23 de maio de 2024
Esportes

C.V.I. Futebol Clube: De “zebra” do Campeonato Amador, à consagração do título de campeão em 2009

Ao completar 35 anos, C.V.I. é um dos times mais tradicionais da cidade

Um dos times mais tradicionais de Hortolândia completa 35 anos e comemora até hoje o título mais importante da sua história. O C.V.I. Futebol Clube, multicampeão em várias categorias e competições pela região, saiu da “zebra” do Campeonato Amador de 2009, à consagração do título da primeira divisão. A campanha foi premiada com duas vitórias nas finais contra o rival Canarinho.

Na primeira partida, Dênis e Foquinha marcaram para o C.V.I. e deram esperanças de título a equipe, 2 a 1. No segundo jogo, o Canarinho forçou desde o início e conseguiu marcar três gols, mas o CVI, inspirado, também marcou com Foquinha, Éder e Evandro. Final 3 a 3 e o C.V.I. se tornou campeão.

“Nós éramos a zebra. Ninguém esperava que chegássemos ao título. Nós batemos na trave, quando chegamos a duas semifinais em 2006 e 2007. O time se acertou no meio da competição de 2009. Acredito que a união do grupo e a mescla de juventude e experiência dos jogadores, aliado às grandes táticas do nosso treinador Paulo Miranda, foram essenciais para o título”, explicou o jogador do time na época, e hoje diretor de Esportes do C.V.I., Cauby Gomes dos Santos.

“Dentro da diretoria, a cada vitória, foi se criando uma expectativa maior pela conquista. Nossa torcida, sempre foi pequena e exigente, porém, conquistamos um título que esperávamos há muito tempo, jogando um grande futebol bonito contra uma grande equipe”, comenta Cauby.

O atacante Foquinha, que fez dois gols nas finais, comenta que ninguém acreditava no time. “O C.V.I não tinha muita tradição no Campeonato Amador. Jogava muitas competições veterano, máster e hipermaster. Por isso, todos achavam que não conseguíamos buscar o título. Nos unimos no vestiário e resolvemos jogar com raça e amor à camisa. Resultado, foram duas ótimas vitórias contra o rival Canarinho”, disse o atacante, que já foi artilheiro do Amador sete vezes e duas vezes artilheiro do Veterano.

“Em 2009 quando fui convidado para comandar o C.V.I., eu já sabia de antemão, que seria uma missão complicadíssima. Pois trabalharia o tempo todo sob pressão, porque o C.V.I., em 23 anos de existência, nunca havia conquistado um título do Campeonato Amador. Mas, com a graça de Deus e o apoio irrestrito da diretoria do time, com a pessoa do presidente Bebeto e do Cauby diretor de Esportes, conseguimos montar um grupo competitivo e atingimos o nosso objetivo, que era levar o clube ao lugar mais alto do pódio”, explica o técnico Paulo Miranda.

CELEIRO DE CRAQUES

O C.V.I. sempre foi um dos times da cidade que revelou grandes jogadores para o futebol amador e para times profissionais. Confira os atletas que já passaram pelos gramados de Hortolândia e seguiram carreira profissional: Carlos Alberto, jogou no time URT, de Patos de Minas; Keko, atuou na Ponte Preta, de Campinas; Romildo, atleta que jogou na Ferroviária, de Araraquara; João Roberto, jogou pelo Guarani, de Campinas, Marcinho, atuou pelo Vila Nova, de Goiânia.

Além deles, outros grandes jogadores do futebol amador vestiram e fizeram história com a camisa do C.V.I.: Roque de Campos, Valdivino, Argeu, Cicão, Jayr, Toto, Jobert, Gringo, Deja, Tiquinho, Cidinho, Rudney, Gilson, Cidãozinho, Patola, Edinho, Fabinho, Romildo, Palmerinha, Foquinha, Davisson, Bitinha, Libra, Jefferson, Dinei, Sidmar, Kita, Mamão, Celso, Duzinho, Claudinei, Kal, João César, Richard, Marcinho, Brito, Zé Carlinho, Carlos Alberto.

HISTÓRIA

O C.V.I. Futebol Clube foi fundado em 15 de maio de 1986 pelos seguintes esportistas: Florisvaldo Taveira, Valdivino Monteiro Filho, primeiro presidente, e Manoel Gomes Santos (mais conhecido como Bebeto). Atualmente, o presidente da instituição é Gilson Pereira, que já foi campeão como jogador e treinador pelo C.V.I..

O dirigente com mais títulos na história do C.V.I. é Osmerindo Lima Santos (mais conhecido como Mirim). O diretor de esportes que deu o acesso à primeira divisão do Campeonato Amador foi Reinaldo Bento da Silva, no ano de 2004. Reinaldo faleceu em outubro de 2018, mas deixou um dos legados mais importantes para o clube. Outra figura importantíssima para a instituição foi Victor Lourival (falecido em Julho de 2014), que foi presidente, e a pessoa que ajudou muito no crescimento do C.V.I., como o primeiro patrocinador do clube, dirigindo a empresa Leão de Ouro Carga e Descarga.

O título mais importante da história da equipe, Campeão Amador 2009, foi conquistado pelo técnico multicampeão em Hortolândia e região, o professor Paulo Miranda. Além dele, Ricardo Kaizer, foi técnico do time Campeão Veteranos em 2008, time conhecido como time dos 5 pontos. Cauby Gomes dos Santos, diretor de Esportes do C.V.I., foi campeão como treinador do Master em 2007, time conhecido como time do fim da fila de 7 anos sem títulos, além de ser Campeão Amador em 2009, como jogador.

Outros esportistas importantes para o clube foram: Argeu Mendes Bruno, ex-jogador e dirigente do C.V.I., falecido em maio de 2014; Roque de Campos, ex-jogador e dirigente do time, falecido em 2002; Luis Francisco da Silva, mais conhecido como Kojac, foi ex-presidente do clube e faleceu em março de 2009, deixando um grande legado para as futuras gerações.

TÍTULOS

O C.V.I. foi campeão dos seguintes campeonatos:
Campeonato Amador em 2009
Campeão Veteranos em 2008
Campeão Master nos anos: 1999, 2000, 2007, 2009, 2012, 2016 e 2017
Campeão Super Master nos anos: 2012, 2016, 2017, 2018 e 2019
Campeão Hiper Master nos anos: 2018 e 2019.

No Futsal, o time sagrou campeão nas seguintes categorias:
Campeonato Municipal em 2009
Campeonato Regional em 2009
Campeonato de Veteranos 2011

ASSOCIAÇÃO DE ATLETAS

A Associação de Atletas de Hortolândia, que será a responsável pela organização da competição amadora este ano, em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer, está resgatando a história do Futebol Amador de Hortolândia. O objetivo é valorizar os principais personagens, jogadores e times que ajudaram na fundação realização e manutenção do campeonato. A série de matérias irá lembrar os grandes campeões da competição, os maiores goleadores, as maiores revelações (alguns até se tornaram jogadores profissionais) e as principais curiosidades. Fiquem ligados para as próximas matérias.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98