15 de junho de 2024
Eventos

Sumareenses recebem mostra de cinema francês

beijo-cinema

No próximo dia 7, os sumareenses terão acesso a uma mostra de cinema francês com curadoria exclusiva. A “Mostra Cine Sesi-SP no Mundo: Cinema Francês, dos Primórdios aos Nossos Dias” traz em parceria com a Embaixada da França no Brasil e apoio do Institut Français, o melhor do cinema francês, um dos mais cultuados do mundo. A mostra seguirá até o dia 25 de agosto na Rua Amazonas, 99, no Jardim Nova Veneza (próximo a Rodovia Anhnaguera).

Dos primeiros filmes da história do cinema, que tem sua origem no país, à produção realizada na atualidade, a seleção expõe clássicos de alguns de seus mais importantes autores. Contemplando diferentes períodos, como a Nouvelle Vague e documentários políticos dos anos de 1970, e diferentes gêneros, como musical, fantástico e drama, a seleção traz de Viagem à Lua (1902), filme emblemático de Georges Méliès, a 35 Doses de Rum (2009), dirigido por Claire Denis, passando por Hiroshima Meu Amor (1959), de Alain Resnais, e pelo encantador Pele de Asno (1970), de Jacques Demy. Além dessas obras, serão exibidos, ainda, títulos de cineastas fundamentais como Chris Marker, Agnès Varda e Claude Chabrol.

Com uma cuidadosa curadoria, “Cine Sesi-SP no Mundo: Cinema Francês, dos Primórdios aos Nossos Dias” é uma grande oportunidade para o espectador sumareense ser conduzido pela rica história do cinema francês.

PROGRAMAÇÃO

35 Doses de Rum | 35 Rhums (07 de agosto às 19h)
França/ Alemanha, 2008, exibição digital, colorido, legendado em português

12 – Não recomendado para menores de 12 anos

O viúvo Lionel é condutor de trens e vive num complexo habitacional com sua filha Josephine, que criou sozinho. Os dois têm fortes laços e passam muito tempo na companhia um do outro. Um taxista que começa a rodar pelo bairro flerta com Josephine e eles passam a sair juntos. Lionel, por sua vez, atrai a atenção de uma mulher de meia-idade, com quem tenta marcar um encontro. Quando o namorado de Josephine aceita um trabalho no exterior e se muda, deixando a moça balançada, Lionel percebe que a filha está ficando independente e que talvez seja hora de eles confrontarem seus passados.

Romance, 100 min
Direção: Claire Denis

O Primeiro a Chegar | Le Premier Venu (14 de agosto às 19h)
França/ Bélgica, 2007, exibição digital, colorido, legendado em português

14 – Não recomendado para menores de 14 anos

Camille está com cerca de 20 anos e já se sente sobrecarregada pela dura realidade do mundo. Como sua vida não tem a intensidade que deseja, ela tenta desesperadamente achá-la em algum lugar – e com qualquer pessoa que apareça. O primeiro a cruzar seu caminho é Costa, um vagabundo, malandro, mau pai, filho e amante. Mesmo após um começo violento, Camille liga-se a ele, pois tem a ilusão de que salvá-lo pode trazer algum sentido e alguma alegria à sua vida, porém, quanto mais ela e Costa se envolvem, mais se metem em confusões.

Drama, 123 min
Direção: Jacques Doillon

Mulheres Diábolicas | La Cérémonie (21 de agosto às 19h)
França, 1995, exibição digital, colorido, legendado em português

16 – Não recomendado para menores de 16 anos

Discreta e calada, Sophie é escolhida pela rica família Lalièvre para tomar conta de sua mansão e faz amizade com a curiosa e intrometida Jeanne, dona do correio local. O problema é que Jeanne tem inveja dos Lalièvre e arquiteta um plano para prejudicá-los.

Drama, 111 min
Direção: Claude Chabrol

Curtas Contestatórios e Parisienses (28 de agosto às 19h)
França, 1967, exibição digital, preto e branco e coloridos, legendados em português

12 – Não recomendado para menores de 12 anos

Não se encaixando no sentido convencional de curta-metragem, os filmes de Agnès Varda são ensaios de cinema, protótipos em que são inventados forma e conteúdo. Uma das primeiras autoras do cinema francês moderno, Varda registra nesses ensaios autorretratos indiretos, cartografia de sua vida e seus gostos, esboço de uma filosofia pessoal, testemunhos sem barreiras de uma experimentação permanente da liberdade de criação. Dos nove curtas apresentados, a série Contestatórios discute questões do feminismo e do movimento negro; já a Parisienses usa a icônica capital francesa para abordar temas como o amor, a arte e a percepção.

Documentário, 123 min
Direção: Agnès Varda

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98