Connect with us

Campinas

Campinas Tech Talents oferece 1 mil bolsas para formação básica em programação

Publicado

em

Após formação básica, 300 bolsistas serão selecionados para participarem efetivamente do programa, podendo escolher dentre 10 trilhas de formação. Online e gratuita, iniciativa traz possibilidade de contratação por empresas da RMC.

Sabendo que a demanda por formação de mão-de-obra técnica para as empresas de tecnologia será cada vez maior, a Share RH, o Campinas Tech e a Novo Futuro Tech se uniram para criar o Campinas Tech Talents, programa voltado para a formação e qualificação profissional de pessoas desenvolvedoras nas principais linguagens de programação demandas pelo mercado. Totalmente online e gratuita, a iniciativa será dividida em três etapas principais, a começar pela seleção de 1 mil participantes que receberão bolsas para formação básica em programação pela Digital Innovation One.

Finalizada a etapa I, 300 bolsistas serão selecionados para participarem efetivamente do Campinas Tech Talents, podendo escolher dentre 10 Trilhas de Formação em Linguagens de Programação, que serão promovidas pelas empresas apoiadoras do programa, como ABInBev, Sensedia, Performa_IT, Assertiva e Enforce Community. Vale destacar que serão alocados 30 participantes por trilha.

Após a formação, os 300 selecionados poderão participar de uma Trilha de Soft Skills, em que habilidades comportamentais serão desenvolvidas e orientadas por especialistas em desenvolvimento humano. Ao final, as empresas apoiadoras das trilhas realizarão processos seletivos com os participantes, havendo a possibilidade de contratações.

Omar Branquinho, Presidente do Campinas Tech, comunidade criativa para fomento e sustentabilidade do processo empreendedor de longo prazo, reforça que o Campinas Tech Talents surgiu para impactar o ecossistema, capacitando pessoas que, muitas vezes, tinham perspectivas muito mais modestas para suas carreiras. “É importante nos unirmos como sociedade civil para criarmos alternativas de formação de talentos nas áreas de tecnologia, abastecendo assim o mercado e causando o impacto social que queremos provocar não só na nossa região, mas também no mundo”, disse.

Quem complementa a visão de Branquinho é Luiz Drouet, sócio-fundador da Share RH, empresa especializada em recrutamento e seleção e projetos com foco em gestão de pessoas. Segundo ele, o município de Campinas (SP) sempre atraiu investimentos por conta do elevado nível do seu capital humano. No entanto, com o crescimento exponencial da demanda de profissionais na área de tecnologia e a oferta ainda muito limitada, a região vem sofrendo com alguns gargalos que travam o crescimento de empresas do setor, bem como o empreendedorismo. “Diversas iniciativas precisarão ser criadas para requalificar ou qualificar profissionais para esta área e o Campinas Tech Talents tem potencial enorme de contribuição nesse processo”, pontuou.

Sergio Victor, Presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da ALESP e Idealizador do Novo Futuro Tech, lembra que há estudos que mostram que haverá um gargalo de 10 milhões de profissionais de TI no Brasil até 2030, se nada for feito. As perspectivas reforçam a importância de iniciativas como o Campinas Tech Talents e o próprio Novo Futuro Tech, movimento criado para capacitar novos profissionais nas áreas de TI e programação. “O Novo Futuro Tech nasceu para conectar diferentes comunidades pelo Estado de São Paulo, para resolução de problemas comuns: formar profissionais, suprir demanda de empresas de tecnologia e favorecer a inovação no país”, finalizou.

Como participar do Campinas Tech Talents

Para concorrer a uma bolsa de formação no Campinas Tech Talents, os candidatos não precisam ter qualquer conhecimento prévio em programação. Os únicos requisitos do programa são:

·         Ter no mínimo 16 anos até janeiro de 2021;

·         Ter concluído o ensino médio até dezembro de 2020 ou matrícula ativa no ensino médio no ano de 2021;

·         Acesso à internet para a realização da formação básica da Digital Innovation One e, posteriormente, participar das trilhas de formação do programa;

·         Disponibilidade no período noturno, de segunda a sexta-feira, nos meses de janeiro e fevereiro;

·         Disponibilidade aos sábados de janeiro a fevereiro de 2021;

·         Participar de no mínimo 75% das aulas de formação.

As inscrições para a primeira etapa do Campinas Tech Talents já estão abertas e poderão ser feitas até o dia 20 de novembro, no site http://campinas.tech/campinas-tech-talents, onde também é possível conferir o cronograma completo da iniciativa.

Campinas

Terminal Metropolitano da EMTU em Campinas terá ações de conscientização na Semana Nacional do Trânsito

Publicado

em

Uma van itinerante vai levar ao Terminal Prefeito Magalhães Teixeira especialistas para orientar passageiros e motoristas com palestra e vídeos educativos

Na próxima quinta e sexta-feira (23 e 24) a EMTU, em parceria com o Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT), levará ao Terminal Prefeito Magalhães Teixeira dois eventos em apoio à Semana Nacional do Trânsito. O objetivo é conscientizar motoristas e a população em geral sobre os riscos de acidentes em meio ao tráfego pesado das cidades.

Ao lado de uma van itinerante que é a marca do programa, especialistas vão orientar motoristas e a população em geral em grupos de 10 pessoas por vez, respeitando o distanciamento necessário e com o uso obrigatório de máscaras. Haverá também palestras e apresentação de vídeos educativos, além da distribuição de brindes.

O programa do SEST SENAT, em conjunto com a Confederação Nacional do Transporte (CNT), realiza mobilizações socioeducativas itinerantes, conscientizando motoristas sobre riscos de acidentes, como o uso indevido do celular ao volante, com o objetivo de disseminar informações essenciais em busca de um trânsito mais seguro.

SEST SENAT – O Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte, criados em 14 de setembro de 1993 pela Lei Nº 8.706, são instituições voltadas para a valorização dos transportadores autônomos e trabalhadores do setor de transporte.

EMTU – Vinculada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) é controlada pelo Governo de São Paulo. Fiscaliza e regulamenta o transporte metropolitano de baixa e média capacidade nas cinco regiões metropolitanas do Estado: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba / Litoral Norte. Juntas, as áreas somam 134 municípios.

Serviço

Semana Nacional do Trânsito em Campinas

Data: 23 e 24/09

Local: Terminal Metropolitano Prefeito Magalhães Teixeira

Horário: 8h às 12h

Endereço: Av. Lix da Cunha, 101 – Vila Industrial, Campinas – SP

Continue Lendo

Campinas

30 GMs de Campinas agora podem multar

Publicado

em

Integrando as ações programadas para a 21ª Semana Municipal do Trânsito (Semutran) 2021, foi realizada na tarde desta terça-feira, dia 21 de setembro, a cerimônia de formatura de 30 guardas municipais que irão atuar na fiscalização do trânsito. O evento aconteceu na Academia da Guarda Municipal, na Lagoa do Taquaral. 

Participaram da cerimônia o presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Ayrton Camargo e Silva; representando a Secretaria de Segurança Pública, Silvio Marcio Lavorato; o subcomandante da GM, Jaderson Gama; o diretor da Academia da GM, Vanderlei Trabuco; o gerente da Divisão de Fiscalização e Operação da Emdec, Claudionir Thomas de Sá; e os instrutores do curso. 

O presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva, destacou a importância do trabalho conjunto. “Trabalhar em equipe sempre é mais rico. Essa foi uma grande oportunidade, dentro da Administração municipal, de trabalhar com outras secretarias, com o objetivo de cumprir nosso papel de servir aos munícipes e defender vidas no trânsito.” 

Silvio Lavorato destacou a importância do curso para as atividades de Segurança Pública. “É mais uma ferramenta de capacitação para o desenvolvimento das atividades fins, em benefício da população.” 

O subcomandante da GM, Jaderson Gama, agradeceu a parceria, “que possibilitou trazer o conhecimento para a Guarda Municipal, na fiscalização de trânsito. É mais uma ferramenta de trabalho”. 

Capacitação 

O curso de formação teve duração de dois meses, com carga horária de 200 horas. A capacitação envolveu atividades de fiscalização e autuação de trânsito relacionadas à circulação, parada e estacionamento. O curso é resultado de um convênio entre a Secretaria de Transportes (Setransp), a Emdec e a Secretaria de Segurança Pública; e está em conformidade com a Portaria Nº 94, de 31/05/2017, de Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). 

Está é a primeira turma da GM que foi capacitada para atuar na fiscalização de trânsito, em 2021. Até o final do ano, estão previstas mais duas turmas. A abertura do curso para a formação da próxima turma de GMs será na segunda-feira, dia 27 de setembro. 

Semutran 2021 

A 21ª Semana Municipal do Trânsito começou nesta terça-feira, 21 de setembro. A programação segue até o dia 1º de outubro. Estão previstos 14 eventos, entre virtuais e presenciais. 

A programação e mais informações podem ser conferidas no endereço eletrônico www.emdec.com.br/semutran2021.

Continue Lendo

Campinas

Rede Mário Gatti terá cota em concurso e processo seletivo para negros

Publicado

em

Resolução publicada no Diário Oficial do Município desta quarta-feira, 21 de julho, regulamenta a reserva de 20% dos cargos, empregos ou funções ofertados em concursos públicos e em processos seletivos da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar para negros e afrodescendentes.

A resolução tem validade até 10 de dezembro de 2029, término do prazo de vigência da lei complementar de 2019, que definiu as regras de reserva para concursos da Administração Direta.

A publicação estabelece que a reserva de 20% dos cargos será aplicada sempre que o número de vagas oferecidas for igual ou superior a três. Conforme a resolução, poderão concorrer às vagas aqueles que se autodeclararem negros ou pardos, no ato da inscrição no concurso público, conforme a definição de cor ou raça utilizada pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A resolução estabelece que os candidatos classificados, que tiverem se autodeclarado negros serão avaliados pessoalmente e por fenótipo por uma comissão de servidores públicos composta por três pessoas, sendo ao menos uma delas negra ou parda.

O candidato cujo enquadramento na condição de negro for indeferido poderá interpor recurso, em prazo e forma a serem definidos pela Comissão. Comprovando-se falsa a declaração, o candidato será eliminado do concurso ou processo seletivo e, se houver sido nomeado, ficará sujeito à anulação da sua nomeação, após procedimento administrativo em que lhe sejam assegurados o contraditório e a ampla defesa, sem prejuízo de outras sanções cabíveis.

O sistema de cotas foi estabelecido em lei municipal de dezembro de 2019, válida para as contratações da administração direta. Criada em 2018, a Rede Mário Gatti não realizou concursos. A regulamentação, publicada na edição desta quarta-feira, prepara a Rede as contratações que serão realizados no próximo ano.

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares