindo residentes em Ginecologia, Obstetrícia e Saúde da Mulher, sobre as necessidades reais das mulheres, seu acolhimento psíquico e físico, especialmente a condução de situações de abortamento baseado nas diretrizes da OMS e na Lei 12.845/2013;

12 ­ Assistência a doenças crônicas. Campanhas de conscientização e promoção do acesso à saúde, para portadores de doenças raras e doenças crônicas que acometem principalmente a população feminina, como lúpus e outras patologias;

13 ­ Combate a HIV­AIDS: investimento em campanhas de prevenção;

14 ­ Atendimento humanizado e respeito para mulheres transexuais e travestis: Informar e conscientizar toda a sociedade, bem como profissionais de saúde, trabalhadores e gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre garantias ao atendimento, considerando as especificidades de saúde dessa população;

15 ­ Melhoria na gestão de medicamentos para que não faltem medicações presentes na cesta de medicamentos da cidade e medicação de alto custo.

16 ­ Construção de ginásios oficiais das principais modalidades desportivas. (Futsal, Vôlei, Basquete e Handebol) distribuídos conforme consulta popular nas regiões da cidade.

17 ­ Fortalecimento das escolinhas municipais da cidade para a descoberta de novos atletas.

18 ­ Incentivo aos atletas da cidade para disputar grandes provas do esporte regional e nacional.

19 ­ Bolsa Monitoria para alunos de Educação Física que queiram realizar atividades nas quadras poliesportivas da cidade em finais de semana. Infraestrutura, Meio Ambiente e Geração de renda

20 ­ Instalação de geração de Energia Solar nos próprios municipais, reduzindo o gasto municipal com energia elétrica e motivando a geração de energia sustentável.

21 ­ Apoiar projetos empreendedores e o cooperativismo, na perspectiva da economia solidária, e auxiliar o acesso às linhas de crédito produtivo e ao apoio técnico necessário para o desempenho da atividade.

22 ­ Apoiar os grupos de agricultura familiar para a produção de alimentos orgânicos em nosso município.

23 ­ Criação de um Programa de reciclagem com incentivos do programa nacional de resíduos sólidos através da economia solidária e financiamento público de investimento, reduzindo o volume de lixo descartado na cidade e gerando renda;

24 ­ Revitalização dos mananciais ­ Ribeirão, Lagoas, córregos e nascentes ­ na cidade transformando em espaço de preservação e lazer, garantindo água, qualidade de vida e preservação;

25 ­ Incentivar a criação de postos de trabalho para a Juventude (Menor Aprendiz, Estágio);

26 ­ Castração e colocação de “Chip” em animais domésticos e Criação de um Programa de incentivo à adoção de animais de rua;

27 ­ Fortalecimento e viabilização de construção de moradias populares;

28 ­ Combate ostensivo à especulação imobiliária na cidade;

29 ­ Incentivo à legalização de imóveis e apoio às famílias em área de risco para novas moradias e lares dignos.

30 ­ Criação da “Creche do Idoso”, Centro especializado para receber idosos que exijam cuidados especiais no período em que não haja familiar para tal apoio, a ideia é não afastar a família do idoso, mas permitir que o idoso seja amparado plenamente em suas necessidades.

31 ­ Criação de um abrigo municipal para o atendimento de moradores de rua, onde possa dormir, garantir uma alimentação digna e ser amparado pela assistência municipal para a reinserção no mercado de trabalho.

32 ­ Apoio e incentivo ao tratamento humanizado de dependentes químicos e do álcool;

33 ­ Política de apoio e atendimento aos familiares e esposas de detentos que visitam nossa cidade por conta do presídio e parceria para reintegração do detento através de programas de trabalho;

34 ­ Ampliação do programa de monitoramento por câmeras na cidade;

35 ­ Treinamento de Inteligência para nossa guarda municipal para monitoramento dos próprios municipais, prevenção contra a violência e assessoramento civil às autoridades policiais, combatendo a lógica militarista, machista, racista e “LGBTfóbica” reproduzida pelo sistema de segurança pública em nosso país.

36 ­ Criação de postos de atendimento à mulher, em espaço diferenciado, com equipe capacitada e adequada para o atendimento às mulheres em situação de violência.

37 ­ Ampliação das políticas públicas de juventude nas áreas de vulnerabilidade social do município;

38 ­ Aumento do percentual do orçamento para a cultura com base nas diretrizes que orientam o Plano Municipal de Cultura atualmente em vigor;

39 ­ Aumento do repasse para o Fundo Municipal de Cultura através da Legislação que orienta a execução do orçamento municipal para fomento e financiamento de ações e projetos culturais;

40 ­ Promoção, incentivo, estímulo e realização de ações e eventos artísticos culturais permanentes como forma de valorizar o artista e fazedor cultural;

41 ­ Construção de um teatro municipal;

42 ­ Criação de uma área de convenções que possa abrigar shows e eventos de grande porte.

43 ­ Incentivo a realização da Festa do Migrante para fortalecimento cultural da nossa identidade, sem o atrelamento de grandes eventos à realização irregular de Rodeio;

44 ­ Não realizar nenhuma obra de grande vulto sem consulta popular;

45 ­ Permitir acesso de internet sem fio (Wi­fi) nos principais pontos da prefeitura;

46 ­ Dar publicidade às atividades do prefeito e agentes municipais através das redes sociais;

47 ­ Incentivar os servidores públicos com as reposições de perdas e fiscalizar servidores em desvio de função.

49 ­ Montar um gabinete de vigilância e combate a corrupção;

50 ­ Não realizar nomeações de assessorias incompatíveis com a função, salário, formação ou experiência.

Nossa Cidade

Sala de Emergência do Hospital Municipal de Hortolândia começa a funcionar na próxima quarta-feira (01/06)

Publicado

em

Espaço entregue nesta sexta-feira (27/05) conta com quatro leitos e equipamentos de última geração 

A Prefeitura de Hortolândia conclui mais uma etapa da reforma do Hospital Municipal Mario Covas  que beneficia a saúde da população. Na tarde desta sexta-feira (27/05), o prefeito José Nazareno Zezé Gomes fez a entrega da Sala de Emergência. 

De acordo com a Secretaria de Saúde, o espaço está com nova configuração e área ampliada, o que possibilita melhor atendimento para os pacientes e condição de trabalho para os profissionais do hospital. 

A sala tem quatro leitos com controle automático. Cada um é equipado com monitor multiparâmetro touch screen de última geração. O equipamento faz o monitoramento de diferentes parâmetros das condições do paciente, tais como eletrocardiograma, oximetria (medição da quantidade de oxigênio no sangue), dentre outros. 

O espaço passa a ter ainda Sala de Utilidades (ou Sala de Expurgo), local para guardar vestimentas utilizadas pelos pacientes, como avental e roupa de cama. De acordo com a Secretaria de Saúde, a Sala de Emergência começa a funcionar na próxima quarta-feira (01/06). Outro espaço do hospital cuja reforma também foi concluída é a Sala de raio X, que já está em funcionamento. 

“A entrega da Sala de Emergência é um momento especial pelo qual esperávamos muito. É a principal entrada de atendimento do hospital que começará a funcionar na próxima quarta-feira, dia 1º de junho. Essa é uma grande conquista para a população, que terá um atendimento de qualidade. O hospital vai fazer a diferença na vida da população”, destacou o prefeito Zezé Gomes. 

O secretário de Saúde, Denis André José Crupe salientou que a entrega da Sala conclui uma etapa importante das obras de reforma do hospital. “Com a entrega da Sala de Emergência concluímos o eixo de pronto atendimento do hospital, que inclui ainda a Sala de raio X e os Prontos-Socorros Adulto e Infatil”, ressaltou o secretário de Saúde

Na reforma do Hospital Municipal Mario Covas são investidos R$ 12,5 milhões. As interveções incluem reforma desde a fachada até as instalações internas, o que resultará em diversas melhorias, entre elas, a ampliação de 67 para 100 leitos. 

Algumas etapas já foram concluídas, como a finalização da obra no Pronto Atendimento Obstétrico e Ginecológico, a reabertura do Pronto Socorro Adulto, que também passou por obras de remodelação, e de áreas internas administrativas. O Pronto Socorro Infantil também recebeu intervenções, assim como a área interna, onde, em breve, será implantado um aparelho de tomografia computadorizada.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Campanha do Agasalho realiza neste sábado Dia “D” de arrecadação drive-thru em Hortolândia

Publicado

em

Ponto de coleta será pátio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Urbanos O Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia realiza neste sábado, a partir das 8 horas, o Dia “D” de  arrecadação para a Campanha do Agasalho 2022. A ação, que conta com apoio da EPTV-Campinas, será realizada por meio do sistema drive-thru na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos – rua Capitão Lourival Mey, 869, no Remanso Campineiro.

De acordo com a presidente do Fundo Social, Maria dos Anjos, o Dia de Mobilização é importante para impulsionar a campanha, funcionando como ferramenta de chamamento público em favor da solidariedade. “O Dia ‘D’ será um momento de grande mobilização e contamos com a participação de todos. Olhe em seu guarda-roupa, doe um agasalho que você não usa mais e que esteja em bom estado de conservação. Essa doação pode fazer a diferença na vida de uma pessoa”, explicou Maria. Para a campanha, podem ser doadas roupas masculinas e femininas, para todas as idades, cobertores, roupas de cama, meias, gorros, sapatos e toalhas. “O drive-thru funcionará até às 17 horas e contamos muito com a participação da nossa comunidade nesta edição de 2022. Neste ano o frio chegou mais cedo e atender as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade é fundamental. Conto com o apoio de todos e tenho certeza que atingiremos nosso objetivo, afinal, nossa população sempre se mostrou solidária e vem aderindo em peso nas nossas campanhas”, destacou a presidente.A Campanha do Agasalho 2022 foi lançada oficialmente no dia 19 de maio, durante as comemorações pelos 31 anos de Hortolândia. Para facilitar a doação, o Fundo Social de Solidariedade espalhou caixas de coleta para entrega voluntária nos prédios públicos, como Prefeitura e Câmara, e em outros 36 pontos estratégicos do município. A doação também pode ser feita diretamente na sede do Fundo Social, na rua Benedito Francisco de Faria, 467, no Remanso Campineiro. CONFIRA OS LOCAIS DE COLETA

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura conclui ações do Maio Amarelo por um trânsito consciente com o 4º Seminário de Segurança Viária

Publicado

em

Evento foi realizado na manhã desta sexta-feira (27/05), na Câmara Municipal

Realizado na manhã desta sexta-feira (27/05) na Câmara Municipal, o  4º Seminário de Segurança Viária marcou o encerramento do ciclo de ações do Maio Amarelo por um trânsito mais seguro em Hortolândia. O encontro contou com a presença do prefeito Zezé Gomes e envolveu diversas secretarias da Prefeitura com debates, sobre variados temas,  além de sugestões e estudos que serão aplicados para contribuir com o desenvolvimento do novo Plano de Mobilidade Urbana. Também participam o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e as concessionárias CCR Autoban e Rodovias do Tietê, responsáveis por estradas que passam pela região.

“Em 2017, foi criada a Secretaria de Mobilidade Urbana para aumentar a segurança, eficiência do nosso transporte e um deslocamento ágil pela cidade trazendo mais qualidade de vida aos nossos cidadãos. Além das medidas implementadas que causaram impactos positivos na vida da população, ao longo do tempo, reduzimos os acidentes de trânsito na cidade. 

Estamos aqui para celebrar e pensar no futuro da mobilidade urbana em Hortolândia. Essa é a nossa principal missão,  cuidar das pessoas e construir uma cidade cada vez mais sustentável e inteligente e que cresça e partilhe este desenvolvimento entre todos os filhos da nossa terra”, comentou o prefeito Zezé Gomes na abertura da atividade.

“É importante esta troca de conhecimentos neste seminário para implementarmos a nova diretriz do Plano de Mobilidade Urbana para a cidade. O conjunto das ações realizadas durante todo este tempo também foi apresentado e, assim, juntos, vamos desenvolvendo novas formas de aplicar as ações no futuro para continuar salvando vidas no trânsito em meio ao crescimento da cidade”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

Maio Amarelo por um trânsito mais seguro

Neste mês, além da realização do 4º Seminário de Segurança viária, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana. ofereceu três edições do “Café na Passarela”, que orienta pedestres e motoristas sobre a necessidade do cuidado ao atravessar rodovias e sugerindo a utilização das passarelas contra acidentes; quatro etapas “Ação Bar”, para conscientização sobre os perigos de beber e dirigir; a “Operação Cavalo de Aço”; a ligação de novos semáforos; distribuição de folhetos informativos para motoristas nas principais vias da cidade e o passeio ciclístico “Vem de Bike”.

A meta é salvar vidas no trânsito de Hortolândia

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, além dos acidentes, Hortolândia diminui o número de vítimas causadas por colisões no trânsito. Na comparação entre 2017 e 2021, houve uma redução de 79% nos acidentes com vítimas nas ruas e avenidas dentro dos limites do município. Com isso, a cidade cumpre a meta estipulada pela ONU (Organizações das Nações Unidas) na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, regulamentada pela instituição  apontando que até 2030, governos de todo o planeta devem tomar novas medidas para prevenir os acidentes com vítimas.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares